PLACAR

Swiatek iguala Davenport e já é a nona maior número 1

Foto: Katelyn Mulcahy/BNP Paribas Open

Miami (EUA) – A polonesa Iga Swiatek segue escrevendo seu nome na história da WTA. Nesta segunda-feira, ela chegou a 98 semanas como número 1 do mundo, igualando a marca da norte-americana Lindsay Davenport para se tornar a nona maior líder do ranking.

Em uma semana de confrontos da Billie Jean King Cup, o ranking não mudará na próxima semana e a polonesa fatalmente se isolará como a nona com mais semanas na ponta. Com 2.790 pontos de diferença para a bielorrussa Aryna Sabalenka, a segunda colocada, Iga tem tudo para ficar mais semanas no topo.

Swiatek fatalmente chegará a 100 semanas como número 1 do mundo e já coloca na mira a belga Justine Henin, que tem 117. Se manter a consistência das últimas temporadas, ela pode ainda em 2024 deixar para trás também a australiana Ashleigh Barty, que é a sétima da lista com 121 semanas.

Porém, para alcançar a sexta colocada, a norte-americana Monica Seles, ela tem que quase dobrar o que já tem, saindo de 98 para as 178 de Seles. O top 5 está ainda mais distante, com a suíça Martina Hingis, quinta maior líder da história, somando 209 semanas no lugar mais alto da WTA.

A recordista absoluta entre as mulheres é a alemã Steffi Graf, que se manteve na ponta por 377 semanas. Depois dela aparecem a tcheca naturalizada norte-americana Martina Navratilova (332 semanas) e as norte-americanas Serena Williams (319) e Chris Evert (260).

3 Comentários
Oldest
Newest Most Voted
Inline Feedbacks
Ver todos os comentários
Carlos Alberto Ribeiro da Silva
Carlos Alberto Ribeiro da Silva
1 mês atrás

Se a gente considerar que a Iga chegou na liderança do ranking pela primeira vez em abril/2022, pouco antes de completar 21 anos de idade, que cada ano tem 52 semanas, que de abril/2022 até agora se passaram 104/105 semanas e nesse período ela liderou 98 semanas, então concluímos que a performance da Iga está ótima, e, se mantiver esse nível, terá todas as condições de alcançar e até ultrapassar as 377 semanas da Steffi Graf na liderança do ranking, o que é um enorme desafio, porque terá que manter essa consistência pelos próximos 6/7 anos.

Fernando Venezian
Fernando Venezian
1 mês atrás

Nossa! Eu detestava a Davenport! Ela tava sempre pertubando a Martina Hingis nos torneios! rs

Federer eterno GOAT
Federer eterno GOAT
1 mês atrás

joga feio demais… discípula do robozinho

PUBLICIDADE

VÍDEOS

Agassi recorda trajetória de drama e sucesso em Roland Garros

Os melhores lances de Iga Swiatek rumo ao tri no Foro Italico

PUBLICIDADE