PLACAR

Sinner está pronto para RG: “Não penso mais no quadril”

Foto: Corinne Dubreuil/FFT

Paris (França) – Apesar de todas as dúvidas em torno de suas condições físicas, o italiano Jannik Sinner deve mesmo jogar em Roland Garros. Na sua primeira entrevista coletiva em Paris, nesta sexta-feira, o jovem de 22 anos falou sobre o problema no quadril e como se sente às vésperas de sua estreia no torneio, no qual será o segundo cabeça de chave.

Segundo ele, o seu quadro apresenta melhoras, mas não há muitas expectativas sobre um bom desempenho nas rodadas iniciais da competição. “O quadril está bom, não estou mais preocupado com ele. Os últimos testes que fizemos foram muito positivos. É por isso que estou aqui. É claro que a forma física geral não está como eu gostaria, mas não podemos fazer milagres a poucos dias da minha estreia”, relatou aos jornalistas.

Ainda de acordo com Sinner, o objetivo agora é se preparar emocionalmente para a disputa do segundo Grand Slam do ano. “O mais importante será o lado mental. Preciso estar mentalmente preparado, aceitar as coisas que podem acontecer em quadra e então veremos o que posso fazer. Em minha mente sei que posso jogar um bom tênis, mesmo com as condições físicas em que estou agora, e espero poder ficar aqui mais tempo do que no ano passado”, afirmou o tenista que parou ainda na segunda rodada da competição em 2023.

Sinner nunca passou das quartas em Paris

O melhor resultado do italiano em Roland Garros foi a campanha até as quartas de final em sua estreia no torneio, no ano de 2020. Nas temporadas seguintes, em 2021 e 2022, ele parou nas oitavas. Disputando agora seu primeiro Slam como um dos dois principais favoritos, ele sabe que tem a oportunidade de ir mais longe no torneio, ainda mais considerando que seus principais adversários também chegam repletos de dúvidas à capital francesa, mas prefere focar apenas em si mesmo.

“No momento, estou pensando somente em mim mesmo. Não estou olhando tanto em volta. Espero poder mostrar um bom tênis. Essa é a única coisa que penso, o resto e todas essas perguntas serão respondidas em pouco mais de duas semanas. Ninguém pode prever o futuro”, disse sorridente.

2 Comentários
Oldest
Newest Most Voted
Inline Feedbacks
Ver todos os comentários
Henrique
Henrique
26 dias atrás

Que novidade!?

Marcos Ribeiro
Marcos Ribeiro
25 dias atrás

Poder ou não poder prever o futuro, eis a questão. ;-)

Uma coisa é bem clara: Pessoas que dão pouco valor às suas próprias palavras se arvoram muito mais a profetas. Falta de compromisso com as palavras aumenta a verborragia. Este é um dos dramas da nossa espécie humana.

PUBLICIDADE

VÍDEOS

Alcaraz e Murray: treino entre campeões em Queen's

Os melhores lances da campeã Boulter na grama de Nottingham

PUBLICIDADE