PLACAR

Pigossi se despede na estreia do quali do US Open

Foto: Luiz Cândido/CBT

Nova York (EUA) – Depois de três boas semanas jogando na América do Sul, Laura Pigossi tentou o quali do US Open, mas foi superada na estreia. A número 2 do Brasil e 132ª do mundo caiu diante da eslovena de 22 anos Kaja Juvan, ex-top 60 e atual 143ª do ranking, com parciais de 7/6 (7-4) e 6/2 em 1h28.

Paulista de 29 anos, Pigossi tentava disputar sua terceira chave principal de Slam, depois de ter jogado Wimbledon no ano passado e o Australian Open deste ano. Em Roland Garros, ela parou na última rodada do quali.

Algoz de Pigossi nesta quarta-feira, Juvan já havia vencido a brasileira no mês de março em San Luis Potosi. Na ocasião, a partida teve três sets e 2h54 de duração. A eslovena agora encara a japonesa Haruka Kaji, 222ª do ranking.

Nas últimas semanas, Pigossi conquistou um título em Feira de Santana, fez semi em Brasília e quartas no WTA 125 de Barranquilla. Foram 10 vitórias e duas derrotas nesse períosso. Com isso, a ex-top 100 acumulou 151 pontos e recuperou 36 posições no ranking. Ela ocupava o 168º lugar antes dessa série de torneios.

A partida começou com quatro quebras seguidas até o 2/2. Depois disso, as sacadoras prevaleceram até o fim do set, sendo que Juvan vinha confirmando seus games de serviço de forma mais tranquila. Pigossi salvou um break-point no oitavo game, depois que uma curta da adversária parou na rede.

No tiebreak, Juvan saiu vencendo por 3-0, contando com dois erros não-forçados seguidos de Pigossi com o forehand. A brasileira chegou a diminuir a vantagem depois de uma dupla falta da adversária, mas a eslovena encaixou um winner de devolução na reta final do set. Mais agressiva em quadra, Juvan tinha 12 a 8 winners, mas cometeu um erro a menos, 26 contra 27 de Pigossi.

Mais confiante depois de vencer o set inicial, Juvan teve ainda mais domínio na partida e colocou pressão constante sobre os games de saque de Pigossi para vantagem na segunda parcial. Com duas quebras, ela fez 3/0. A brasileira só foi confirmar o serviço pela primeira vez no set quando já perdia por 5/1. Juvan manteve o serviço e confirmou a vitória em sets diretos.

PUBLICIDADE

VÍDEOS

Bopanna entra para a história do tênis aos 43 anos

A emoção de Hsieh e Mertens com o novo título de Slam

PUBLICIDADE