PLACAR

Ostapenko e Vekic são maiores ameaças ao top 20 de Bia

Foto: Western & Southern Open

Cincinnati (EUA) – Eliminada logo na primeira rodada do WTA 1000 de Cincinnati, a paulista Beatriz Haddad Maia corre risco de deixar o top 20 após o torneio, mas para que isso aconteça precisa que pelo menos duas rivais consigam chegar até as quartas de final nesta semana.

As principais ameaças ao top 20 da paulista (19ª na WTA) são Jelena Ostapenko e Donna Vekic. A letã é a atual 20ª colocada no ranking e a croata a 22ª. A russa Ekaterina Alexandrova (21ª) era outra rival perigosa, mas assim como a brasileira também caiu na primeira rodada.

Tanto Ostapenko como Vekic precisam alcançar as quartas de final em Cincinnati para ultrapassarem Bia. Para sorte da número 1 do Brasil, a letã enfrenta na próxima partida a cazaque Elena Rybakina, quarta melhor do mundo. Se passar, ela cruza com Jasmine Paolini ou Cristina Bucsa.

O caminho da croata também não é nada fácil, primeiro tem que superar a bielorrussa Victoria Azarenka, cabeça de chave 11 e parceira de Bia nas duplas, e então deixar pelo caminho a tunisiana Ons Jabeur, que está esperando por sua rival nas oitavas de final.

Nomes como o da chinesa Qinwen Zheng e da russa Anastasia Potapova também preocupam, mas bem menos. A primeira, para superar Bia, tem que chegar pelo menos na final do torneio e a outra só consegue ultrapassar a canhota paulista se for campeã.

PUBLICIDADE

VÍDEOS

Karlovic oficializa aposentadoria e recebe homenagem da ATP

O melhor duelo entre Djokovic e Murray? Reveja Qatar em 2017

PUBLICIDADE