PLACAR

Nadal brinca com atraso no vestiário: “Sou lento”

Foto: Tennis Australia

Brisbane (Austrália) – A segunda vitória de Rafael Nadal em seu retorno ao circuito ficou marcada não apenas pelo bom desempenho do espanhol, mas por uma situação que acabou rendendo risadas dele próprio após a partida. No intervalo para o segundo set, o jogador de 37 anos utilizou a pausa no jogo para trocar o uniforme, mas acabou sendo advertido pelo árbitro por extrapolar o tempo máximo permitido.

Sem entender direito o que aconteceu naquele momento, ele explicou a situação. “Foi meio estranho. Aqui em Brisbane é muito úmido, então precisei trocar  todas as peças de roupa. Eles estavam me contando no rádio… 3 minutos, 2 minutos, 1 minuto, 30 segundos. Saí na hora certa e pensei que tinha chegado a tempo. Sou lento e sei disso. Vou tentar continuar melhorando em 2024”, disse o espanhol aos risos na entrevista ainda em quadra.

Já na coletiva de imprensa, ele deu mais detalhes sobre a situação e admitiu não saber exatamente as regras atuais para a ida ao banheiro durante as partidas. “Realmente não entendo muito bem. Preciso checar a regra exatamente porque não sei como estão as coisas, se algo mudou. Até onde eu sei, você tem cinco minutos dentro do vestiário. Depois desses cinco minutos, eu já estava fora do vestiário”, afirmou.

Em outro momento da entrevista, o espanhol reclamou um pouco das condições climáticas e também das bolas do torneio. “A bola no final do primeiro set estava super grande. Foi difícil movimentá-la da maneira correta. Acho que às vezes ela fica muito grande, principalmente nessas condições úmidas. Não sei o que está acontecendo com a bola, mas ela está morta. Com as bolas novas, claro que a situação muda bastante.”

Boa atuação e bem-estar físico
Sobre a partida desta quinta-feira, em que venceu Jason Kubler por 6/1 e 6/2, Rafa saiu contente com o próprio desempenho e, acima de tudo, comemorou estar se sentindo fisicamente muito bem, livre das dores e dos problemas que o afastaram das quadras por quase um ano. “Foi um jogo positivo, sem dúvida. Acho que joguei os primeiros cinco games da partida num nível de tênis muito bom, fazendo quase tudo da maneira certa. Foi uma partida sólida. Estou feliz pela vitória e é importante para mim que amanhã eu volte a jogar”, frisou.

“O lado bom é que as duas primeiras partidas não foram partidas muito longas. Em termos gerais, o mais importante é que a cirurgia no quadril não está me incomodando em nada e o pé está respondendo bem. Essa é para mim a principal questão, pois consigo me mover sem limitações”, completou.

+ Clique aqui e siga o Canal do TenisBrasil no whatsapp

Próximo adversário
Nas quartas de final, Rafael Nadal terá pela frente o australiano Jordan Thompson, de 29 anos e 55º do ranking, que nem precisou entrar em quadra nesta quinta-feira, beneficiado pela desistência do francês Ugo Humbert. O espanhol venceu os dois duelos anteriores contra Thompson, realizados nos anos de 2020 e 2022. O reencontro será nesta sexta-feira às 7h (de Brasília) e Rafa falou sobre o próximo confronto.

“É um adversário difícil, que sabe sacar, joga muito bem da linha de base e tem facilidade para subir à rede. Então será um teste importante para mim amanhã. Espero poder jogar um bom tênis como hoje. Vamos ver, cada dia é uma aventura e uma nova oportunidade”, destacou.

3 Comentários
Oldest
Newest Most Voted
Inline Feedbacks
Ver todos os comentários
Leo
Leo
1 mês atrás

Ele gosta de catimba mesmo. Para tirar o adversário do foco. Péssimo estilo de jogo

Emerson
Emerson
1 mês atrás
Responder para  Leo

Chora mais, neném…

Paulo
Paulo
1 mês atrás
Responder para  Leo

Realmente ele tirou o cara do jogo depois de ganhar de 6×1

PUBLICIDADE

VÍDEOS

Bopanna entra para a história do tênis aos 43 anos

A emoção de Hsieh e Mertens com o novo título de Slam

PUBLICIDADE