PLACAR

Medvedev consegue grande virada e joga sua 3ª final na Austrália

Foto: Paul Zimmer/ITF

Melbourne (Austrália) – Pela terceira vez em sua carreira profissional, Daniil Medvedev disputará uma final de Australian Open. Vice-campeão do torneio em 2021 e 2022, o russo garantiu sua volta à decisão em Melbourne depois de uma grande virada sobre o alemão Alexander Zverev nesta sexta-feira, com parciais de 5/7, 3/6, 7/6 (7-4), 7/6 (7-5) e 6/3 em 4h20. Campeão do US Open de 2021, o jogador de 27 anos disputará sua sexta final de Grand Slam.

Esta foi a 12ª vitória de Medvedev em 19 jogos contra Zverev no circuito, sendo que o histórico recente é amplamente favorável ao russo. Ele venceu seis dos últimos sete jogos contra o alemão. Ex-líder do ranking e atual terceiro colocado, o russo também consegue sua quarta vitória de virada depois de ter perdido os dois primeiros sets e a segunda neste torneio, já que também passou pelo finlandês Emil Ruusuvuori em circunstâncias parecidas no segundo set.

Medvedev enfrenta no próximo domingo o italiano Jannik Sinner, de 22 anos e número 4 do mundo, que disputará sua primeira final de Grand Slam e chega motivado depois de vencer o decacampeão Novak Djokovic na abertura da rodada de semifinais. O russo lidera o histórico de confrontos por 6 a 3, mas Sinner levou a melhor nos três últimos duelos, no fim do ano passado, em Pequim, Viena e ATP Finals.

O início da semifinal foi o melhor possível para Zverev, que contou com dois erros e duas duplas faltas de Medvedev para conseguir uma quebra logo cedo. E o alemão ainda ampliou a vantagem pouco depois para abrir 4/1 no placar. O russo devolveu uma das quebras e buscou o empate justamente quando o rival sacava para o set, com 5/4 no placar. Na reta final do set, a disputa foi marcada por ralis muito longos, um deles com 51 trocas de bola.

O alemão voltou a quebrar no 5/5, com direito a um excelente lob. No game seguinte, sacando para o set pela segunda vez, escapou de duas chances de quebra e fechou muito bem a rede com dois bons voleios para abrir vantagem no placar. Zverev ficou em situação ainda mais confortável no placar depois de ter dominado o segundo set. Ele não enfrentou break-points e cedeu apenas sete pontos em seus games de serviço, conseguindo duas quebras para abrir 2 a 0 na partida.

O terceiro set foi inteiramente sem quebras, sendo que Medvedev não enfrentou break-points, enquanto Zverev escapou de três chances de quebra. O russo já começava a encontrar o tempo de bola ideal para as devoluções e começava a efetivamente disputar os pontos jogados no primeiro serviço do alemão. Ele aproveitou suas chances durante o tiebreak e diminuiu a diferença no placar.

O cenário do quarto set foi parecido. Medvedev novamente não teve o serviço ameaçado, enquanto Zverev teve que escapar de duas chances de quebra. Em um novo tiebreak disputado, o alemão ficou a dois pontos da vitória depois que Medvedev fez uma dupla falta no 4-4. Mas o russo buscou a igualdade de imediato e depois arriscou uma curtinha na devolução e teve sucesso para fazer 6-5. Coube ao ex-número 1 do mundo sacar bem e igualar a partida.

Já no quinto set, Medvedev era inegavelmente o jogador mais confiante em quadra. Novamente o russo não enfrentou break-points e cedeu apenas cinco pontos em seus games de serviço, enquanto Zverev estava cada vez mais frustrado com as oportunidades perdidas e o nível de atuação. O alemão chegou a ser advertido por abuso de material pela alemã Eva Asderaki e teve que se conter para não cometer outra violação e levar um ‘point-penalty’ no último game da partida. Medvedev conseguiu duas novas quebras e consolidou a virada.

