PLACAR

Sinner tem grande atuação e derruba Djokovic

Foto: Corinne Dubreuil/ATP Tour

Turim (Itália) – Em uma noite de arquibancadas lotadas e torcida atuante em Turim, Jannik Sinner conseguiu uma das maiores vitórias de sua carreira, ao derrotar o número 1 do mundo Novak Djokovic em uma partida com 3h08 de duração. Jogando em casa, o italiano de 22 anos e quarto colocado no ranking contou com a atmosfera favorável e se manteve forte mentalmente nos momentos decisivos para vencer por 7/5, 6/7 (5-7) e 7/6 (7-2).

Apesar de já ter duas vitórias neste ATP Finals, Sinner ainda não está classificado para a semifinal. Ele poderia ter confirmado a vaga antecipadamente se tivesse vencido em sets ditetos. Já Djokovic tinha a chance até de confirmar a primeira posição do Grupo Verde em caso de vitória nesta terça-feira.

Na próxima quinta, Sinner enfrentará o dinamarquês Holger Rune em busca da classificação. Já Djokovic, que perdeu uma invencibilidade de 16 partidas, joga contra o polonês Hubert Hurkacz, substituto de Stefanos Tsitsipas e já sem chances de classificação para a semifinal.

A partida começou com domínio dos sacadores, que se aproveitavam das rápidas condições de Turim para definir os games de forma tranquila e os pontos com poucas trocas de bola. Não demorou para que Djokovic logo encontrasse o tempo de bola ideal para as devoluções de saque.

O sérvio teve um break-point no 3/2, mas Sinner se salvou no saque. Depois, criou um 15-30 no 5/4, mas cometeu dois erros seguidos. Pouco depois, com o 40-iguais no 5/5, fez uma dupla falta. As oportunidades perdidas custaram caro para o número 1 do mundo, que sofreu a quebra e permitiu que Sinner definisse a disputa em seu saque. O sérvio tinha um winner a mais, 12 a 11, mas cometeu 9 erros contra 7.

O segundo set foi inteiramente sem quebras ou break-points. Sinner saiu vencendo o tiebreak por 2-0 e também chegou a liderar por 3-2 e saque, mas depois perdeu quatro dos cinco pontos seguintes. Djokovic abriu vantagem e fechou a parcial em sua segunda oportunidade, depois de um erro do italiano com o backhand em um longo rali. Nos winners, o líder do ranking tinha 18 a 15, com 10 erros contra 14 do italiano.

Sinner continuou sacando muito bem no início do terceiro set, confirmando os rapidamente games de serviço. O italiano foi o primeiro a quebrar na parcial decisiva e liderou por 4/2, mas não sustentou a vantagem e permitiu o empate no oitavo game. A definição ficou para o tiebreak do terceiro set, em que Sinner foi muito preciso na construção dos pontos e abriu grande vantagem, chegando a liderar por 5-0 para definir a disputa em três sets.

Djokovic liderou a estatística de winners por 42 a 39, e cometeu 26 erros não-forçados contra 33 de Sinner. O sérvio disparou 20 aces contra 15 do italiano. A partida teve apenas três quebras de serviço, duas a favor do tenista da casa.

PUBLICIDADE

VÍDEOS

Reveja os melhores lances da final masculina de Wimbledon

Momento histórico: Hewett completa o Slam em Wimbledon

PUBLICIDADE