PLACAR

Monteiro não consegue passar por Lehecka e para na 3ª rodada

Foto: Mutua Madrid Open

Madri (Espanha) –  Acabou nesta segunda-feira a boa campanha do cearense Thiago Monteiro no Masters 1000 de Madri. Responsável pela eliminação do grego Stefanos Tsitsipas, o número 2 do Brasil e 118 do mundo parou na terceira rodada. Seu algoz foi o tcheco Jiri Lehecka, que levou a melhor sobre o canhoto em sets diretos, com parciais de 6/4 e 7/6 (9-7), após 2h de partida.

Garantido pela terceira vez nas oitavas de final de um Masters 1000, o tcheco de 22 anos tenta avançar para as quartas pela segunda vez, repetindo o que fez mais cedo neste ano em Indian Wells. Ele espera agora pelo vencedor do duelo entre o espanhol Rafael Nadal e o argentino Pedro Cachin.

Vindo do quali, o cearense perdeu a oportunidade de voltar ao top 100 caso alcançasse as quartas no saibro madrilenho, mas com a campanha no torneio, com duas vitórias na fase de classificação e mais duas na chave principal, ele está ganhando provisoriamente 12 lugares no ranking, subindo para a 106ª colocação.

Monteiro ainda segue na disputa em Madri, só que na chave de duplas. Ele se juntou a italiano Flavio Cobolli e terá pela frente na estreia a parceria dos franceses Sadio Doumbia e Fabien Reboul, cabeças de chave 16, podendo cruzar com o mineiro Marcelo Melo na segunda rodada caso ambos vençam suas primeiras partidas no torneio.

Jogo começa bem disputado

O primeiro set foi bastante parelho, com grande aproveitamento de saque dos dois lados. Monteiro venceu 74% dos pontos e Lehekca 78%. A primeira chance de quebra veio apenas no sétimo game e foi crucial, com o cearense perdendo o serviço em 15-40. Depois disso, o tcheco administrou a vantagem até sacar para fechar no 10º game, quando salvou um break-point e fechou no primeiro set-point.

Lehecka não apenas teve um desempenho um pouco superior com o saque no set inicial, mas também foi um pouco mais firme, levando a melhor nos momentos de pressão, converteu o único break-point que teve e salvando também o único que enfrentou. Ele teve três winners a mais que Monteiro (8 a 5) e compensou com três erros não forçados também a mais (4 a 1).

Monteiro luta, mas não resiste

Aproveitando o embalo da vitória na primeira parcial, o cabeça de chave 30 abriu 2/0 na largada da segunda. Só que a vantagem não durou muito e Monteiro conseguiu buscar a igualdade ao anotar, no quarto game, sua primeira quebra do jogo. Logo em seguida, na virada do quinto para o sexto game, o cearense pediu atendimento médico por um desconforto muscular e saiu de quadra.

Monteiro passou por um momento de aperto no nono game, quando sofreu para confirmar e até enfrentou break-point contra, mas conseguiu achar bons saques quando precisou. O canhoto de Fortaleza tentou pressionar no 12º, viu Lehecka sacar em 30-30, mas não conseguiu sequer alcançar uma chance de quebra e a definição foi mesmo para o tiebreak.

O desempate foi no mesmo ritmo do restante da partida, com chances para ambos os lados e margens mínimas. Lehecka chegou a abrir 6-4 e teve dois match-points, que foram evitados por Monteiro em grandes pontos. O cearense depois teve um set-point que não converteu e ao enfrentar um terceiro match-point contra, acabou jogando para fora em um lance bastante disputado e foi eliminado.

53 Comentários
Oldest
Newest Most Voted
Inline Feedbacks
Ver todos os comentários
Guilherme Alcantara
Guilherme Alcantara
29 dias atrás

Endureceu muito o jogo, vendeu caríssimo. Excelente a participação dos brasileiros na chave masculina.

Fernando Romero
Fernando Romero
28 dias atrás
Responder para  Guilherme Alcantara

Não deu, uma pena. O triste é que perdeu a chance de provavelmente enfrentar o Nadal na próxima rodada. Mas o checo foi melhor. Saque ignorante a mais de 220 por hora. No tiebreak o Monteiro não colocou o primeiro serviço em quadra e isso foi fatal. Mas sai de cabeça erguida e com 88 mil euros no bolso.

Fernando Venezian
Fernando Venezian
29 dias atrás

Que tênis incrível o Thiago apresentou! Caiu atirando! Orgulho total! O tcheco é muito duro! Vai sacar assim lá em Praga!

Leandro Passos
Leandro Passos
29 dias atrás
Responder para  Fernando Venezian

Ele é o Tomaz Berdich 2.0.

