PLACAR

Norrie despacha Ruud em altíssimo nível e encara Zverev

Foto: LTA

Melbourne (Austrália) – No encontro entre dois ex-integrantes do top 10, Cameron Norrie exibiu um tênis de altíssimo nível para superar Casper Ruud e chegar às oitavas de final do Australian Open. Atual 22º do ranking, o experiente britânico venceu o norueguês, 11º colocado, com parciais de 6/4, 6/7 (7-9), 6/4 e 6/3 em 3h03 de partida.

“Tive que jogar com muita coragem. Quase ganhei o segundo set, mas Casper sacou bem e lutou muito, mas não deixei que isso me incomodasse. Fui muito forte mentalmente para começar com muita energia no terceiro set e mantive um nível muito bom durante toda a partida. Eu realmente gostei e mantive meu plano de jogo e consegui passar”, disse Norrie, que venceu Ruud pela primeira vez em quatro jogos.

Para conseguir uma vitória inédita contra o norueguês, Norrie adotou uma postura bastante agressiva. O britânico venceu ​​41 pontos em 55 pontos subidas à rede anotou 62 winners em toda a partida. Ele também foi muito preciso nos momentos em que teve o serviço ameaçado, salvando nove dos dez break-points que enfrentou e conquistou quatro quebras contra o saque de Ruud.

“Tenho trabalhado muito duro desde a pré-temporada e tentando ser um pouco mais agressivo e consegui me me soltar na partida de hoje. Eu estava subindo muito à rede e fiz voleios muito bons hoje e isso realmente me ajudou. Consegui vencer muitos pontos na rede, sacar muito bem e administrar meus games de serviço”, complementou o canhoto de 28 anos, que chega às oitavas em Melbourne pela primeira vez.

Norrie e Zverev fizeram a pré-temporada juntos
O adversário de Norrie nas oitavas de final será o alemão Alexander Zverev, número 6 do mundo, que derrotou o norte-americano Alex Michelsen por 6/2, 7/6 (7-4) e 6/2. Zverev lidera o histórico de confrontos por 4 a 0 em nível ATP, enquanto as duas vitórias do britânico foram em torneios challenger ou ITF. O alemão de 26 anos tem como melhores resultados na Austrália a semifinal de 2020 e as quartas de 2021.

“Treinei com ele algumas vezes em Mônaco em dezembro. Ele jogou exatamente do jeito que estava fazendo na pré-temporada. Obviamente passamos alguns dias juntos em Mônaco, então eu o via todos os dias. Era exatamente nisso que ele estava trabalhando”, disse Zverev na coletiva de imprensa deste sábado.

“Quando você pensa em Cameron Norrie, você normalmente pensa em alguém que trabalha muito. Ele é um lutador. Mas na pré-temporada, ele realmente trabalhou em seu estilo de jogo para ser agressivo. Foi muito perceptível em dezembro, e vocês podem ver isso na quadra agora. O trabalho está valendo a pena para ele”, acrescenta o alemão, que minimiza a ampla vantagem no retrospecto: “Acho que todo mundo está sempre melhorando. Todo mundo está sempre tentando coisas novas”.

1 Comentário
Oldest
Newest Most Voted
Inline Feedbacks
Ver todos os comentários

PUBLICIDADE

VÍDEOS

Bopanna entra para a história do tênis aos 43 anos

A emoção de Hsieh e Mertens com o novo título de Slam

PUBLICIDADE