PLACAR

Rybakina enfim vence Samsonova e alcança nova final

Foto: Mubadala Abu Dhabi Open

Abu Dhabi (Emirados Árabes) – Depois de quatro derrotas nos quatro primeiros encontros no circuito, a cazaque Elena Rybakina enfim superou a russa Liudmila Samsonova, com direito a um “pneu” no set inicial. Neste sábado, a atual número 5 do mundo confirmou a condição de principal cabeça de chave do WTA 500 de Abu Dhabi e garantiu vaga na decisão ao vencer por 6/0, 4/6 e 6/2, em 1h33 de partida.

O triunfo inédito dá a Rybakina a chance de disputar sua 16ª final na elite do tênis feminino, tentando levantar o sétimo troféu da carreira e o segundo na temporada 2024. Para isso ela terá de encarar outra jogadora russa, a 14ª colocada do ranking, Daria Kasatkina, que superou a paulista Beatriz Haddad Maia na outra semifinal em batalha com três horas de duração.

O histórico entre as duas finalistas é bastante equilibrado, com duas vitórias para cada lado. No único confronto em Abu Dhabi, há três anos, a cazaque levou a melhor em sets diretos nas oitavas de final. Ela também venceu o duelo mais recente, nas quartas de Montréal da temporada passada, com o placar apertado de 7/5, 5/7 e 7/6 (10-8). Já a russa venceu em Ostrava e San José, nos anos de 2020 e 2022, respectivamente.

Com os pontos conquistados até aqui, Rybakina ultrapassará a norte-americana Jessica Pegula na próxima atualização do ranking, recuperando o quarto posto. Mesmo se for campeã, ela não conseguirá ganhar mais nenhuma posição, já que a vantagem da terceira colocada, Coco Gauff, é de quase 1.500 pontos. Já Samsonova fica estacionada no 15º lugar, logo atrás de Bia.

+ Clique aqui e siga o Canal do TenisBrasil no WhatsApp

Sem dar chances em seus games de saque, Elena Rybakina começou a partida de forma arrasadora e quebrou o serviço de Samsonova três vezes seguidas para fechar o primeiro set com um “pneu”. Destaque para os 89% de pontos ganhos com o primeiro serviço (8 em 9).

Já na segunda parcial, Rybakina perdeu intensidade e foi quebrada logo de cara, permitindo a reação imediata da adversária, que voltou a superar o serviço da cazaque no quinto game. Depois de diminuir a vantagem no placar, a campeã de Wimbledon em 2022 chegou a ter um break-point para empatar o set no oitavo game, mas desperdiçou e viu Samsonova liquidar no décimo.

O set decisivo começou com certo equilíbrio e a primeira quebra só veio acontecer no quarto game, quando Rybakina aumentou o nível e abriu vantagem. Ela administrou a folga no placar até o fim e ainda superou o serviço de Samsonova mais uma vez no oitavo game para fechar o jogo. Chamam a atenção as sete duplas faltas da russa ao longo da partida contra apenas uma da cazaque, que disparou nove aces diante dos sete da adversária.

4 Comentários
Oldest
Newest Most Voted
Inline Feedbacks
Ver todos os comentários
Emerson
Emerson
4 meses atrás

Ela vai ser campeã!

Fernando Venezian
Fernando Venezian
4 meses atrás

Essa linda cazaque talvez seja a melhor tenista de 2024, ao lado da Sabalenka! Tinha tudo pra disputar a final do AO, porém foi eliminada precocemente! Essa imprevisibilidade da WTA é fascinante!

William
William
4 meses atrás
Responder para  Fernando Venezian

A Iga morreu? Kkkkk

Alecsa
Alecsa
4 meses atrás

Sou mais a Daria… Mas depois que aBia saiu….. Enfim!

PUBLICIDADE

VÍDEOS

Toda a comemoração de Alcaraz na conquista de Roland Garros

Jannik Sinner é o 29º homem a liderar o ranking profissional

PUBLICIDADE