PLACAR

Monteiro perde match-point e cai nas quartas no Uruguai

Foto: Uruguay Open

Punta del Este (Uruguai) – Chegou ao fim a campanha de Thiago Monteiro no challenger de Punta del Este. Cabeça de chave número 5 e último brasileiro vivo na competição, o número 2 do Brasil chegou a ter um match-point no tiebreak do terceiro set, mas acabou desperdiçando a chance e foi derrotado pelo argentino Roman Burruchaga, filho de Jorge Burruchaga, pelo placar de 6/3, 5/7 e 7/6 (8-6) em batalha de 3h16, nesta sexta-feira.

Este foi o primeiro torneio do canhoto cearense na temporada de 2024, depois de pular toda a gira de quadra dura na Oceania devido a uma lesão na mão direita sofrida ainda em novembro do ano passado. Agora, ele embarca para a Suécia, onde o Brasil enfrentará os donos da casa pelo qualificatório mundial na Copa Davis, nos próximos dias 2 e 3 de fevereiro.

Atual número 120 do mundo, Monteiro terá uma movimentação mínima no ranking da próxima segunda-feira ao subir uma posição. Por sua vez, Burruchaga ocupa a 180ª posição na lista da ATP e está saltando provisoriamente para o 169º. Na semifinal, ele medirá forças com o compatriota Thiago Tirante, 118º colocado e cabeça 4 do torneio, que superou nas quartas o quali boliviano Murkel Dellien por 6/3 e 6/0.

+ Clique aqui e siga o Canal do TenisBrasil no whatsapp

O jogo desta sexta-feira começou parelho e os sacadores mantiveram seus serviços até o oitavo game, quando o brasileiro acabou sendo quebrado e viu o argentino fechar a primeira parcial em seguida. Já no segundo set, houve uma troca de quebras nos dois primeiros games e Monteiro salvou um break-point quando o placar apontava 5/5, se salvando no jogo e fechando a parcial no saque do adversário logo na sequência.

O terceiro começou muito bem para o cearense, que abriu 2/0, mas não conseguiu segurar a vantagem. O equilíbrio se manteve até o fim da parcial, com apenas um break salvo por Thiago novamente no 11º game, e a definição foi para o tiebreak. No desempate, Burruchaga chegou a ter 5/4 e dois saques, mas permitiu a reação do brasileiro, que chegou ao match-point no seu serviço. No entanto, ele não confirmou e acabou deixando escapar a vitória ao perder três pontos seguidos.

16 Comentários
Oldest
Newest Most Voted
Inline Feedbacks
Ver todos os comentários
Albert
Albert
5 meses atrás

Sim, perdeu um match point, e foi um match point horrível. Vacilou.

Cacio Luiz Crozariolo
Cacio Luiz Crozariolo
5 meses atrás
Responder para  Albert

Não cheguei a ver o match point perdido mas esses pontos desabam ele. Sempre que ele perde um ponto decisivo que teoricamente é fácil, ele cai em um abismo.

Bukele
Bukele
5 meses atrás

Monteiro está tentando esquentar o motor pra Gira sul-americana de saibro, mas perdendo pra jogadores baixo nível assim, periga tomar tunda em todas as 1as e 2as rodadas na América do Sul visto que os torneios ATP por aqui estão ficando difíceis, cheios de top 50. Sei não. O Wild até tem condição de arrumar alguma semifinal, quartas de final, se a chave não atrapalhar. Pro Monteiro conseguir isso vai ter que jogar no máximo dos máximos, não pode vir meia boca.

Ubiratan (Black)
5 meses atrás

Para recomeço, depois da contusão, tá bom! é continuar crescendo.
Depois de cada um ganhar seu set, Monteiro ia controlando e se mantendo na frente no 3S, dificuldades pros dois, mas perdeu algumas chances mesmo antes de ter o MP do tiebreak.
Continuar treinando e voltar às melhores condições.
Recalibrar esse primeiro serviço que complicou apesar de alguns aces. Foi um dos fatores que não ajudaram.

Jorge Luiz
Jorge Luiz
5 meses atrás

Como que joga um ponto de match point tão terrível, balão do adversário e Monteiro joga no meio da rede,um horror, e foi ele sacando, isso porque enfrentou o 180 do mundo

Jorge Luiz
Jorge Luiz
5 meses atrás

Vamos esperar o Fonseca, porque os outros brasileiros, mais ou menos o Wild,entre as mulheres só a Bia, simples e duplas e Luísa nas duplas

Thiago
Thiago
5 meses atrás

Burruchaga não é nenhum pangaré, mas Monteiro não jogou bem hoje. Errou demais. Perder o match point é do tênis, nada demais. Mas era pra ter liquidado antes. Paciência, bola pra frente.

Alex
Alex
5 meses atrás

Qual a novidade?

Leo realista
Leo realista
5 meses atrás

Quando a gente pensa que agora vai…

Francisco de Oliveira Neto
Francisco de Oliveira Neto
5 meses atrás

Como sempre, se espera alguma coisa e nunca acontece.

Márcio
Márcio
5 meses atrás

Essa doeu por causa daquele match point rsrs!!! Faz parte do esporte!! Moleque filho do goleador argentino é bom de bola tbm!! Thiago ainda tem muita lenha pra queimar!!! Bora pra próxima!!!

Sergio
Sergio
5 meses atrás

Qual é a surpresa? Brazilian Storm em ação!

Rogério Falco
Rogério Falco
5 meses atrás

Jogo muito equilibrado. Monteirão da massa foi valente no segundo set, mas no primeiro e último sets o argentino foi cirúrgico, méritos pra ele. Não sei como será o futuro deste Burrochaga mas ele tem recursos e cabeça fria. Pro Monteiro lembrando que foi o primeiro torneio do ano, pode melhorar.

Julio
Julio
5 meses atrás

Acho que o Monteiro devia comecar a pensar em se concentrar para jogar duplas.

Leo, o realista
Leo, o realista
5 meses atrás
Responder para  Julio

Deveria mesmo. Está cada vez mais difícil de imaginar ele com ranking para os slams e atp em singles

Marcelo Ikeda
Marcelo Ikeda
5 meses atrás

Mais um torneio em que o mental pesou contra o Monteiro. De todo modo, esses CHL são traiçoeiros… vejam que Coria e Barrios Vera perderam na R1…

PUBLICIDADE

VÍDEOS

Reveja os melhores lances da final masculina de Wimbledon

Momento histórico: Hewett completa o Slam em Wimbledon

PUBLICIDADE