PLACAR

Nole chega a 400 semanas na ponta e garante mais 10

Foto: Corinne Dubreuil/ATP Tour

Londres (Inglaterra) – Nesta segunda-feira o sérvio Novak Djokovic alcançou mais uma marca importante em sua carreira, se tornou o primeiro da história a liderar o ranking da ATP por 400 semanas. De quebra, ele vai ampliar ainda mais esse número, garantindo pelo menos mais 10 semanas como número 1 do mundo.

“É uma conquista muito boa, 400 semanas no primeiro lugar. Isso nunca foi feito na história. Alguém acabará quebrando-o, mas espero que permaneça lá por muito tempo”, disse Djokovic após a conquista do ATP Finals pela sétima vez, outro recorde que o sérvio colocou em sua vasta lista de conquistas.

+ Clique aqui e siga o Canal do TenisBrasil no whatsapp

A vantagem de ‘Nole’ no ranking desta segunda-feira para o espanhol Carlos Alcaraz, atual vice-líder da ATP, é de 2.390 pontos. Com essa diferença, ele permanecerá no topo até o final do Australian Open, quando defenderá 2.000 pontos pela conquista no começo do ano e Alcaraz vai somar tudo o que conseguir, já que não jogou em Melbourne em 2023.

Djokovic é disparado o tenista, seja homem ou mulher, com mais semanas como número 1. Depois de superar o recorde masculino de 310 semanas do suíço Roger Federer em 2021, ele continuou somando semanas e ultrapassou o recorde geral, que pertencia à alemã Steffi Graf, com 377 semanas, em um feito alcançado em fevereiro deste ano.

Na próxima temporada, ele tem tudo para chegar a mais uma marca redonda: os 100 títulos na carreira. Ele também tem tudo para se tornar apenas o terceiro na história a alcançar pelo menos 1.100 vitórias na ATP, algo que apenas Federer e o norte-americano Jimmy Connors conseguiram. Djokovic tem no momento 1.086 vitórias.

PUBLICIDADE

VÍDEOS

Toda a comemoração de Alcaraz na conquista de Roland Garros

Jannik Sinner é o 29º homem a liderar o ranking profissional

PUBLICIDADE