PLACAR

Medvedev tira Zverev e tenta 21º diferente título

Foto: China Open

Pequim (China) – Tenista que mais venceu sobre a quadra sintética nesta temporada, o russo Daniil Medvedev foi extremamente sólido e oportuno para derrotar mais uma vez o alemão Alexander Zverev. Com o placar de 6/4 e 6/3, ele avança para a final do ATP 500 de Pequim e terá assim a chance de ampliar sua interessante estatística: todos os 20 títulos anteriores foram obtidos em cidades distintas. Ele nunca venceu na capital chinesa.

Neste ano, Medvedev foi campeão dos Masters de Miami e Roma, além de Doha, Doha e Roterdã, tendo ficado com vice em Indian Wells e no US Open. Os cinco títulos numa mesma temporada já são um recorde pessoal para o número 3 do ranking. Esta será a 34ª final de sua carreira e o adversário sai do duelo seguinte entre Carlos Alcaraz e Jannik Sinner.

Medvedev também chega a 59 vitórias nas 71 partidas já disputadas na temporada, sendo 42 nas 48 possíveis sobre a quadra dura. De quebra, derrotou nove adversários de nível top 10 e perdeu cinco vezes.

Domínio na base
Medvedev e Zverev se cruzaram pela quinta vez somente em 2023 e o russo entrou em quadra com vantagem de três vitórias. No geral, tem agora 10 a 7 sobre o alemão e desempatou o duelo na quadra sintética, com 8 a 7.

A diferença básica nesta terça-feira foi a firmeza do russo no fundo de quadra. Quando conseguiu entrar com bom saque e diminuir a duração dos pontos, o alemão se deu bem. Os ralis mais longos, no entanto, raramente foram uma boa opção e acabaram forçando o alemão a tentar uma definição de ponto sem o melhor equilíbrio.

Os sacadores dominaram nos seis primeiros games até que o primeiro saque de Medvedev caiu de produção e permitiu duas chances de quebra, que Zverev não aproveitou. No 10º game, foi a vez de Sascha ter altos e baixos com o primeiro saque e isso permitiu três set-points, enfim aproveitado por Medvedev. O russo anotou 10 winners contra 5 e o número de erros não forçados foi muito baixo para os dois lados, com 3 a 1 contra o alemão.

O segundo set caminho de forma muito parecida. Medvedev cedeu 15-40 mas se recuperou bem no terceiro game e colocou Zverev na defensiva no oitavo game, para então abrir 5/3 e sacar com enorme eficiência para concluir a partida de 1h26.

PUBLICIDADE

VÍDEOS

Bopanna entra para a história do tênis aos 43 anos

A emoção de Hsieh e Mertens com o novo título de Slam

PUBLICIDADE