PLACAR

Navarro: “Posso ficar em quadra o tempo que for preciso”

Emma Navarro (Foto: BNP Paribas Open)

Indian Wells (EUA) – Responsável pela eliminação da bielorrussa Aryna Sabalenka, nas oitavas de final do WTA 1000 de Indian Wells, a tenista da casa Emma Navarro vem se firmando entre os principais nomes do circuito. Com a boa campanha no torneio californiano, ela entrará no top 20 pela primeira vez, algo que ela não é a prioridade para a tenista de 22 anos.

“Só quero jogar um bom tênis e continuar melhorando. No começo eu me importava, principalmente antes de chegar no top 100. Depois de atingir essas marcas, pensei: ‘Ok, que legal ter feito isso, mas o que vem a seguir? É uma classificação, apenas um número’. Depois acabei percebendo que realmente não me importo com classificações”, comentou Navarro.

A norte-americana mostrou confiança em seu jogo e falou que sempre entra para ganhar, independente da adversária. “Trabalhei muito ao longo dos anos para chegar a este ponto e poder jogar em um nível que possa competir com as melhores jogadoras do mundo. Acho que mostrei isso hoje. Estou muito animada por conseguir a vitória e pronto para o próximo jogo”.

Depois de uma batalha de quase duas horas contra Sabalenka, Navarro garantiu estar preparada para longas batalhas. “Adoro lutar, por isso me esforcei muito no condicionamento físico, para ter certeza de que estou forte o suficiente, em forma e capaz de percorrer qualquer distância. Acho que ter isso me dá muita confiança, sabendo que posso ficar em quadra o tempo que for preciso”, disse a atual 23 do mundo.

Outra questão importante para a norte-americana em seu jogo é a agressividade, algo que mudou desde o começo de carreira. “Quando era mais jovem, jogava de uma forma que queria ganhar os pontos e as partidas apenas reagindo ao que meu oponente fazia. Mas neste nível não tem como fazer isso, ou você está atacando ou está sendo atacada. Eu prefiro fazer o primeiro”, comentou Navarro.

“Uma das coisas que adoro em jogar é que posso me desafiar todas as semanas. Portanto, enfrentar um adversário como ela (Sabalenka) naquele palco é o mesmo desafio que melhorar meu forehand ou melhorar meu backhand. É uma das coisas que me mantém investido no jogo, sempre entro em quadra acreditando que tenho uma chance de vencer, é sempre minha prioridade dar o meu melhor. Se uma vitória resultar disso, então é incrível”, acrescentou.

1 Comentário
Oldest
Newest Most Voted
Inline Feedbacks
Ver todos os comentários
Luis Ricardo
Luis Ricardo
1 mês atrás

Grande jogo Emma …..

PUBLICIDADE

VÍDEOS

Veja como foi a espetacular vitória de Fonseca sobre Sonego

Nadal pode ter feito seu último jogo oficial em Barcelona

PUBLICIDADE