PLACAR

Rublev volta ao top 5, Hurkacz sobe e gruda no top 10

Foto: Rolex Shanghai Masters

Londres (Inglaterra) – Finalistas do Masters 1000 de Xangai, o campeão Hubert Hurkacz e o vice Andrey Rublev aproveitaram as boas campanhas na competição para subir no ranking. O russo voltou ao top 5, ganhou dois lugares e agora é o quinto colocado na ATP, já o polonês disparou seis posições e encontrou no top 10, alcançando o 11º posto.

Rublev poderia ter atingido o quarto lugar se fosse campeão, mas subiu para quinto e assim igualou sua melhor marca. Ele está 235 pontos atrás do italiano Jannik Sinner, atual número 4 do mundo, que manteve sua colocação, assim como os três primeiros, o sévio Novak Djokovic (1º), o espanhol Carlos Alcaraz (2º), e o russo Daniil Medvedev (3º).

+ Clique aqui e siga o Canal do TenisBrasil no whatsapp

Ex-número 9 do mundo, Hurkacz ficou 510 pontos atrás do top 10, que atualmente é fechado por Taylor Fritz. Nesta semana, o norte-americano perdeu dois lugares e desceu para o décimo posto, sendo ultrapassado pelo norueguês Casper Ruud (8º) e pelo alemão Alexander Zverev (9º). Completam o top 10 o dinamarquês Holger Rune (6º) e o grego Stefanos Tsitsipas (7º).

Um dos destaques do Masters 1000 de Xangai, o húngaro Fabian Marozsan foi até as quartas, batendo nomes como Ruud e o australiano Alex de Minaur, e com isso deu o maior salto entre os top 100 da ATP. Ele ganhou 26 posições e agora é o 65º do mundo, a melhor marca da carreira até então do tenista de 24 anos.

Na contramão, as maiores quedas entre os 100 melhores do ranking ficaram por conta de Arthur Rinderknech e Dominic Thiem, ambos perdendo 14 colocações nesta segunda-feira. O francês desceu para o 82º lugar, logo à frente do austríaco, que aparece na 84ª posição.

PUBLICIDADE

VÍDEOS

Karlovic oficializa aposentadoria e recebe homenagem da ATP

O melhor duelo entre Djokovic e Murray? Reveja Qatar em 2017

PUBLICIDADE