PLACAR

Nadal põe AO em dúvida: “Não tenho certeza de nada agora”

Foto: Tennis Australia

Brisbane (Austrália) – Mais do que a eliminação nas quartas de final do ATP 250 de Brisbane em si, Rafael Nadal saiu de quadra com uma preocupação extra, já que precisou de atendimento médico no terceiro set com dores na região do quadril. Questionado sobre a gravidade do problema, o espanhol disse ainda não ter muitas informações, mas colocou em dúvida sua participação no Australian Open, daqui a dez dias.

“Preciso ver como vou acordar amanhã de manhã. Espero que não seja grave e que eu possa ter a chance de treinar na próxima semana e jogar em Melbourne. Honestamente, não tenho 100% de certeza de nada agora. Tenho falado com muita cautela porque sei que depois de um ano parado é difícil fisicamente disputar torneios no mais alto nível e quando as coisas ficam mais difíceis, você não sabe como seu corpo vai reagir”, disse na entrevista coletiva após a partida.

+ Clique aqui e siga o Canal do TenisBrasil no whatsapp

Rafa, no entanto, confirmou que o incômodo aconteceu numa região próxima da lesão que o afastou das quadras por um ano, mas acredita ser uma situação mais simples desta vez. “É um local muito parecido, mas são situações diferentes. Senti mais os músculos cansados. Antes foi o tendão. Com certeza não é igual ao ano passado, porque quando aconteceu em 2023 senti algo drástico imediatamente. Hoje não senti nada. O único problema é que o lugar é o mesmo e você fica um pouco mais assustado que o normal”, frisou.

“No melhor cenário, é só o músculo sobrecarregado depois de alguns dias de esforço e de uma partida muito dura. Isso seria o ideal, algo que sabemos que pode não acontecer. É por isso que falo o tempo todo que meu objetivo é tentar ser competitivo daqui a alguns meses. Não vim aqui para ganhar torneios agora, mas para tentar voltar e fazer isso de uma forma positiva”, acrescentou.

Elogios a Thompson e semana positiva

Ao falar sobre a partida, Nadal lamentou as chances desperdiçadas, como os três match-points no segundo set, mas destacou o desempenho de Jordan Thompson e avaliou seu retorno às quadras como positivo.

“Estou bem cansado e triste neste momento porque tive muitas oportunidades, mas acho que ele fez um bom jogo. Para mim, mesmo que não tenha sido a melhor partida, tive muitas oportunidades de vencer, mas preciso aceitar isso. Depois de um ano, é normal que as coisas aconteçam assim. Hoje o adversário jogou bem e me fez jogar sempre mais uma bola”, analisou.

“Estou feliz pela forma como a semana correu. Se isso [lesão] não for grave, é uma semana muito positiva, mas vamos esperar. Hoje é dia de ficar feliz e de parabenizar o adversário, e então nos próximos dias veremos como me sinto. O momento é de ter calma e esperar como vou acordar amanhã e depois de amanhã”, completou.

17 Comentários
Oldest
Newest Most Voted
Inline Feedbacks
Ver todos os comentários
Helton
Helton
1 mês atrás

Foi “bom” pro torneio, pois se o Nadal tivesse ganho, dificilmente ele entraria em quadra na próxima rodada. E o Thompson jogou muito.

David Almeida
David Almeida
1 mês atrás
Responder para  Helton

Eu acredito que Nadal não sentiu nada, deu um migué pois estava perdendo feio e seu adversário estava inspirado e jogando muito. Se Nadal tivesse vencido o tie-break e feito 2-0 não estava falando em lesão. A idade pesa e Nadal nunca mais jogará em altíssimo nível, o Miúra só tem chances na gira de saibrô e se não ganhar nada se aposenta depois das Olimpíadas.

Luiz Neto
Luiz Neto
1 mês atrás
Responder para  David Almeida

Perdendo feio? Que comentário mais sem noção, Nadal chegou a ter matchpoints.

