PLACAR

Pegula supera a parceira Gauff e a 1ª semifinalista

Jessica Pegula em Montreal
Foto: Omnium Banque Nationale

Toronto (Canadá) – Parceiras no circuito de duplas, Coco Gauff e Jessica Pegula foram adversárias nesta sexta-feira pelas quartas de final do WTA 1000 de Montréal. E apesar do bom momento de Gauff, vinda de título em Washington, Pegula fez valer sua maior experiência e venceu a disputa por 6/2, 5/7 e 7/5 em 2h21 de partida.

Número 3 do mundo, Pegula pode enfrentar a líder do ranking Iga Swiatek ou ter um novo duelo norte-americano, desta vez contra Danielle Collins. Ela tem apenas duas vitórias em sete jogos contra a polonesa. Já diante de Collins, venceu os cinco duelos anteriores.

Gauff e Pegula também disputariam as quartas de final de duplas nesta sexta-feira, mas se retiraram da disputa. Com isso, as japonesas Shuko Aoyama e Ena Shibahara avançam diretamente à semifinal.

Embora a partida tenha começado com games muito longos, Pegula foi superior nos momentos mais importantes. Ela escapou de dois break-points e conseguiu duas quebras para sair vencedo por 4/0. Depois disso, assumiu o controle das ações no primeiro set e cedeu apenas mais três pontos até o fim da parcial.

O segundo set começou com maior domínio das sacadoras, que mantiveram seus serviços por sete games. Até aquele momento, Gauff não havia enfrentado break-points na parcial, enquanto Pegula salvou apenas um. Só no oitavo game, a jovem de 19 anos conseguiu uma quebra e fez 5/3. Ela perdeu um set-point e a chance de sacar para fechar, mas voltaria a quebrar no último game da parcial, contando com erros e uma dupla falta da rival.

Com bastante vento em quadra, Pegula retomou o domínio da partida no início terceiro set. Ela voltou a confirmar seus games de saque de forma mais tranquila, era mais consistente que Gauff nos ralis de fundo e também soube explorar as subidas da adversária à rede. Ela venceu três games seguidos e ficou muito perto da vitória quando teve 4/2, mas Gauff devolveu a quebra e virou para 5/4, mas Pegula recuperou a vantagem, vencendo os três últimos games da partida.

Pegula conseguiu cinco quebras na partida contra três da rival. Cada jogadora teve oito break-points. Gauff liderou a contagem de winners por 29 a 15, mas cometeu 59 erros contra 34.

PUBLICIDADE

VÍDEOS

Bopanna entra para a história do tênis aos 43 anos

A emoção de Hsieh e Mertens com o novo título de Slam

PUBLICIDADE