PLACAR

Título de Sinner encerra jejum de 48 anos do tênis masculino italiano

Foto: Corinne Dubreuil/FFT

Melbourne (Austrália) – A conquista de Jannik Sinner neste domingo no Australian Open encerra um jejum de quase 48 anos do tênis masculino italiano. O jovem jogador de 22 anos é apenas o terceiro tenista de seu país a conquistar um título de Grand Slam e o segundo na Era Aberta.

O pioneiro foi Nicola Pietrangeli, bicampeão de Roland Garros em 1959 e 1960. Por suas conquistas, dá nome a uma das mais belas quadras de tênis do mundo, localizada no Foro Itálico em Roma. Outro campeão de Roland Garros e até então o único masculino da Era Profissional coube a Adriano Panatta, no ano de 1976.

Nesse intervalo de quase meia década, as mulheres fizeram mais. Francesca Schiavone e Flavia Pennetta conquistaram um título cada uma. Schiavone ganhou Roland Garros em 2010, enquanto Pennetta foi campeã do US Open em 2015, superando a também italiana Roberta Vinci na final.

Além dos campeões Panatta, Pietrangeli e Sinner, apenas outros dois homens disputaram finais de Grand Slam. O primeiro foi Giorgio de Stefani, ainda no ano de 1932 em Roland Garros. Já recentemente, em 2021, Matteo Berrettini ficou com o vice-campeonato na grama de Wimbledon, superado por Novak Djokovic na final.

4 Comentários
Oldest
Newest Most Voted
Inline Feedbacks
Ver todos os comentários
Ricardo
Ricardo
1 mês atrás

Mais que merecido!!! E sem espertezas

Paulo Sérgio
Paulo Sérgio
1 mês atrás
Responder para  Ricardo

Federete chorão

Sergio
Sergio
1 mês atrás

Parabéns ao italiano!!!!!!

trackback

[…] Título de Sinner encerra jejum de 48 anos do tênis masculino italiano […]

PUBLICIDADE

VÍDEOS

Karlovic oficializa aposentadoria e recebe homenagem da ATP

O melhor duelo entre Djokovic e Murray? Reveja Qatar em 2017

PUBLICIDADE