PLACAR

Rybakina vence a sétima seguida e faz mais uma semi

Foto: Jimmie48/WTA

Doha (Qatar) – Depois de ter conquistado o título em Abu Dhabi no último domingo, Elena Rybakina marcou sua sétima vitória seguida no circuito e garantiu vaga na semifinal do WTA 1000 de Doha. A atual número 4 do mundo superou nesta quinta-feira a canadense Leylah Fernandez, 38ª do ranking, por 6/4 e 6/2 em 1h34 de partida.

Rybakina já tem 14 vitórias na temporada e apenas duas derrotas. Ela começou o ano com um título em Brisbane. Aos 24 anos, a cazaque acumula sete conquistas no circuito da WTA e vai em busca da 17ª final da carreira.

“Foi um jogo muito difícil. Não comecei bem, precisei de tempo para me adaptar ao jogo dela, que é canhota. Então tive que me adaptar e felizmente consegui fechar o primeiro set. Depois ficou um pouco mais fácil para começar o segundo”, explicou Rybakina, que havia enfrentado Fernandez pela primeira vez.

No início do jogo, a cazaque sofreu duas quebras e chegou a estar perdendo o primeiro set por 4/1, mas reagiu ao vencer cinco games seguidos no fim da parcial. A cazaque passou a confirmar os games de saque com maior facilidade no segundo set, só enfrentou mais um break-point na partida, e conseguiu duas novas quebras para chegar à vitória.

Reconhecida por ser uma das principais sacadoras do circuito, Rybakina disparou seis aces na partida. Mais agressiva em quadra e contando com potência de seus golpes de forehand, ela fez 24 a 17 nos winners e cometeu 32 erros contra 34 da canadense.

Duelo com Pavlyuchenkova na semifinal
A adversária de Rybakina na semifinal desta sexta-feira às 11h (de Brasília) será a experiente russa Anastasia Pavlyuchenkova, de 32 anos e 32ª do ranking, que derrotou a norte-americana Danielle Collins, 63ª colocada, por 7/5 e 6/4. Pavlyuchenkova venceu o único duelo anterior contra a cazaque no saibro de Roland Garros em 2021, em partida definida apenas com 9/7 na última parcial. Vencedora de 12 torneios da WTA, a russa busca da 22ª final da carreira.

Rybakina falou sobre seu próximo compromisso em Doha: “Espero que seja mais uma grande partida. Já nos conhecemos muito bem dentro e fora da quadra. Espero que possa me recuperar bem e jogar um bom tênis”.

6 Comentários
Oldest
Newest Most Voted
Inline Feedbacks
Ver todos os comentários
Leandro Schulai
Leandro Schulai
2 meses atrás

Quem para a Rybaqueen??????

Leandro Meneoli
Leandro Meneoli
2 meses atrás
Responder para  Leandro Schulai

A Sabalenta…… kkkkkkkkk…. mas não nessa semana

Fábio
Fábio
2 meses atrás

Iga, Sabalenka, Gauff,… apenas estas conseguem com frequência parar a Rybakina.

edson loterio
edson loterio
2 meses atrás

coitada, jogou semi sabado, final domingo, foi campeã, voltou a jogar terça, oitavas quarta, semi quinta e se bobear final no sabado…… talves bia poderia se inspirar em ribakyna….

Rodrigo
Rodrigo
2 meses atrás

Mulher é uma máquina mesmo, estava 4 a 1 no 1 set e ela venceu por 6 a 4. Golpes potentes e saque fortíssimo faz ela se tornar uma jogadoraça.

Luis Ricardo
Luis Ricardo
2 meses atrás
Responder para  Rodrigo

me amarro nas suas subidas a rede , no mínimo mata o ponto 90% das vezes…

PUBLICIDADE

VÍDEOS

Veja como foi a espetacular vitória de Fonseca sobre Sonego

Nadal pode ter feito seu último jogo oficial em Barcelona

PUBLICIDADE