PLACAR

Murray desiste de simples em Wimbledon, mas segue na dupla

Foto: Peter Nicholls/AELTC

Londres (Inglaterra) – Não deu para o britânico Andy Murray se recuperar a tempo de participar desta edição de Wimbledon. Na manhã de terça-feira, o tenista da casa anunciou que estava se retirando da competição de simples, por não se sentir bem o suficiente após uma operação nas costas de 10 dias atrás. Contudo, o tenista da casa espera competir na dupla com o irmão Jamie Murray.

“Infelizmente, apesar de trabalhar incrivelmente duro em sua recuperação desde sua operação há pouco mais de uma semana, Andy tomou a decisão muito difícil de não jogar as simples este ano. Como se pode imaginar, ele está extremamente decepcionado, mas confirmou que jogará nas duplas com Jamie e está ansioso para competir em Wimbledon pela última vez”, disse um comunicado divulgado pelo ex-número 1 do mundo.

Inicialmente, o britânico disse que tomaria sua decisão na segunda-feira à noite, mas conforme as horas passavam, nenhuma palavra sobre sua decisão foi dada. Esta seria sua grande despedida do All England Club e ele fez tudo o que podia até o último instante para jogar uma última partida. Sua vaga na chave será ocupada pelo belga David Goffin, que entra como lucky-loser e desafia o tcheco Tomas Machac.

Este ano, ele deixou claro que provavelmente se aposentará depois das Olimpíadas. Mesmo assim, Murray estava determinado a sair como entrou: jogando a todo vapor, competindo e fazendo tudo o que estava ao seu alcance para vencer. Infelizmente, seu corpo não cooperou e ele foi derrubado por um problema nas costas no Queen’s Club. Desde então, vem desafiando a ciência médica ao voltar à quadra, embora em nível abaixo do normal.

Como a chave de duplas começa apenas no final desta semana, o escocês terá mais alguns dias para treinar e reabilitar suas costas. Andy nunca jogou em Wimbledon ao lado de seu irmão Jamie, embora tenham vencido dois títulos no circuito no passado e juntos foram importantes na campanha da Grã-Bretanha rumo ao título da Copa Davis da em 2015.

1 Comentário
Oldest
Newest Most Voted
Inline Feedbacks
Ver todos os comentários
Lucas F.
Lucas F.
16 dias atrás

Triste pelo Murray, mas feliz porque ouvi dizer que o Goffin que é um dos meus tenistas favoritos vai entrar no lugar dele! E ele tem mais chances de avançar tb!

PUBLICIDADE

VÍDEOS

Reveja os melhores lances da final masculina de Wimbledon

Momento histórico: Hewett completa o Slam em Wimbledon

PUBLICIDADE