PLACAR

Osaka, Wozniacki, Kerber e Raducanu convidadas para Wimbledon

Foto: Eddie Keogh/AELTC

Londres (Inglaterra) Se em Roland Garros apenas os tenistas da casa foram privilegiados com convites para a disputa das chaves principais e do quali, em Wimbledon a história foi diferente e nomes de peso ganharam oportunidade. Na chave feminina, são três ex-número 1 e campeã de Grand Slam na lista de convidadas: a japonesa Naomi Osaka, a alemã Angelique Kerber e a dinamarquesa Caroline Wozniacki.

Além delas, outra campeã de Grand Slam, a britânica Emma Raducanu, lidera os nomes da casa junto com Francesca Jones, Yuriko Lily Miyazaki e Heather Watson, que também receberam convites para a chave principal e vão jogar no All England Club em 2024. Ainda resta um convite na chave principal a ser distribuído.

Mesmo no quali não houve exclusividade britânica, com a norte-americana Clervie Ngounoue, atual campeã do juvenil, ficando com uma das vagas. Dos demais oito convites, dois ainda não foram anunciados e seis já ficaram com tenistas da casa: Emily Appleton, Armani Banks, Sonay Kartal, Hannah Kulgman, Mika Stojsavlevic e Mingge Xu.

Britânicos dominam no masculino

Entre os homens o domínio foi britânico, levando todos os convites para a chave principal. Liam Broady, Jan Choinski, Jacob Fearnley, Arthur Ferry, Billy Harris, Paul Jubb e Henry Searle ficaram com os sete convites divulgados até então, testando um a ser anunciado.

+ Clique aqui e siga o Canal do TenisBrasil no WhatsApp

Broady, Choinski, e Harris estavam no quali e ajudaram a abrir vaga para o carioca João Fonseca, que esperava por desistências e entrou direto no quali, que também teve seus convites divulgados, ficando com os britânicos Oliver Bonding, Charles Broom, Jay Clarke, Felix Gill, George Loffhagen e Jack Jones. Ainda resta um convite dado pela organização e dois por através de um playoff.

4 Comentários
Oldest
Newest Most Voted
Inline Feedbacks
Ver todos os comentários
Aurelio
Aurelio
26 dias atrás

Três mamães. Uma 100% aposentada (que já deveria estar só jogando os torneios-exibição “Legends”), uma semi-aposentada (saiu voluntariamente, sem data para voltar).
Todas elas vivendo numa dieta exclusiva de convites. Voltando com a ilusão de que serão automaticamente superiores (pela sua história pregressa) e de que seria tudo fácil até inevitavelmente voltar ao topo.

A realidade é dura e beeem diferente disso. Deveriam estar jogando qualificatórios pra provar seu valor atual sem tirar vaga de quem merece mais, isso sim. “Passado não ganha jogo”.

Porkuat
Porkuat
26 dias atrás
Responder para  Aurelio

Com certeza passado não ganha jogos, mas ajuda a vender ingressos….

Gisele Matias
Gisele Matias
26 dias atrás
Responder para  Porkuat

Compra ingresso pra vê elas saindo na primeira rodada

Patricia Peruchin
Patricia Peruchin
26 dias atrás
Responder para  Aurelio

Wimbledon quer ££

PUBLICIDADE

VÍDEOS

Reveja os melhores lances da final masculina de Wimbledon

Momento histórico: Hewett completa o Slam em Wimbledon

PUBLICIDADE