PLACAR

Siegemund domina jogo com Bia e Alemanha faz 1 a 0

Foto: Marcello Zambrana/DGW

São Paulo (SP) – A abertura do confronto entre Brasil e Alemanha pela Billie Jean King Cup não foi boa para a equipe da casa. Mesmo contando com todo o apoio da torcida brasileira no Ginásio do Ibirapuera, Beatriz Haddad Maia foi superada nesta sexta-feira pela experiente Laura Siegemund, 85ª do ranking, que marcou as parciais de 6/4 e 6/2 em 1h44 de partida.

Em confrontos da Billie Jean King Cup, Bia tem agora 18 vitórias e dez derrotas. A paulistana de 27 anos voltará à quadra neste sábado às 15h. A princípio, ela enfrenta Tatjana Maria, mas os capitães das equipes podem promover mudanças. Antes disso, o Brasil busca o empate na série ainda nesta sexta-feira, na partida entre Laura Pigossi e Tatjana Maria.

Algoz de Bia nesta sexta-feira em São Paulo, Siegemund está com 36 anos e já foi 27ª do ranking em 2016. A veterana alemã tem dois títulos ne WTA no saibro, incluindo o 500 de Stuttgart em 2017. Ela também tem um histórico vitorioso nas duplas, circuito em que é a atual número 6 do mundo e tem um título de US Open ao lado de Vera Zvonareva em 2020. Siegemund e Bia até já jogaram juntas e foram vices no WTA 1000 de Indian Wells do ano passado.

Com aparente nervosismo no início da partida, Bia cometeu quatro erros não-forçados no primeiro game e permitiu a quebra. Mas a número 1 do Brasil e 13ª do mundo conseguiu devolver a quebra de imediato e ainda manteve o saque na sequência, salvando um break-point, para fazer 2/1. Ela tentava manter um jogo agressivo e encurtar os pontos diante de uma rival muito sólida, mas se perdia em cada vez mais erros.

+ Clique aqui e siga o Canal do TenisBrasil no WhatsApp

Bia também apresentava muita dificuldade de manter o saque e a pressão exercida por Siegemund rendeu uma nova quebra e a liderança por 4/2. Do outro lado, Siegemund estava cada vez mais segura na execução de suas variações táticas e utilizava muito bem os slices, curtas e fechava bem a rede. Mesmo que a brasileira tenha buscado o empate no oitavo game, a rival voltou a quebrar na sequência e fechou o primeiro set.

O domínio de Siegemund na partida continuava na segunda parcial, com a alemã conseguindo duas novas quebras e confirmando seus serviços de forma mais tranquila para sair vencendo por 4/0. Apoiada de forma incondicional pelo público, Bia manteve o saque em dois games muito longos, mas não encontrava soluções para a ameaçar o serviço da experiente alemã, que definiu a disputa em sets diretos.

Apesar de a estatística de winners ter sido equilibrada, 11 a 10 para Bia, a brasileira cometeu 32 erros não-forçados contra 9 da alemã. Siegemund conseguiu cinco quebras em sete oportunidades e perdeu apenas dois games de saque no primeiro set. A alemã não enfrentou break-points na segunda parcial.

39 Comentários
Oldest
Newest Most Voted
Inline Feedbacks
Ver todos os comentários
Albert
Albert
1 mês atrás

Eu vi so uns pontos, pq assistir jogo da Bia é um teste muito perigoso pra pessoas de uma certa idade. Vou deixar pra vcs. Peguem leve.

Adalberto
Adalberto
1 mês atrás
Responder para  Albert

Verdade! Caí fora!
Mas que fase da Bia, ein?
Depois de Miami e Charleston pensei que ela ia declinar do convite prá BJK…
Amanhã vai ter outra ‘taca’, pois saibro é a praia da Maria alemã…

Blumenau
Blumenau
1 mês atrás
Responder para  Adalberto

Que sujeito agressivo e mal educado, deve ser um dos torcedores furiosos.

Rockton
Rockton
1 mês atrás

Caracas!
Anotaram a placa?

Andre Borges
Andre Borges
1 mês atrás

Ai já foi… nos vemos na repescagem.

Paulo Mala
Paulo Mala
1 mês atrás

Está difícil mesmo a situação da Bia…
Mas acho que a Maria vai perder as duas.
Definição deve ser nas duplas

Walter
Walter
1 mês atrás

Mais do mesmo, infelizmente!
Que fase!

