PLACAR

Muchova sai de quadra frustrada com desempenho

Foto: Simon Bruty/USTA

Nova York (EUA) – Vice-campeã de Roland Garros neste ano, a tcheca Karolina Muchova chegou perto de alcançar sua segunda final de Grand Slam, mas não foi páreo para a norte-americana Coco Gauff na noite de quinta-feira e acabou eliminada nas semifinais do US Open. Após a partida, a atual número 10 do mundo lamentou não ter conseguido jogar em seu melhor nível.

“Dois dias atrás eu estava sentado aqui e acho que falei algo como se estivesse bem do começo ao fim, mas hoje estava mal do começo ao fim”, disse Muchova com um sorriso amarelo. “Estou muito triste com o resultado, por não ter conseguido dar o melhor de mim em quadra. Sim, estou meio triste com meu desempenho”, complementou a tcheca.

“Acho que não joguei nem 60% hoje, então não tive nenhuma chance. E mesmo que tivesse chance, não aproveitei hoje, precisava estar 100% para talvez vencê-la”, lamentou a tcheca, que também elogiou bastante sua algoz. “ Ela está se movendo bem, chega em todas bolas e sempre te força a jogar um ponto mais. Então você tem que estar focada na hora de finalizar os pontos”, acrescentou.

Em um dia sem inspiração, Muchova contou que tentou aproveitar a pausa causada por um protesto contra combustíveis fósseis para mudar algo. “Tentei encarar isso como algo positivo, conversei com meus treinadores e eles estavam tentando me acordar. Acho que depois do intervalo joguei um pouco melhor, mas não foi o suficiente”, observou a tcheca.

Muchova também explicou a proteção que usou no braço direito. “Estou com um probleminha no braço, então tentei fazer de tudo para melhorar e não sentir tanta dor. Então experimentei a manga. Eu tinha algumas fitas embaixo dela. Achei que funcionaria melhor com a manga do que apenas com as fitas”, contou a número 10 do mundo.

PUBLICIDADE

VÍDEOS

Bopanna entra para a história do tênis aos 43 anos

A emoção de Hsieh e Mertens com o novo título de Slam

PUBLICIDADE