PLACAR

Sabalenka deixa dúvidas sobre sua participação em Wimbledon

Foto: Jonathan Nackstrand/AELTC

Londres (Inglaterra) – Campeã do primeiro Grand Slam da temporada, faturando seu segundo título seguido no Australian Open, a bielorrussa Aryna Sabalenka colocou em dúvida sua participação em Wimbledon neste ano. Isso porque a atual número 3 do mundo tem uma lesão no ombro, que pode deixá-la de fora da competição no All England Club.

“É no redondo maior, mas eu chamo de lesão no ombro. É realmente uma lesão específica e muito rara. Provavelmente sou apenas a segunda ou terceira tenista que machucou esse músculo. É muito frustrante, o pior é que posso fazer qualquer coisa, posso treinar, posso dar meus golpes de fundo, mas estou com dificuldades para sacar. Isso é realmente irritante”, lamentou.

“Você não sente que está lesionada. Se você me der alguns pesos, posso levantá-los sem problema, mas se você me disser para sacar, vou sentir dor. Fizemos uma ressonância magnética, fizemos tudo. Estou firme na reabilitação, fazendo muitos tratamentos”, acrescentou a bielorrussa, que foi duas vezes semifinalista em Wimbledon (2021 e 2023).

Sabalenka disse que ela e sua equipe estão fazendo tudo o que podem para garantir que ela consiga jogar sua partida de primeira rodada contra Emina Bektas na segunda-feira. No entanto, questionada se havia alguma chance de não ir à quadra, ela respondeu: “Sempre há uma chance, sim”.

Justamente por causa desse problema, na semana passada, a bielorrussa desistiu de uma partida no meio pela primeira vez. “Isso é realmente frustrante. Nunca lidei com lesões graves em minha carreira. A luta que estou enfrentando agora é grande. Eu diria que o último mês tem sido realmente desafiador para mim. Tenho lutado com muitas coisas, com dores diferentes”, observou Sabalenka.

“É muito difícil administrar isso, tentar permanecer positiva e ao mesmo tempo ver a realidade. Ainda tenho minhas expectativas. Como alguém que tem lutado contra muitas dores diferentes nos últimos meses, ainda tenho esperanças”, finalizou a tenista de 26 anos.

2 Comentários
Oldest
Newest Most Voted
Inline Feedbacks
Ver todos os comentários
João Sawao ando
João Sawao ando
18 dias atrás

Não vai entrar em quadra

Flávio
Flávio
18 dias atrás
Responder para  João Sawao ando

Pois é João quando falo que o tênis feminino atual está limitado,seja tecnicamente,ou fisicamente ou emocionalmente, mas a turma do mimimi ainda querem conversar fiado ou não aceitam está aí o resultado, infelizmente é a verdade

PUBLICIDADE

VÍDEOS

Reveja os melhores lances da final masculina de Wimbledon

Momento histórico: Hewett completa o Slam em Wimbledon

PUBLICIDADE