Rafael
Rafael
1 mês atrás

Terrível! Se essa partida não fizer ela realmente refletir sobre o tênis dela, não sei o que mais fará. Claramente falta confiança, erra tudo que tenta. Se vier com aquele papo de que está treinando bem e falta sorte vai ficar cada vez mais complicado

Leonardo Rubira
Leonardo Rubira
1 mês atrás
Responder para  Rafael

Tem que rever o Mental
Visualmente está perdendo a alegria de jogar.

Gustavo Gomes Corrêa Silva
Gustavo Gomes Corrêa Silva
1 mês atrás

Tá muito mal a Bia

Claudio Marçal
Claudio Marçal
1 mês atrás

Muito tensa, nervosa, e os erros não forçados vieram junto com isso, infelizmente! No 4/4 do primeiro set esboçou uma reação que todos esperavam, mas os erros apareceram novamente, principalmente no forehand, que é uma das marcas registradas da Bia! Que amanhã seja um dia melhor contra a alemã do slice de direita…

Fernando Venezian
Fernando Venezian
1 mês atrás

Uma top 15 fazer uma apresentação tenebrosa dessa é extremamente preocupante! Hoje ficou claro que o principal problema da Bia é a parte mental! Muito nervosa e completamente sem confiança

Alexandre de Magalhães
Alexandre de Magalhães
1 mês atrás

Não é momento de criticar. Sabemos que a Bia está em uma má fase. É seguir treinando e tentar sair dessa. O público no Ibirapuera entendeu isso, estão de parabéns.

Adalberto
Adalberto
1 mês atrás
Responder para  Alexandre de Magalhães

Concordo sobre a má fase, mas porque não declina?
Com todo o histórico de sucesso a Kerber declinou…

Fernando Venezian
Fernando Venezian
1 mês atrás
Responder para  Adalberto

Adalberto, Kerber se retirou para ter sua filha, por isso caiu no ranking. Vamos pesquisar as coisas antes de falar qualquer coisa

Charles
Charles
1 mês atrás
Responder para  Alexandre de Magalhães

Nunca me esqueço das horríveis vaias ao Bellucci

Renato
Renato
1 mês atrás

Lamentável! Bia é um desastre.

Thiago
Thiago
1 mês atrás

Bia ladeira abaixo. Tá dando pena já. Temporada de saibro promete.

Rockton
Rockton
1 mês atrás

Que papel feio. Era melhor ter colocado a Carol para jogar, ia perder mas, pelo menos, ia deixar suor em quadra. Pipoqueira top 20.

Sadi
Sadi
1 mês atrás

Não pode reclamar … não pode dizer q precisa mudar d técnico … temos só q agradecer por ela ser brasileira

Eduardo
Eduardo
1 mês atrás

Ontem havia dito que a escolha da Siegmund era uma ótima sacada alemã. Pressão seria imensa sobre a Bia e a alemã tem variação pra bater de frente com a Bia, além de estar em boa fase. Mental da Bia não deu a resposta que se esperava, foi engolida pela Siegmund.

Marcelo Calmon
Marcelo Calmon
1 mês atrás

Show de horrores ! Nem tomar conta dos pontos com devolução de 2° saque conseguia. Pior partida do ano, sendo que já vem jogando mal há algum tempo. Pior são os comentaristas tentando justificar, enchendo a bola da Laura, que não passa de uma jogadora com muita raça.

Luiz
Luiz
1 mês atrás

Este é o nível que vejo no jogo da Bia. Sem surpresa. Na wta vai ser ladeira abaixo. Ela tem jogo para 60 rkg. Jogo horrível.

Andre
Andre
1 mês atrás

Bia Haddad 27 anos conseguiu perder para uma senhora de 36 anos e 85 do ranking e aínda por cima jogando em casa. Só me resta torcer para que essa garota melhore seu jogo tecnicamente e mentalmente, pois não tenho mais ninguém para torcer nesse esporte, vamos em frente Bia.

Blumenau
Blumenau
1 mês atrás
Responder para  Andre

Passando pra deixar minha risada, hahahaha, LOL, LOL, LOL.

