PLACAR

Sabalenka: “Foi a virada mais maluca que eu consegui”

Foto: Katelyn Mulcahy/BNP Paribas Open)

Indian Wells (EUA) – A bielorrussa Aryna Sabalenka teve enorme trabalho para sobreviver no WTA 1000 de Indian Wells na rodada de sábado à noite, salvou quatro match-points e superou norte-americana Peyton Stearns de virada, com parciais de 6/7 (2-7), 6/2 e 7/6 (8-6), após 2h53 de partida. E número 2 do mundo destacou seu poder de luta e enalteceu a adversária.

“Realmente acho que foi uma luta de altíssimo nível. Ela jogou um tênis incrível. Continuei dizendo a mim mesma: ‘Fique aí, lute por cada ponto. Você nunca sabe o que vai acontecer’. Provavelmente esta é a virada mais maluca que eu consegui”, afirmou Sabalenka, que nesta segunda-feira terá pela frente a britânica Emma Raducanu.

“Estou super feliz por não ter desistido, estava realmente me esforçando, apesar de não ter jogado meu melhor tênis e ela estar me arrasando. Eu estava tentando permanecer no jogo e continuar lutando por cada ponto. Essa partida definitivamente entrou para a lista das partidas mais loucas e das melhores da minha carreira”, acrescentou a bielorrussa.

Questionada sobre os quatro match-points que precisou salvar, ela falou que no primeiro conseguiu acertar um ótimo backhand cruzado e que então percebeu a tensão do outro lado. “No segundo, eu meio que comecei a sentir que ela estava ficando tensa e eu pensei que seria uma boa oportunidade para eu continuar na partida”, comentou Sabalenka.

A bielorrussa também falou sobre a torção no tornozelo que teve. “Foi ruim nos primeiros segundos, mas depois foi melhorando lentamente e senti que estava pronta para jogar. Agora me sinto bem, mas vamos ver como será nos próximos dias. Tenho uma grande equipe e tenho certeza que eles cuidarão disso, então estarei pronta para a próxima partida”, encerrou.

1 Comentário
Oldest
Newest Most Voted
Inline Feedbacks
Ver todos os comentários
Carlos Carcamino
Carlos Carcamino
4 meses atrás

Bótimo.

PUBLICIDADE

VÍDEOS

Wimbledon seleciona os melhores backhands de 1 mão

Os históricos duelos entre Serena e Venus em Wimbledon

PUBLICIDADE