PLACAR

Pliskova diz que faltam grandes personalidades na WTA

Praga (República Tcheca) – Não são poucos os relatos criticando a organização e estrutura do tênis feminino na atualidade. Desta vez, foi a tcheca Karolina Pliskova quem deu a sua opinião a respeito do momento vivido pelas mulheres no circuito, afirmando que o tênis feminino está marginalizado. Mais do que isso, a ex-número 1 do mundo diz que faltam grandes personalidades na WTA.

“Nossa situação não é muito boa, embora algumas das melhores do mundo tenham muito a oferecer. Não vou avaliar os aspectos do tênis, mas acho que se falta algo hoje são estrelas carismáticas, personalidades que vão além das quadras e comercializem produtos em si. A WTA não contribui em nada para gerar isso, não está promovendo nosso esporte e nem as rivalidades que poderiam ser geradas”, disse em entrevista ao portal tcheco iSport.

“Quando Serena e Sharapova competiam, as condições gerais para todas eram muito melhores. Houve mais patrocínios, mais atenção, mais gente nas arquibancadas, o interesse foi maior. Isso tem que mudar”, complementou.

Apesar de apontar o que acha necessário para melhorar a situação do tênis feminino, a tenista disse que se sente incapaz de mudar o cenário atual. “Tenho a sensação de que qualquer modificação do status quo vai levar muito tempo e é necessária muita energia para melhorar as coisas. Não estou mais no início da minha carreira, isso está totalmente além da minha capacidade”, enfatizou.

PUBLICIDADE

VÍDEOS

Bopanna entra para a história do tênis aos 43 anos

A emoção de Hsieh e Mertens com o novo título de Slam

PUBLICIDADE