PLACAR

Rybakina enfim vence Samsonova e alcança nova final

Foto: Mubadala Abu Dhabi Open

Abu Dhabi (Emirados Árabes) – Depois de quatro derrotas nos quatro primeiros encontros no circuito, a cazaque Elena Rybakina enfim superou a russa Liudmila Samsonova, com direito a um “pneu” no set inicial. Neste sábado, a atual número 5 do mundo confirmou a condição de principal cabeça de chave do WTA 500 de Abu Dhabi e garantiu vaga na decisão ao vencer por 6/0, 4/6 e 6/2, em 1h33 de partida.

O triunfo inédito dá a Rybakina a chance de disputar sua 16ª final na elite do tênis feminino, tentando levantar o sétimo troféu da carreira e o segundo na temporada 2024. Para isso ela terá de encarar outra jogadora russa, a 14ª colocada do ranking, Daria Kasatkina, que superou a paulista Beatriz Haddad Maia na outra semifinal em batalha com três horas de duração.

O histórico entre as duas finalistas é bastante equilibrado, com duas vitórias para cada lado. No único confronto em Abu Dhabi, há três anos, a cazaque levou a melhor em sets diretos nas oitavas de final. Ela também venceu o duelo mais recente, nas quartas de Montréal da temporada passada, com o placar apertado de 7/5, 5/7 e 7/6 (10-8). Já a russa venceu em Ostrava e San José, nos anos de 2020 e 2022, respectivamente.

Com os pontos conquistados até aqui, Rybakina ultrapassará a norte-americana Jessica Pegula na próxima atualização do ranking, recuperando o quarto posto. Mesmo se for campeã, ela não conseguirá ganhar mais nenhuma posição, já que a vantagem da terceira colocada, Coco Gauff, é de quase 1.500 pontos. Já Samsonova fica estacionada no 15º lugar, logo atrás de Bia.

+ Clique aqui e siga o Canal do TenisBrasil no WhatsApp

Sem dar chances em seus games de saque, Elena Rybakina começou a partida de forma arrasadora e quebrou o serviço de Samsonova três vezes seguidas para fechar o primeiro set com um “pneu”. Destaque para os 89% de pontos ganhos com o primeiro serviço (8 em 9).

Já na segunda parcial, Rybakina perdeu intensidade e foi quebrada logo de cara, permitindo a reação imediata da adversária, que voltou a superar o serviço da cazaque no quinto game. Depois de diminuir a vantagem no placar, a campeã de Wimbledon em 2022 chegou a ter um break-point para empatar o set no oitavo game, mas desperdiçou e viu Samsonova liquidar no décimo.

O set decisivo começou com certo equilíbrio e a primeira quebra só veio acontecer no quarto game, quando Rybakina aumentou o nível e abriu vantagem. Ela administrou a folga no placar até o fim e ainda superou o serviço de Samsonova mais uma vez no oitavo game para fechar o jogo. Chamam a atenção as sete duplas faltas da russa ao longo da partida contra apenas uma da cazaque, que disparou nove aces diante dos sete da adversária.

4 Comentários
Oldest
Newest Most Voted
Inline Feedbacks
Ver todos os comentários
Emerson
Emerson
22 dias atrás

Ela vai ser campeã!

Fernando Venezian
Fernando Venezian
22 dias atrás

Essa linda cazaque talvez seja a melhor tenista de 2024, ao lado da Sabalenka! Tinha tudo pra disputar a final do AO, porém foi eliminada precocemente! Essa imprevisibilidade da WTA é fascinante!

William
William
21 dias atrás
Responder para  Fernando Venezian

A Iga morreu? Kkkkk

Alecsa
Alecsa
22 dias atrás

Sou mais a Daria… Mas depois que aBia saiu….. Enfim!

PUBLICIDADE

VÍDEOS

Karlovic oficializa aposentadoria e recebe homenagem da ATP

O melhor duelo entre Djokovic e Murray? Reveja Qatar em 2017

PUBLICIDADE