Antônio Luiz Júnior
Antônio Luiz Júnior
1 mês atrás

Perdeu o jogo ao perder um tie break ganho no segundo set. O retorno as quadras após um ano parado, de uma maneira geral, foi positivo – mas, não tem nem de longe a intensidade de jogo de antes… Vamos torcer para não ser nada grave…

Andre Borges
Andre Borges
1 mês atrás

Uma pena

Alexandre Monteiro
Alexandre Monteiro
1 mês atrás

Digamos que rafa seja o maior “mole” da história do tênis… É simplesmente vergonhoso que ao longo de toda sua carreira, rafa tenha se ausentado apenas uma vez de RG, enquanto nos outros 3, foram mais de 20 desistências por motivos “narrativos”???…
Pra quem já saiu mancando de um masters1000 à 1 semana de Rolanga é se recuperou à tempo com infiltrações, é de se estranhar essa choramingueira há 2 semanas do AO.

Última edição 1 mês atrás by Alexandre Monteiro
Não sou um robô
Não sou um robô
1 mês atrás
Responder para  Alexandre Monteiro

Ele e Djokovic são mestre em fazer cena, porém acho que existe um motivo pra que ele jogo lesionado em RG, o fato de que a chance de ele ganhar lá é grande, diferente dos outros pisos, onde ele não é nem um top 50.
Logo, vale a pena o sacrifício em RG, do mesmo jeito que valeria a pena o sacrifício pra Federer em jogar lesionado em Wimbledon, caso Djokovic não jogasse lá.

Paulo Almeida
Paulo Almeida
1 mês atrás
Responder para  Não sou um robô

Federer jogou lesionado e tomou pneu do Hurkacz em Wimbledon, não do Djokovic. Valeu a pena mesmo?

Eduardo
Eduardo
1 mês atrás
Responder para  Alexandre Monteiro

Perfeito comentário Sr. Monteiro. Imagino que tenha bastante autoridade ao escrever, das profundezas de seu confortável sofá ,sobre um tenista que tem uma carreira medíocre, que deve estar passando por necessidades financeiras e, acima de tudo, muito preocupado com o que você acaba de escrever. O importante na vida é se levar a sério. Parabéns!

Fábio Sena
Fábio Sena
1 mês atrás

Começou a lorota! Ele perdeu, não foi o adversário que ganhou…

Rafael Antonio
Rafael Antonio
1 mês atrás
Responder para  Fábio Sena

É sempre assim….. ele é uma lenda do esporte, mas sempre que perde primeiro ele fala de lesão e depois, só depois, parabeniza o adversário. Isso é muito feio

Thiago Pereira
Thiago Pereira
1 mês atrás

Jogo é jogo, treino é treino. Ele está se sentindo bem nos treinamentos, não significa muita coisa. Ainda mais para disputar um GS,onde se joga em 5 sets.Pelo visto voltou a sentir na mesma região do ano passado. Lesão no quadril costuma ser coisa séria e dificilmente voltam em alto nível. Não duvido ele pular o AO para focar na temporada de saibro e o seu querido RG. Sei não, mas acho que realmente esse deverá ser o seu ano de despedida do circuito.

Jorge
Jorge
1 mês atrás

Putz… ai é não é mole. Quadril é aposentadoria mesmo… vide Guga, Norman…

hyrata hykeno abe
1 mês atrás

Um cara que não respeita os limites do corpo.

Sidney
Sidney
1 mês atrás

Um guerreiro, milionário, números na carreira fenomenais e tentando voltar.

Luiz Neto
Luiz Neto
1 mês atrás

Acho que Nadal vai se recuperar.

Souza Oliveira
Souza Oliveira
1 mês atrás

Uma coisa eu sei viva o esporte chamado tênis…. E pra esses babá ovo de um cara aí que Nunca será. Vão assistir jogo de vôlei esse esporte não é pra vocês kkkkk tá louco Paz

PUBLICIDADE

VÍDEOS

Bopanna entra para a história do tênis aos 43 anos

A emoção de Hsieh e Mertens com o novo título de Slam

PUBLICIDADE