PLACAR

Shelton impede bi de Tiafoe com conquista inédita no saibro

Foto: U.S. Men's Clay Court Championship

Houston (EUA) – O norte-americano Ben Shelton chegou ao ATP 250 de Houston com cinco derrotas consecutivas no saibro e um histórico de apenas duas vitórias e sete derrotas, mas o jovem tenista deixou o retrospecto ruim no passado e faturou seu primeiro título na superfície, batendo o compatriota Frances Tiafoe na final deste domingo com parciais de 7/5, 4/6 e 6/3.

Aos 21 anos de idade, Shelton se tornou o mais jovem campeão do torneio desde o compatriota Andy Roddick, que levantou a taça em 2002, quando tinha apenas 19 anos. Cabeça de chave número 1, o campeão deste ano levará para casa uma premiação de US$ 100.635, enquanto isso o vice Tiafoe vai receber US$ 58.700.

“Ótima semana, grande jogo Foe, você e sua equipe fizeram um trabalho muito bom. Eu sei que isso dói, desculpe por não te permitir títulos consecutivos, mas você é aquele tipo de jogador que tem essa capacidade. Quero ver você fazer isso este ano, espero que em Stuttgart”, disse Shelton durante a cerimônia do troféu, impedindo que Tiafoe defendesse o título consultado em 2023.

Shelton soube crescer na hora certa no primeiro set, teve um primeiro set-point no décimo game, no saque do rival, não conseguiu converter, mas dois games depois anotou a quebra para abrir 1 a 0. O jogo seguiu parelho na segunda parcial, em que Tiafoe anotou um break logo no começo, no terceiro game, e depois apenas manteve a vantagem até o final para empatar.

No terceiro e decisivo set, foi o canhoto Shelton que obteve uma quebra no início, abrindo 4/1 sobre o compatriota. Sem dar chances de recuperação, ele garantiu a vitória depois de 2h16 de confronto. Ele elogiou bastante Tiafoe no discurso em quadra.

“Você tem sido uma grande inspiração para as crianças, pessoas de cor em nosso esporte, uma representação incrível. Você é aquele cara que sempre passa por nós com muito altruísmo, pensando nos outros, nas crianças mais novas que você. Então, obrigado por tudo o que você faz pelo nosso esporte e pelas pessoas que se parecem com você e eu”.

 

PUBLICIDADE

VÍDEOS

Agassi recorda trajetória de drama e sucesso em Roland Garros

Os melhores lances de Iga Swiatek rumo ao tri no Foro Italico

PUBLICIDADE