Fernando Venezian
Fernando Venezian
28 dias atrás
Responder para  Leandro Passos

Ótima comparação, Leandro

Felipe
Felipe
28 dias atrás
Responder para  Leandro Passos

Precisa ser top10 por uns 8 anos ainda pra ser comparado rrsss

Fernando Venezian
Fernando Venezian
28 dias atrás
Responder para  Felipe

Felipe, Berdych teve uma grande carreira, mas acho que a comparação foi sobre o saque

Marcos Ribeiro
Marcos Ribeiro
28 dias atrás
Responder para  Felipe

Errado, Felipe. Você está supondo a comparação estatística de uns 3 anos de carreira com uns 15 anos de carreira. Aí não dá mesmo para comparar, mas isto está fora de cogitação, seria um absurdo.

Mas é possível e válido comparar a forma de jogar e também as estatísticas entre períodos iguais das carreiras.

Rafael
Rafael
28 dias atrás
Responder para  Fernando Venezian

O tcheco sacou demais!! Jogo duríssimo!

Fernando Venezian
Fernando Venezian
28 dias atrás
Responder para  Rafael

Rafael, um dos melhores sacadores do circuito, fora que o backhand é ótimo

Fred Magalhães
Fred Magalhães
29 dias atrás

Grande campanha do Monteiro e muito bom jogo. O tcheco era muito favorito mas Thiago acreditou e não entregou o jogo em nenhum momento. Perdeu, mas de cabeça erguida, enfrentando o favorito.

Fabricio
Fabricio
29 dias atrás

Monteiro bem que poderia manter esse nível pelo restante da temporada, já tem 30 anos, não tem mais tempo pra jogar de bobeira. Se mantiver esse nível ainda dá tempo de ganhar algum ATP.

Willian Rodrigues
Willian Rodrigues
28 dias atrás
Responder para  Fabricio

Lembrando que Struff venceu seu 1º ATP aos 33 anos de idade… Algo muito digno e muito meritório, diga-se de passagem. Sempre achei o Monteiro muito esforçado e um título em nível ATP seria um prêmio muito justo pela sua carreira até aqui.

Guilherme do ES Ribeiro
Guilherme do ES Ribeiro
28 dias atrás
Responder para  Willian Rodrigues

Concordo plenamente

Arthur
Arthur
29 dias atrás

Pois é, tomara que ele jogue sempre assim agora

O realista
O realista
29 dias atrás

Boa e surpreendente campanha do nosso conterrâneo.
Agora só não pode chegar e jogar e perder pra top250 num torneio pequeno…

Thiago
Thiago
29 dias atrás
Responder para  O realista

Comentário sensato. Parabéns, você consegue. Não é tão difícil, tá vendo?

Scott
Scott
28 dias atrás
Responder para  O realista

Ele teve uma injeção de ânimo que foi a campanha do Fonseca e Wild. Tem que motivar por conta própria! Boa sorte.

Cacio Luiz Crozariolo
Cacio Luiz Crozariolo
28 dias atrás
Responder para  O realista

Parabéns pelo comentário, espero que esteja em “desconstrução” de sua personalidade, verá o quão bem isso lhe fará!

Evandro
Evandro
28 dias atrás
Responder para  Cacio Luiz Crozariolo

Depois da lapada, ou muda ou muda.

Thiago
Thiago
29 dias atrás

Valeu demais Monteirão! Hoje só faltou aquele pó de pirlimpimpim que caiu na cabeça dele contra o Tsitsipas. Errou umas bolas que, contra o grego, eram só winners. Se mantiver esse nível, fura o quali de novo e aí o top 100 é logo ali.

Bora furar e fazer pelo menos outra R2!

Leonel
Leonel
28 dias atrás
Responder para  Thiago

Sim. Thiago . Voltou a jogar como antes. Voltou ao bom.nivel de tênis ATP. É seguir assim e voltar ao top 80 tranquilo e de quebra pode ganhar ATP .

Carlos Alberto Ribeiro da Silva
Carlos Alberto Ribeiro da Silva
29 dias atrás

Parabéns Monteiro pela campanha no torneio. Se continuar jogando com confiança e agressividade daqui pra frente, poderá obter outros bons resultados.

Marcelo Calmon
Marcelo Calmon
29 dias atrás

Grande jogo do Monteiro. Jogou quase sempre com o 2° serviço no TB, mas mesmo assim não se abalou. Pena ter devolvido logo em seguida a DF que recebeu de presente do checo nesse TB.
Se jogar assim nos demais torneios, tem tudo pra voltar ao TOP 50.

Jorge Luiz
Jorge Luiz
28 dias atrás
Responder para  Marcelo Calmon

Ele nunca esteve no top 50, tomara que entre

Luciano
Luciano
29 dias atrás

Jogou com muita raça! Merecia ter ganho o segundo set, foi muito parelho e no terceiro set ficaria bem aberto! Parabéns Monteiro!

