PLACAR

Sonego sonha com medalha olímpica com Sinner na dupla

Foto: ITF/Getty Images

Turim (Itália) – Quarto melhor italiano no ranking de simples, ocupando atualmente a 46ª colocação, Lorenzo Sonego deu uma longa entrevista ao Tuttosport após a conquista do título do compatriota Jannik Sinner, na qual fala sobre sua relação com o atual campeão do Australian Open e revela o sonho de jogar duplas com ele nos Jogos de Paris para buscar uma medalha.

“Sua vitória dá um empurrãozinho a mais para treinar, Sinner ajuda todos nós a buscar o limite e superá-lo. Espero o momento de poder treinar com Jannik. crescer cada vez mais e ganhar uma medalha olímpica. Cada nação pode colocar duas duplas, sei que não depende de mim, mas seria maravilhoso jogar com ele”, afirmou Sonego, inspirado pela conquista do compatriota.

“Parece certo que uma das duplas será formada por (Simone) Bolelli e meu amigo dos primeiros passos (Andrea) Vavassori. Aliás, eles também foram ótimos. Desejo que eles possam chegar ao ATP Finals em Turim”, acrescentou o italiano de 28 anos.

Sobre a final do Australian Open, ele contou que assistiu em casa, colado na TV. “Muito preocupado nos dois primeiros sets, pois Jannik estava um pouco irregular em sua primeira final. Mas a certa altura do segundo set vi que o cenário estava mudando: Jannik muito mais eficaz e capaz de acelerar as bolas para ganhar o ponto e Medvedev estava sentindo cansaço”.

O italiano escreveu para Sinner logo após o título para lhe dar os parabéns. Eles irão se reencontrar nesta quinta-feira no encontro com o presidente, que receberá os campeões da Copa Davis no ano passado. “Nos veremos novamente no Quirinale e será outra emoção única estarmos todos na presença do presidente Mattarella. A certificação definitiva de que fizemos algo importante. E então finalmente nos veremos todos juntos novamente”, finalizou.

1 Comentário
Oldest
Newest Most Voted
Inline Feedbacks
Ver todos os comentários
Leonardo
Leonardo
23 dias atrás

Essa dupla funcionou de forma espetacular na Copa Davis, tem grandes chances de medalha olimpica, inclusive de ouro.

PUBLICIDADE

VÍDEOS

Bopanna entra para a história do tênis aos 43 anos

A emoção de Hsieh e Mertens com o novo título de Slam

PUBLICIDADE