PLACAR

Swiatek e Sabalenka disputam o nº 1 no US Open

Foto: Pete Staples/USTA

Assim como já havia acontecido em Roland Garros e Wimbledon, a liderança do ranking mundial estará mais uma vez em jogo durante o US Open. A atual número 1 Iga Swiatek terá a posição ameaçada por Aryna Sabalenka nas próximas duas semanas e precisa vencer um jogo a mais que a rival no torneio para se manter na liderança.

Swiatek é a atual campeã em Nova York, enquanto Sabalenka foi semifinalista no ano passado, superada pela própria polonesa em três sets. Desta vez, as duas primeiras colocadas no ranking só podem se enfrentar na final, no que seria um confronto direto pelo número 1.

Sabalenka esteve a uma vitória de assumir a liderança, quando chegou à semifinal de Wimbledon, mas foi eliminada por Ons Jabeur em três sets. “Sei que tive e provavelmente terei novas oportunidades de me tornar a número 1 do mundo, mas ainda há muito trabalho a ser feito”, disse a bielorrussa, durante a coletiva de imprensa desta sexta-feira.

“Mas não estou pensando nisso durante o torneio, durante as partidas. Sei que se jogar o meu melhor tênis e der o meu melhor, sou capaz de chegar lá. Estou tentando mudar meu foco mais em mim mesma e em melhorar o meu jogo”, acrescentou a jogadora de 25 anos.

Já Iga Swiatek conta sobre o quanto a pressão das adversárias diretas a fez evoluir. “Eu diria que o início desta temporada foi muito difícil para mim. Senti que todas começaram a analisar o meu jogo se concentraram em me vencer comigo. Mas por outro lado, se você quer ser a melhor jogadora do mundo, tem que estar preparada para isso”.

“Aprendi que deveria focar apenas em mim mesma e não pensar muito em pontos ou no ranking”, acrescenta a atual número 1 do mundo, que completará 75 semanas seguidas na liderança durante o US Open. “Tenho apenas que focar em me desenvolver como jogadora, porque há muitas coisas que quero mudar ou melhorar. Quando penso dessa forma é quando eu jogo melhor. Mas ainda tenho 22 anos, então tenho muito que aprender (sorrindo)”.

PUBLICIDADE

VÍDEOS

Karlovic oficializa aposentadoria e recebe homenagem da ATP

O melhor duelo entre Djokovic e Murray? Reveja Qatar em 2017

PUBLICIDADE