PLACAR

Stefani destaca rápido entrosamento e busca seu 3º WTA 1000

Foto: Jimmie48/WTA

Doha (Qatar) – Finalista de duplas no WTA 1000 de Doha, Luísa Stefani destacou o rápido entrosamento com a parceira holandesa Demi Schuurs. O torneio no Qatar é apenas o segundo que elas jogam juntas, depois de uma campanha até as quartas de final do Australian Open. Stefani e Schuurs decidem o título neste sábado, às 9h30 (de Brasília) contra as norte-americanas Caroline Dolehide e Desirae Krawczyk. O jogo será transmitido por streaming pelo Star+. Já a final de simples, entre Iga Swiatek e Elena Rybakina, será ao meio-dia e também terá exibição na ESPN 3.

“Estou me sentindo muito bem, feliz pela maneira como estamos jogando. Nunca tinha ganho uma partida aqui em Doha, então estava mega paciente com as condições e também muito focada no processo e nas melhorias que precisávamos fazer depois do Australian Open”, disse Stefani, que disputará sua 17ª final de WTA na carreira e tem oito títulos no circuito.

Paulista de 26 anos, Stefani tem dois títulos em torneios de nível 1000, o primeiro no ano de 2021 em Montréal e o segundo em Guadalajara no ano seguinte. Ela também tem dois vice-campeonatos em torneios deste porte, em Miami e Cincinnati na temporada 2021.

“Treinamos bastante na Austrália e também aqui, antes do torneio. Estou me sentindo cada vez melhor na quadra. Quanto mais jogarmos juntas, mais estaremos entrosadas e nos entendendo. Afinal é só nosso segundo torneio”, acrescentou a atual 19ª do ranking entre as especialistas em duplas. Se for campeã, a ex-top 10 poderá voltar ao 12º lugar. O torneio dá 1000 pontos às campeãs e 650 para as vices.

+ Clique aqui e siga o Canal do TenisBrasil no whatsapp

Stefani e Schuurs ainda não perderam sets nesta semana em Doha e venceram na semifinal as tchecas Marie Bouzkova e Marketa Vondrousova por 6/1 e 6/4. “Foi um ótimo jogo, primeiro set incrível de nossa parte, sacando e devolvendo bem. No segundo set era esperado que elas melhorassem o nível”.

“Tivemos muitos pontos de quebra que não aproveitamos, mas mantivemos nosso estilo, firmes, cobrindo a quadra, colocando pressão nelas. Conseguimos uma quebra importante no 4/4, com winner de devolução, onde ataquei bem e confirmamos para fechar. São duas ótimas jogadoras e estamos muito felizes com a vitória”.

Leia mais:

Stefani e Schuurs vencem e disputam 1ª final do ano

2 Comentários
Oldest
Newest Most Voted
Inline Feedbacks
Ver todos os comentários
Haroldo Guimaraes
Haroldo Guimaraes
1 mês atrás

Parabens Stefani, mais um orgulho do tenis feminino. Voltando ao ritmo de antes da contusao de 2022, Esse ano promete ser melhor, top 10 a vista

trackback

[…] é o nono título de WTA na carreira de Luísa Stefani, em 17 finais disputadas, e o terceiro em torneios de nível 1000. Ela foi campeã de Montréal em […]

PUBLICIDADE

VÍDEOS

Veja os melhores lances da rápida final masculina de Miami

Collins segura os nervos e bate Rybakina: veja o melhor da final

PUBLICIDADE