Haroldo Guimarães
Haroldo Guimarães
28 dias atrás

Parabéns Monteirão da Massa. um Orgulhos de tenista brasileiro, vamos para Roma fazer uma boa semana tb.

Jorge Luiz
Jorge Luiz
28 dias atrás

Jogo muito difícil, é continuar a caminhada que coisas boas virão

JONY MARCIO SANTOS
JONY MARCIO SANTOS
28 dias atrás

Excelente campanha do Monteiro. Na torcida pra que a temporada continue assim.

Juscelino Pinho
Juscelino Pinho
28 dias atrás

Valeu Monteiro. Vendeu caro a derrota. Fez uma boa participação no torneio.

F J de Santana
F J de Santana
28 dias atrás

Acho que, como sempre, falta ambição ao Monteiro. Seu maior feito ate hoje foi vencer o Tsitsipas jogando com intensidade o tempo todo e vencendo seu maior adversário de sempre que é o medo de vencer. Se tivesse passado os ultimos dois dias metendo na cabeça que não seria nada espetacular vencer um top 30 de 22 anos depois de vencer um top 10 consagrado, talvez tivesse vencido hoje e, de uma vez por todas, derrotado o medo de vencer. Mas de fato fez um grande torneio. Agora é tentar repetir o feito noutro torneio

O realista
O realista
28 dias atrás
Responder para  F J de Santana

Eu como tenista amador, não concordo que exista isso de medo de vencer.
Acho que faltam golpes mesmo, como devolução. E consistência. Conseguiu encontrar bons recursos numa semana mágica… A questão que fica é se vai reencontrar esse bom tenis nos proximos eventos…

F J de Santana
F J de Santana
28 dias atrás
Responder para  O realista

Quando Thiago ainda era moleque, mandava ver. Quando surgiu para o tênis todo mundo achava que ele ia ser top 10 como new generation. Acontece que no tênis profissional nao basta dar pancadão. E, infelizmente, o jogo estava mudando a favor dos jogadores que batiam e recebiam na linha de base ou mais para dentro da quadra. O Thiago, seus técnicos brasileiros nao perceberam a mudança drástica e radical e insistiram num modelo de jogo obsoleto do tênis brasileiro de ate entao, i.e. todo mundo la num fundao impossível de devolver as bolas dos caras que jogavam dentro da quadra. Pura Física aplicada. Ou geometria para quem nao tivesse menor visão de Física. Mas o problema de muito cego é nao querer enxergar e ficamos para tras para sempre. O problema nao é falta de golpes mas falta de familiaridade com altura e velocidade das bolas na devolução. O Thiago se impôs uma disciplina gigante entrando na quadra o tempo todo com o Tsisipas e so consegui devolver porque deu dois passos adiante de onde costuma jogar. O mesmo problema teve o Wild no ultimo jogo. Parecia que ia disputar espaço com o fiscal no fundo da quadra. Eis porque o Fonseca me fascina. Joga la dentro da quadra e tem timing para devolver tudo dando pancadão.

Marcos
Marcos
28 dias atrás
Responder para  F J de Santana

Boa análise FJ

Fabricio
Fabricio
28 dias atrás
Responder para  F J de Santana

Também percebi o medo de vencer nele hoje, em alguns momentos. Monteiro precisa parar com essa bobeira kkkk tá véio já !

Felipe
Felipe
28 dias atrás

Grande Monteiro, guerreiro, o cara jogou muito e o Thiago se esforçou ao máximo. Parabéns!!! Será que ele irá pro quali de Roma?????

Marcus Henrique
Marcus Henrique
28 dias atrás

Campanha muito digna do Monteiro. Jogando um tênis muito pesado, com golpes muito duros…

E esse forehand hein? O que o Monteiro fez pra deixar seus golpes tão pesados? Foi algum treino específico?

Eu não lembro do Monteiro bater tão pesado na bola. Os golpes dele de fundo de quadra tão castigando MUITO…

Thiago
Thiago
28 dias atrás
Responder para  Marcus Henrique

Sempre bateu. Ele sempre se garantiu na trocação da linha de base. E mais recentemente, melhorou muito o saque – e em Madrid, o saque só não fez chover.

Marcus Henrique
Marcus Henrique
28 dias atrás

Se o Thiago Monteiro continuar jogando nesse nível pesado, mês que vem entra no top 100 de novo, e em 2 meses volta pro top 90.

Ele não pode ficar perdendo pra top 300 como o Orlando Luz. Quando entrar em challenger, tem que entrar pra copar logo. Sem ficar se trocando com jogadores de ranking mais baixo.

Leonel
Leonel
28 dias atrás

Só o Wild que não fechou legal contra Alcaraz. Esqueceu o que deveria ter feito. Tava apático. Pareceu um juvenil. Contra Alcaraz era jogo pra brincar. Sem pressão alguma. Sem nervosismo. Sem apatia. No final estão de parabéns nossos moleques. Os 3 foram bem. É para aplaudir. Isso tudo vai multiplicar agora. Um vai puxar outro.

