PLACAR

Partidas masculinas estão mais curtas em Indian Wells

Foto: Julian Finney/Getty Images (ATP Tour)

Indian Wells (EUA) – Reforçando os relatos de alguns jogadores de que as quadras sintéticas de Indian Wells estão mais rápidas do que nos anos anteriores, as estatísticas comprovam que as partidas do torneio masculino em 2024 estão mais curtas do que o habitual.

Segundo dados da empresa especializada TennisViz, após as 83 primeiras partidas realizadas na Califórnia nesta temporada, a média de tempo de jogo foi de 1 hora e 38 minutos, quatro minutos a menos do que no ano passado e sete em relação a 2022. Apesar disso, a organização do evento ainda não se pronunciou para explicar o que de fato foi feito para que isso acontecesse.

Até o momento, a partida mais curta do torneio aconteceu na segunda rodada, com vitória do australiano Alex de Minaur sobre o japonês Taro Daniel por 6/1 e 6/2 em apenas 58 minutos. Já o duelo mais longo teve duração de 3h12, com triunfo do francês Gael Monfils diante do britânico Cameron Norrie pelo placar de 6/7 (5-7), 7/6 (7-5) e 6/3, na terceira fase da competição. Esses, inclusive, foram os únicos dois jogos que terminaram com menos de uma hora e mais de três horas, respectivamente, em todo o torneio.

Um dos atletas a se manifestar sobre o assunto foi o ex-número 1 do mundo Andy Murray, campeão em 2009. “As condições aqui este ano são muito diferentes. Sempre tive dificuldades aqui, mas a quadra está definitivamente mais rápida desta vez, a bola quica muito alto e você precisa usar isso a seu favor”, comentou.

+ Clique aqui e siga o Canal do TenisBrasil no WhatsApp

Quem também teve essa impressão foi Alex de Minaur, que destacou as diferenças do piso desta temporada para as outras. “Ao longo dos anos, tem sido tradicionalmente uma quadra dura bastante arenosa, onde a bola fica um pouco parada e é bastante lenta. Acho que este ano está muito mais rápida do que nos anos anteriores. Você sente que a bola está deslizando e recebendo ajuda da quadra”, detalhou.

“Nos outros anos, era muito mais difícil de deslizar. Tradicionalmente, se as quadras são um pouco mais escorregadias e rápidas, fica muito mais fácil deslizar, certo? Quanto mais lenta e mais áspera é a quadra, fica mais difícil de deslizar. Este ano está muito boa e muito agradável para o corpo”, acrescentou o australiano sobre a movimentação dos jogadores no piso.

2 Comentários
Oldest
Newest Most Voted
Inline Feedbacks
Ver todos os comentários
Osvaldo
Osvaldo
1 mês atrás

claro, sem os dois baloeiros (RN / ND) que alongam os pontos ao máximo esperando o ENF do adversário, o tempo médio das partidas em qualquer torneio naturalmente tende a baixar

Paulo Mala
Paulo Mala
1 mês atrás
Responder para  Osvaldo

Concordo. Os jogadores atuais são mais objetivos. Talvez tenha só o Medvdev e Ruud como tenistas alongadores de pontos ainda no torneio

PUBLICIDADE

VÍDEOS

Veja como foi a espetacular vitória de Fonseca sobre Sonego

Nadal pode ter feito seu último jogo oficial em Barcelona

PUBLICIDADE