PLACAR

Semifinais da United Cup começam às 20h30 desta sexta

Foto: Alex Coppel/Tennis Australia

Sydney (França) – Os países finalistas da United Cup serão conhecidos na noite desta sexta-feira e madrugada de sábado, com as disputas das duas semifinais na Ken Rosewall Arena em Sydney. Em sua segunda edição, a competição terá um campeão inédito entre Polônia, França, Austrália ou Alemanha.

A primeira semifinal começa às 20h30 e a forte equipe polonesa conta com a número 1 do mundo Iga Swiatek e o também top 10 Hubert Hurkacz para enfrentar o time francês. A partida masculina abre a programação, com Hurkacz enfrentando o canhoto de 35 anos Adrian Mannarino, 22º do ranking. O histórico entre eles está empatado por 2 a 2.

Logo na sequência será a vez de Swiatek encarar um de seus principais testes antes do Australian Open. Ela será desafiada por Caroline Garcia, 20ª colocada. A polonesa lidera o retrospecto por 3 a 1, com direito a uma difícil virada no confronto mais recente entre elas, nas quartas de final de Pequim do ano passado. Curiosamente, a única vitória de Garcia foi no saibro e na Polônia, em 2022.

Para uma eventual definição nas duplas mistas, Swiatek e Hurkacz enfrentariam Garcia e o veterano duplista de 40 anos Edouard Roger-Vasselin.

A programação continua às 3h30 da madrugada de sábado com a segunda semifinal. E a promessa é de casa cheia com o time australiano em quadra para enfrentar a Alemanha. No primeiro jogo, Ajla Tomljanovic desafia a ex-número 1 do mundo Angelique Kerber. A canhota alemã de 35 anos venceu os três duelos anteriores.

Mais tarde às 5h, será a vez de Alex de Minaur tentar sua terceira vitória contra top 10 no ano. Algoz de Taylor Fritz e Novak Djokovic nas fases anteriores, o atual número 12 do ranking encara o sétimo colocado Alexander Zverev. O histórico não é bom para o australiano, que tem apenas uma vitória em sete jogos contra o alemão.

Confira a programação das semifinais da United Cup.

Sexta-feira, 20h30 – Polônia x França
Hubert Hurkacz (POL) vs. Adrian Mannarino (FRA)
Iga Swiatek (POL) vs. Caroline Garcia (FRA)
Iga Swiatek/Hubert Hurkacz (POL) vs. Caroline Garcia/Edouard Roger-Vasselin (FRA)

Sábado, 3h30 – Austrália x Alemanha
Ajla Tomljanovic (AUS) vs. Angelique Kerber (ALE)
Não antes de 5h
Alex de Minaur (AUS) vs. Alexander Zverev (ALE)
Storm Hunter/Matthew Ebden (AUS) vs. Laura Siegemund/Maximilian Marterer (ALE)

1 Comentário
Oldest
Newest Most Voted
Inline Feedbacks
Ver todos os comentários
Ubiratan (Black)
1 mês atrás

Então sobraram nas semi Polônia x França e Austrália x Alemanha.
Sei que o torneio é em grupo, vence o resultado da soma do time mas como sou time Bia fui pegar o que as tenistas que chegaram aí fizeram nos jogos individuais. E peguei também as demais do top 20.

Semifinais:
– Tomljanovic perdeu para Boulter e Pegula e nas quartas ganhou da Stevanovic (no lugar da Olga que se classificou mas tinha perdido os 2 jogos).
– Kerber perdeu para Paolini e Garcia e nas quartas perdeu pra Sakkari.
– Garcia ganhou da Kerber e da Paolini e nas quartas pra Helgo.
– Iga ganhou de Bia e da Sorribes e nas quartas da Zheng.

Ficou nas Quartas:
– Zheng ganhou da Vondrousova e da Olga e perdeu pra Iga nas quartas.
– Sakkari ganhou da Seguel e da Leylah e nas quartas pra Kerber.

Fase de grupos:
– Bia ganhou da Sorribes e perdeu para Iga.
– Vondrousova perdeu para Zheng e ganhou da Olga.
– Pegula perdeu para Boulter e ganhou da Tomljanovic.

– Garcia ganhou todos os jogos, apenas uma top 100, e foi para as semi.
– Kerber perdeu todos os jogos, todas top 100, e foi para as semi.
– Tomljanovic perdeu dois jogos, duas top 100, ganhou um, e foi para as semi.
– Iga ganhou de 3 top 100.
– Detalhe que a Sakkari ganhou todos os jogos, apenas uma top 100, mas não foi para as semi.
– Sei também que algumas delas contribuíram nas classificações nas partidas de duplas, mesmo as que perderam no individual.
– Mas além de um bom time é preciso sorte de quem pegou pela frente.
– A Polônia e França foram os times que venceram todos os embates por equipe, mesmo perdendo algum jogo. Agora que vão se enfrentar teremos a única equipe que continuará invicta.

PUBLICIDADE

VÍDEOS

Bopanna entra para a história do tênis aos 43 anos

A emoção de Hsieh e Mertens com o novo título de Slam

PUBLICIDADE