Viviane
Viviane
1 mês atrás

Gosto da Bia, torço por ela, mas preciso dizer que precisa melhorar muita coisa, principalmente o mental. Em alguns momentos, parecia que ela ria pra não chorar. Talvez a pressão de jogar em casa, de sair dessa má fase, tenha pesado muito. Espero que essa má fase passe logo, senão vai ficar difícil, tem pontos importantes para defender futuramente.

Luiz
Luiz
1 mês atrás

Este é o nível da Bia. Nervosa, não entrou em quadra.

Carlos Alberto Ribeiro da Silva
Carlos Alberto Ribeiro da Silva
1 mês atrás

Acredito que a Bia tenha consciência da situação, da sua má fase e vai se esforçar pra sair dela o quanto antes. Eu vejo que a Bia ainda não conseguiu arrumar um jeito de controlar as emoções e administrar a pressão da melhor forma. Nessa BJK Cup ela é a estrela do time brasileiro, joga em casa, com uma grande torcida a favor dela, e por isso a sua responsabilidade é enorme e ela não conseguiu controlar as emoções pra jogar o seu melhor. Vamos ver no próximo jogo como vai ser. Em termos de competição, agora temos que torcer para a Laura Pigossi ganhar da Tatjana Maria, pra empatar o confronto e aí a Bia terá que ganhar o seu próximo jogo, assim como a dupla. Ainda dá pra acreditar na vitória.

Aristoteles
Aristoteles
1 mês atrás

Precisa mudar de Técnico não, tá tudo sobe controle, quero ver é defender os pontos do final de ano. Está flutuando na tabela por enquanto tendo chances de não cair tanto, mas tá tudo ok segundo Meligeni kkkkkkk; time que está perdendo tem que mexer.

Andre Borges
Andre Borges
1 mês atrás
Responder para  Aristoteles

Parece papagaio com essa história de trocar técnico. Eh uma maldição quando as torcidas organizadas de futebol prestam atenção em tênis

João Silva
João Silva
1 mês atrás
Responder para  Aristoteles

Aristóteles, como você deve saber, pois a teoria é sua, a bolinha como é feita com elemento da terra ela tem a tendência de cair pois o seu movimento é vertical para baixo, e a terra esta no local mais baixo dos quatro elementos que você diz que tudo é feito, rs. O Meligeni é amigo de zap não conta.

gil
gil
1 mês atrás

O emocional tá pesando, e muito! Era nítido, nos closes na hora de receber o saque, que estava entre apavorada e insegura. Dava para ver a engolida de saliva que o “gogó” pulava, sinal fisiológico de medo. E o medo no tênis, é uma bola de aço na perna e uma corrente nos braços. Ainda pior neste nível top. Precisa jogar com “raiva”, pois é essa gana que move o atleta para ir pra cima, acreditar. Não é físico, é mental, com toda a certeza. Psicólogo esportivo na equipe já!!

Gustavo
Gustavo
1 mês atrás

Que fase TENEBROSA

Veronica
Veronica
1 mês atrás

avassaladora. (a alemã). as atitudes após perder os pontos muitas vezes parecia caricata. parecia que ela vibrava. é algo surreal.

Jorge Luiz
Jorge Luiz
1 mês atrás

Pífio

Fernando Romero
Fernando Romero
1 mês atrás

Uma judiação escalar a Haddad Maia. Ela está sem nenhuma condição de jogar tenis profissionalmente.

João Sawao ando
João Sawao ando
1 mês atrás

A Bia tem que colocar um psicólogo para atuar na parte mental dela

Jose Carlos
Jose Carlos
1 mês atrás

Derrota previsivel e esperada, porém a CBT e o capitão erraram feio na escolha do piso – saibro coberto – facilitando a vida das adversárias, que ganharam nessas mesmas condições ano passado em Stutgart. Se tanto Bia quanto Luisa tem os resultados mais consistentes no piso duro e estão desde janeiro adaptadas e jogando nele, pra que mudar pra saibro do nada? Jogassem la na arena dos JO do Rio, por exemplo, se é que aquilo ainda existe… ou no Ibirapuera mesmo, mas num piso duro.

PUBLICIDADE

VÍDEOS

Agassi recorda trajetória de drama e sucesso em Roland Garros

Os melhores lances de Iga Swiatek rumo ao tri no Foro Italico

PUBLICIDADE