PLACAR

Sabalenka luta por quase 3 horas e sobrevive a 4 match-points

Foto: BNP Paribas Open

Indian Wells (EUA) – Em um eletrizante no sábado à noite em Indian Wells, com a torcida bastante atuante no estádio principal torneio, Aryna Sabalenka teve muito trabalho para vencer seu primeiro jogo em WTA 1000 na temporada. A número 2 do mundo salvou quatro match-points e superou norte-americana Peyton Stearns, 64ª do ranking, por 6/7 (2-7), 6/2 e 7/6 (8-6) em 2h53 de partida.

Por muito pouco, Sabalenka escapou da segunda eliminação seguida na estreia de um WTA 1000. Há duas semanas, perdeu precocemente para a croata Donna Vekic em Dubai. E como ela não jogou em Doha, a bielorrussa de 25 anos estava sem vencer desde o bicampeonato do Australian Open em janeiro.

A próxima adversária de Sabalenka em Indian Wells será outra campeã de Grand Slam. A norte-americana enfrenta a britânica Emma Raducanu, ex-top 10 e atual 250ª do ranking. Raducanu está voltando ao circuito depois de ter passado por três cirurgias no ano passado, nos dois punhos e também no tornozelo. A britânica derrrotou a espanhola Rebeka Masarova na estreia e contou com a desistência da ucraniana Dayana Yastremska na segunda rodada.

Eliminada por Sabalenka neste sábado, Stearns buscava sua primeira vitória contra uma top 10. Vinda do circuito universitário nos Estados Unidos, ela fez dois bons resultados em Grand Slam no ano passado, terceira rodada de Roland Garros e oitavas no US Open, atingindo o melhor ranking da carreira em setembro, quando chegou ao 43º lugar. Ela também ganhou o WTA de Bogotá. A norte-americana derrotou a italiana Elisabetta Cocciaretto na estreia.

Duplas faltas custaram caro para Sabalenka no 1º set
Sabalenka teve um primeiro set de muita instabilidade no saque e permitiu duas quebras seguidas à adversária. Stearns chegou a liderar o placar por 5/2, mas não aproveitou a chance de sacar para o set. Ainda que a número 2 do mundo tenha igualado a disputa, as duas duplas faltas que ela fez no tiebreak custaram a perda da parcial depois de 58 minutos de partida.

Logo no início do segundo set, Sabalenka escapou de um break-point. Ela abriu o game seguinte com um winner de devolução na paralela e foi ganhando confiança, enquanto Stearns passou a duvidar um pouco mais de seu segundo serviço e foi quebrada com uma dupla falta. Com pressão constante sobre os games de saque da norte-americana, a vice-líder do ranking quebrou de novo e fechou o set.

Stearns sacou três vezes para o jogo
Em um terceiro set que começou com domínio das sacadoras, as duas jogadoras se aproveitavam da potência de seus golpes para tentar definir rapidamente os pontos. Os winners de forehand eram frequentes, assim como eventuais erros nas devoluções de saque. Stearns escapou de um 15-40 para manter o saque no 3/3 e depois conseguiu uma quebra para fazer 5/4. Sacando para o jogo, a norte-americana teve quatro match-points, mas não aproveitou as oportunidades.

Já com o placar empatado por 5/5, Sabalenka encarou mais um game muito longo no saque. Ela salvou um break-point com ace e encarou outros quatro break-points, mas não evitou a quebra. Stearns teve a segunda chance de sacar para o jogo e se viu em um 15-40 depois de uma excelente curtinha executada pela número 2 do mundo, e novamente não conseguiu fechar a partida.

A definição ficou para o tiebreak decisivo. E apesar de Sabalenka ter começado com uma dupla-falta, ela conseguiu buscar o empate de imediato e passou à frente depois de um winner de devolução. Na virada de lado, ela tinha 4/2. E a número 2 do mundo perdeu três match-points, mas voltou a pressionar o serviço da norte-americana e fechou o jogo na quarta oportunidade que teve. Sabalenka fez 40 winners contra 29 e cometeu 49 erros contra 34 da rival.

Svitolina vence em três sets na estreia
Em outro jogo de três sets, a ucraniana Elina Svitolina derrotou a tcheca Katerina Siniakova por 6/3, 2/6 e 6/1. Aos 29 anos, Svitolina é a atual 17ª do ranking e tem como melhor resultado em Indian Wells a semifinal em 2019. A ucraniana é uma das quatro jogadoras que já são mães a alcançar a terceira rodada na Califórnia, juntando-se às ex-líderes do ranking Angelique Kerber, Caroline Wozniacki e Naomi Osaka. Sua próxima rival é a norte-americana Emma Navarro, que derrotou a ucraniana Lesia Tsurenko por 4/6, 7/5 e 7/5.

8 Comentários
Oldest
Newest Most Voted
Inline Feedbacks
Ver todos os comentários
Marcos Ribeiro
Marcos Ribeiro
1 mês atrás

Ao menos no 3o. set, o único que vi, foi um jogo espetacular e de altíssimo nível. No finalzinho, pareceu que a americana cansou um pouco e também ficou um pouco abatida. Mas, ao sair de quadra, ela comemorou o seu desempenho (com bons motivos) nesta excelente partida contra a número 2 do mundo, o que foi uma cena bem interessante. Gostei de ver tudo isso.

Fernando Romero
Fernando Romero
1 mês atrás

O nível tecnico no feminino anda baixo.

Adalberto
Adalberto
1 mês atrás

Adoro ver a mamães jogaremI
Todas foram bem rankeadas antes e estão dando um baita exemplo para as meninas!

Adalberto
Adalberto
1 mês atrás

E não tá fácil para ninguém!
N#2 sofrendo em quadra para avançar!

Fernando Venezian
Fernando Venezian
1 mês atrás

Esse jogo foi “uau!” atrás de “uau!”. Simplesmente incrível!

Viviane
Viviane
1 mês atrás

Esse jogo eu perdi, mas imaginava que Sabalenka fosse sofrer um pouco com o piso lento. Faltou mental para a Stearns fechar o jogo, mas isso vem com o tempo. Vamos ver como Sabalenka irá se sair nos próximos confrontos.

Marcos Souza
Marcos Souza
1 mês atrás

É minha jogadora preferida mas se continuar errática desse jeito infelizmente não vai longe no torneio

trackback

[…] A atual número 2 do mundo perdeu na estreia em Dubai e venceu apenas dois jogos em Indian Wells, salvando quatro match-points na estreia contra Peyton Stearns e dominando o duelo contra Emma Raducanu. Finalista no ano passado no WTA […]

PUBLICIDADE

VÍDEOS

Veja os melhores lances da rápida final masculina de Miami

Collins segura os nervos e bate Rybakina: veja o melhor da final

PUBLICIDADE