João Roberto Candeloro
João Roberto Candeloro
28 dias atrás

Falta melhor devolucao e há certa inconstância no saque em momentos capitais. Mas o jogo de quadra está excelente.

Neto
Neto
28 dias atrás

Vendeu caro! Mas vendeu.
Que pena. Mas o saldo foi bem positivo. Principalmente a forma de jogar, a confiança em seu jogo e em seus golpes. E eu torço muito para que ele tenha percebido que deve explorar mais os torneios que estão mais longe do mar, exatamente como Madrid, São Paulo, acho que Gstaad, etc. Ease tipo de torneio favorece o estilo de jogo do Monteiro, me parece. Assim como favorecia o estilo de jogo do Bellucci.

Scott
Scott
28 dias atrás

Eu sabia. A motivação era o Fonseca e o Wild em crescimento. Como caíram, a motivação foi embora. Terrível!

Thiago
Thiago
28 dias atrás
Responder para  Scott

Até teu brother Alquingel foi mais decente no comentário hoje. “Terrível” está longe de representar como o Thiago jogou e se portou em quadra.

Marcos
Marcos
28 dias atrás
Responder para  Thiago

o Alquingel tá por aqui, qual o seu codinome ? E o cabelo de boneca, como era mesmo o nome dele gente ?

Sídney Corrêa
Sídney Corrêa
28 dias atrás

Boa participação no torneio deve usar como motivação para a sequência da temporada buscando voltar ao top 100

Ana
Ana
28 dias atrás

Achei que o Monteiro poderia ter mudado a posição para receber o saque. E tbm acho que poderia ter usado mais slice para quebrar o ritmo do jogo. Na troca franca lá atrás estava em desvantagem. Não tentou fazer nada diferente…

Evandro
Evandro
28 dias atrás
Responder para  Ana

Na verdade, acho que ele “fez diferente” ao longo de todo o torneio, optando por ser mais agressivo. O “se” não joga. Aquela última bola, por exemplo, não sairia se ele lembrasse que não precisava encher a mão daquele jeito. Mas, como disse, fez diferente o torneio todo e o fato é que seria membro do big3 se naquela boa específica (e decerto em poucas outras) tivesse ido mais no jeito e menos na força…

Refaelov
Refaelov
28 dias atrás

Foi uma bela apresentação do Monteiro, n jogou naquele nível mágico apresentado contra o Tsitsipas(sobretudo com o Backhand) mas, n dá pra exigir q o cara jogue naquele nível.

E tem q se dar os méritos ao Tcheco né, saque avassalador, pressionando sempre o 2° saque do Monteiro, golpes pesadissimos de base, poucos erros n forçados(levando em conta seu estilo agressivo).

Senti q sobretudo o 1° saque deixou o Monteiro na mão nos momentos capitais do jogo, doída tbm aquela bola limpa no T q o Monteiro jogou na rede no 5° ponto do TB mas, lances do jogo e méritos do Lecheka deu pouquíssima margem pra erros..

Agora fica aquela expectativa de q consiga jogar próximo desse nível com mais frequência né, pq é duro o Thiago fazer essas apresentações pra na sequência perder pra jogador fora do top 300..

Última edição 28 dias atrás by Refaelov
Matheus Ferreira
Matheus Ferreira
28 dias atrás

Jogou muito bem o Monteiro, talvez o torneio ATP que ele jogou melhor na carreira até aqui,sai de cabeça erguida.

André Aguiar
André Aguiar
28 dias atrás

Seria muito difícil, mas ao mesmo tempo fundamental, repetir ou ao menos aproximar-se daquele índice de acerto do primeiro saque que obteve contra o Tsitsipas (89%). Hoje caiu para 68%, até ligeiramente superior ao do Tcheco (65%), mas este foi mais efetivo, ganhando 77% contra 69% dos pontos com o primeiro saque e 63% contra 56% com o segundo.
De qualquer modo, um jogo disputado contra um adversário que era favorito. Que siga com confiança rumo ao top 100.

Última edição 28 dias atrás by André Aguiar
Marcos Ribeiro
Marcos Ribeiro
28 dias atrás

Este Lehecka está jogando muito. Como foi um jogo parelho, o Ceará também está jogando muito. Que continue e até melhore!

Marcos Roberto Veiga Cabral
Marcos Roberto Veiga Cabral
28 dias atrás

Se o tcheco jogar assim o resto do campeonato será campeão

PUBLICIDADE

VÍDEOS

Agassi recorda trajetória de drama e sucesso em Roland Garros

Os melhores lances de Iga Swiatek rumo ao tri no Foro Italico

PUBLICIDADE