PLACAR

Meligeni não embala no quali e cai na segunda rodada

Foto: João Pires/Fotojump

Melbourne (Austrália) – Depois de uma grande vitória na primeira rodada do quali do Australian Open, o paulista Felipe Meligeni não conseguiu embalar e foi derrotado na partida seguinte. Nesta quinta-feira, ele teve pela frente o holandês Jesper de Jong, que levou a melhor em sets diretos, marcando parciais de 7/6 (7-5) e 6/1, depois de 1h43 de partida.

Com a derrota de Meligeni, o paranaense Thiago Wild será o único brasileiro na chave masculina de simples em Melbourne. O paulista Thomaz Bellucci segue como o último tenista do país a furar o quali no masculino, em 2014, algo que apenas outros quatro também conseguiram: Ricardo Hocevar (2010), Ricardo Mello (2004), Marcos Daniel (2003) e Márcio Carlsson (1999).

O saque desta vez não ajudou muito Felipe, que venceu apenas 51% dos pontos disputados. Ele também não esteve muito preciso, cometeu 35 erros não forçados e anotou 24 bolas vencedoras, enquanto do outro lado o rival holandês teve 28 winners e 24 erros não forçados.

Meligeni liderou quase todo o primeiro set, começou abrindo 2/0, perdeu a vantagem no quarto game, mas voltou a anotar uma quebra no quinto e a manteve até a reta final, quando sacou em 5/4 e perdeu o saque no décimo game. A definição foi então para o tiebreak, no qual De Jong conseguiu apenas um mini-break a mais, marcou 7-5 e largou na frente.

Após perder a parcial inicial, o paulista desandou na partida, sofreu duas quebras seguidas e perdeu quatro break-points no quarto game para tentar diminuir o prejuízo. Felipe não só não teve mais forças para buscar uma reação, como acabou amargando mais uma quebra contra no sétimo e último game.

6 Comentários
Oldest
Newest Most Voted
Inline Feedbacks
Ver todos os comentários
Luiz
Luiz
1 mês atrás

Mesma prateleira da Pigossi
Para ser fraco precisa ainda precisa evoluir muito

Guilherme do ES Ribeiro
Guilherme do ES Ribeiro
1 mês atrás

Uma pena. Jogo era duro. Resultado normal.

Marcelo Scotton
Marcelo Scotton
1 mês atrás

Voltou a ser Felipinho.

Álvaro Canto de Campos
Álvaro Canto de Campos
1 mês atrás

Esse Rodrigues Alves não embala mesmo! Uma pena…

Leo
Leo
1 mês atrás

Tenebroso. Foi só ilusão aquele us open… O jeito é fazer carreira no saibro sul-americano mesmo.

Fabio Gonçalves
Fabio Gonçalves
1 mês atrás

Resultado esperado para um 160 do mundo. Normal !

PUBLICIDADE

VÍDEOS

Bopanna entra para a história do tênis aos 43 anos

A emoção de Hsieh e Mertens com o novo título de Slam

PUBLICIDADE