PLACAR

Rune retoma parceria com Mouratoglou após seis meses

Foto: Reprodução/Twitter (Holger Rune)

Biot (França) – Seis meses depois de romper a parceria com o técnico Patrick Mouratoglou, o dinamarquês Holger Rune retomou o trabalho com o treinador francês. A informação foi confirmada por ambos em suas redes sociais e eles já começaram as atividades visando a participação do jovem de 20 anos no ATP 500 de Acapulco na próxima semana.

Com o retorno de Mouratoglou, a equipe técnica de Rune contará ainda com dois profissionais remanescentes da formação já que vinha atuando com ele, o auxiliar Kenneth Carlsen e o analista de desempenho Mike James. Vale lembrar que nos últimos 20 dias o tenista desfez seu acordo com dois treinadores, o suíço Severin Luthi e o alemão Boris Becker, após poucos meses de trabalho.

Durante a primeira passagem de Mouratoglou como técnico principal de Rune, de outubro de 2022 a agosto de 2023, o dinamarquês viveu a melhor fase da carreira, alcançando seu maior título no ATP 1000 de Paris ao derrotar Novak Djokovic na decisão e chegando à quarta posição do ranking. Ele ainda fez outras duas finais de Masters no ano passado, em Roma e Monte Carlo.

+ Clique aqui e siga o Canal do TenisBrasil no WhatsApp

Tal histórico traz bastante otimismo para o jovem jogador. “Estou animado para voltar a trabalhar com Patrick. Com ele alcancei alguns dos maiores triunfos da minha carreira até agora e mal posso esperar para perseguirmos juntos os próximos títulos importantes. Tivemos boas conversas sobre como nossa colaboração deveria se desenrolar e concordamos em uma configuração forte que cria as melhores condições para o meu desempenho”, declarou.

Além disso, Rune destacou os erros e acertos que o levaram a retomar a parceria com Mouratoglou, dando a entender que o trabalho com Luthi e Becker realmente não funcionou. “Às vezes você deve tentar uma variedade de coisas para descobrir o que funciona para você e o que não funciona. Nos últimos meses aprendi muito sobre o que é importante para mim”, explica.

De volta com o técnico que o acompanhou em suas principais conquistas, ele espera agora enfim realizar seu maior sonho. “É de conhecimento geral que estou determinado a ganhar títulos de Grand Slam e alcançar o primeiro lugar no ranking mundial. E isso requer a constelação de treinadores e a equipe certa ao meu redor, e acredito que Patrick é a melhor pessoa para liderar o time e me ajudar a atingir meus objetivos”, finalizou.

Por sua vez, o treinador falou de forma bem sucinta sobre o novo acordo. “Estou entusiasmado por começar uma nova colaboração com Holger Rune. Nos conhecemos desde que ele tinha 13 anos e eu sempre acreditei no seu potencial. Ele tem grandes objetivos, assim como eu tenho para ele. É o começo de uma nova aventura”, se limitou a escrever no Instagram.

2 Comentários
Oldest
Newest Most Voted
Inline Feedbacks
Ver todos os comentários
Leo, o realista
Leo, o realista
1 mês atrás

Esse está mais perdido que cego em tiroteio

Eric
Eric
1 mês atrás
Responder para  Leo, o realista

Sim, porém está voltando pro treinador que ele teve o melhor momento da carreira. Torço que dê certo, e que o Holger não se desespere se não ganhar o primeiro torneio kkkk. Torço pelo Mano Holger, o talento dele é inegável.

PUBLICIDADE

VÍDEOS

Veja como foi a espetacular vitória de Fonseca sobre Sonego

Nadal pode ter feito seu último jogo oficial em Barcelona

PUBLICIDADE