PLACAR

Roddick: “Olhando os números, Djokovic é o maior”

Foto Corinne Dubreuil/FFT

Nova York (EUA) – A sempre bastante debatida questão sobre quem é o maior de todos os tempos (Goat) foi abordada recentemente pelo norte-americano Andy Roddick em algumas declarações em seu podcast. O ex-número 1 do mundo não teve problema algum em cravar o sérvio Novak Djokovic como o maior tenista da história e falou que só quem briga com os números é que não aceita isso.

Roddick acredita que não há comparação entre o histórico de Djokovic e o de seus concorrentes históricos. “Se você alinhar os currículos do Big 3 e escolher outro que não seja o de Djokovic, você está louco. É muito simples. Aí você pode argumentar que gosta mais de um ou de outro, mas acreditar que Novak não é o Goat baseado em números, é como ser ignorante”, disparou.

“O que torna todo esse debate sobre o Goat muito estranho é que nunca chegamos a uma resolução definitiva. O mesmo acontece no basquete, com Lebron e Jordan. Há sempre algo que pode ser argumentado contra os números, dizem alguns. Preocupam-se com os sentimentos dos torcedores ou com a situação vacinal de um jogador”, acrescentou o norte-americano.

Para o campeão do US Open de 2003, a maioria das pessoas não considera as nuances em debates de grande escala como este. “Gostamos de coisas simples. Talvez o jogo de Djokovic não seja fácil de simplificar para um espectador de tênis inexperiente. Sempre pensei que o que ele faz não é fácil, perceptível ou valorizado por quem não entende bem deste esporte”, observou Roddick.

“Ele tem uma precisão cirúrgica, destrói você e você deve correr riscos impossíveis para evitá-lo. Ele sabe disso e você sabe que não conseguirá fazer isso por três ou quatro horas. Você vê Federer e percebe o quão incrível é o tênis dele. Enquanto Nadal surpreende qualquer um com sua intensidade, o drama de seu jogo, seus gritos, mas com Djokovic é mais difícil entender a grandeza do que ele faz”, finalizou.

19 Comentários
Oldest
Newest Most Voted
Inline Feedbacks
Ver todos os comentários
Carlos Almeida
Carlos Almeida
1 mês atrás

‘tenis incrível”.
Mais uma frase subjetiva para tentar evitar o óbvio.

Até pq, qualquer jogador que vença tantos Slams como Agassi, Sampras, Laver etc. tiveram um tênis incrível! Sobre Big 3 então, é chover no molhado.

Um monte de firula para não dizer o simples: Djokovic é inegavelmente o GOAT, o melhor de todos os tempos.
E sobre qualquer aspecto: semanas como n1, Slams, Masters 1000, H2h contra rivais. Isso é tão simples e perceptível que qualquer um pode ver.

Quem não fez o simples foi Roddick. Deu mil voltas para tentar não sair de cima do muro. É a força do lobby…

Ps. Não, não estou falando sobre vacina, religião, partidos, democracia, filosofia etc.
Respeito todos, mas o tema é TÊNIS.

Souza Oliveira
Souza Oliveira
1 mês atrás

Números ok. Mais sabemos que jamais será…. E tá tudo certo….. Paz

Elenilson Limberti
Elenilson Limberti
1 mês atrás
Responder para  Souza Oliveira

Jamais será… tá tudo certo…pra cegos, negadores da realidade…
Djoko é “o cara”, o maior do tênis mundial e fim de papo.

Leandro Augusto
Leandro Augusto
1 mês atrás
Responder para  Souza Oliveira

Contra fatos não existe argumentos… Contra força não existe resistência… A matemática é simples e objetiva. Simples assim…

Paulo Almeida
Paulo Almeida
1 mês atrás

Djoko tem os 5 principais recordes: Slams, semanas número 1, temporadas número 1, ATP Finals e Masters 1000. Também Triple Career Slam, Double Golden Masters, melhor percentual de vitórias na carreira, melhor percentual contra top 10, h2h favorável contra os arquirrivais e número 1 mais velho da história.

Não dá pra negar o óbvio falando de legado, magia, carisma e outras bobagens subjetivas.

RAUL JR
RAUL JR
1 mês atrás
Responder para  Paulo Almeida

Cafu é maior que Messi??? 2 copas contra uma

Marcio
Marcio
1 mês atrás
Responder para  RAUL JR

Quantas vezes cafu foi eleito o melhor????

Leandro Augusto
Leandro Augusto
1 mês atrás
Responder para  RAUL JR

Futebol é um esporte individual??? É cada loucura que aparece aqui kkkkkkk

Paulo Sérgio
Paulo Sérgio
1 mês atrás
Responder para  RAUL JR

Esporte coletivo é diferente de individual. Nem se compara. No individual, alguém pode ser melhor do que outro de maneira absoluta porque seu desempenho não depende dos outros.

Paulo Almeida
Paulo Almeida
1 mês atrás
Responder para  RAUL JR

Comparação esdrúxula e só com uma estatística, mas vamos lá:

– Messi: 8 bolas de ouro;
– Cafu: 0.

Próximo.

rubens
rubens
1 mês atrás
Responder para  RAUL JR

SIM, CAFU É MAIOR QUE MESSI…PRÓXIMO!?

rubens
rubens
1 mês atrás
Responder para  Paulo Almeida

NÃO TEM O OURO OLIMPICO, ISSO CONTA TAMBÉM.

Paulo Sérgio
Paulo Sérgio
1 mês atrás
Responder para  rubens

Nadal não tem atp finals e Federer não tem ouro olímpico em simples.

Paulo Almeida
Paulo Almeida
1 mês atrás
Responder para  rubens

Recordista de ouro olímpico é o Andy Murray. Ele é GOAT?

Próximo.

Leo, o realista
Leo, o realista
1 mês atrás

Podem perceber, toda semana tem alguém falando isso. Se ele não fosse questionável, ninguém precisaria ficar falando, ele singles seria o cara

Paulo Sérgio
Paulo Sérgio
1 mês atrás
Responder para  Leo, o realista

São iguais a você, pois tentam criar argumentos subjetivos para fugir do óbvio. Isso é sintoma de frustração e negação da realidade.

Nei Costa
Nei Costa
1 mês atrás

Há que se considerar que grande parte desses números são resultado de vitórias em jogos decisivos contra seus dois principais rivais e os mais bem qualificados, depois de Djokovic, ao posto de Goat

Vinicius
Vinicius
1 mês atrás

Não tem discussão, os números são claros e mostram que o goat é o djokovic

Última edição 1 mês atrás by Vinicius
Eduardo
Eduardo
1 mês atrás

Novak é o GOAT. A simpatia por um ou por outro, independe de estatísticas. Vai além da objetividade.

PUBLICIDADE

VÍDEOS

Veja como foi a espetacular vitória de Fonseca sobre Sonego

Nadal pode ter feito seu último jogo oficial em Barcelona

PUBLICIDADE