Medvedev liderou a estatística de winners por 66 a 52 e cometeu 70 erros não-forçados contra 41 de Zverev. Cada jogador disparou 14 aces na partida. O russo conseguiu cinco quebras em 10 break-points, enquanto Zverev conseguiu apenas quatro quebras em 14 oportunidades.

16 Comentários
Oldest
Newest Most Voted
Inline Feedbacks
Ver todos os comentários
Ricardo
Ricardo
1 mês atrás

Esse tem determinação mental e não fica alardeando vitória antes do tempo. Não é um jogo vistoso, mas ganha sem artifícios. Assim como djocovid com seu jogo persistente, mas com algumas espertezas quando está atrás no placar

Gisele Matias
Gisele Matias
1 mês atrás

O Russo é fera, quando perdeu os dois primeiros sets eu pensei:Zverev tem que abrir o olho acertei

Flávio
Flávio
1 mês atrás
Responder para  Gisele Matias

Gisele o russo começou a vencer o jogo depois que começou a variar o jogo e assim confundiu, ou melhor assustou Zverev que cometeu um erro grande ao não variar o seu jogo, pois ele apresenta uma curta ou slices mais apurado do que o russo só que esqueceu disso, é uma pena porque o alemão fazia um grande torneio sacando muito, mas esqueceu da estratégia contra o russo que fica muito na linha de base.

andre
andre
1 mês atrás

sinner vai destruir o russo. esse jogo ai de ficar só batendo bola pro outro lado nao funciona contra o SInner como ele vem jogando. Vai ficar correndo de um lado pro outro

Leonardo
Leonardo
1 mês atrás
Responder para  andre

Vamos por partes, como dizia Jack o estripador… Destruir o Russo acho meio exagerado. Pode ganhar, obviamente, mas não acho que vai ser facil não. O Russo passa muita bola e saca muito bem. E tem paciencia, e força mental para voltar para o jogo quando está perdendo. Sinner tem mais potencia e mais velocidade. O H2H está 6-3 para o Russo mas Sinner ganhou as ultimas 3. Nunca jogaram em GS. Vai ser interessante. concordo que o Sinner parece estar melhor, mas não tanto assim para achar que vai atropelar.

Flávio
Flávio
1 mês atrás
Responder para  andre

André será? Cuidado cara é uma final e o Medvedev não é fácil ganhar dele, embora o Sinner esteja mais confiante depois de derrubar a fera Djokovic, agora hoje o Zverev se limitou na troca de bolas e deveria ter usado curtas para atrasar o russo ,pois o russo entendeu que tinha que variar o jogo para confundir o alemão e o fez que acabou dando certo, realmente o Zverev esqueceu disso e talvez terá um tempo difícil de gerir essa derrota dolorosa.

Osvaldo
Osvaldo
1 mês atrás

tá jogando demais, vai triturar o Sinner na final

Rbclima
Rbclima
1 mês atrás

Esse jogo vai pegar fogo! Cada um vai dar tudo de si pra abocanhar essa chance

Joselito
Joselito
1 mês atrás

Amarelev ataca novamente.

José Andrade
José Andrade
1 mês atrás

Zverev sendo Zverev. Quase complicou contra o Alcaraz, hoje se ferrou.

Gilvan
Gilvan
1 mês atrás

Incrível como o Zverev continua sem melhorar o problema crônico de movimentação para frente. Tirando o alemão da linha de base ele fica perdidinho. Nunca será!

Leo realista
Leo realista
1 mês atrás

Que pena para o Zé Verevi… Falta um ou outro detalhe para ele levar um slam. Ele já merecia aquele us open que levou a virada para o Thiem, como hoje.
No começo da carreira dele, sempre o questionavam nos slams pq ele não chegava longe. Agora ele está chegando, mas mas parando bem perto.
Ele deve vir forte em RG. Ele e o Aguarrás vejo como favoritos no slam da terra

Fabio
Fabio
1 mês atrás

Sinner parece que vai mais longe que Alcaraz… a conferir…

Marcos
Marcos
1 mês atrás

Quem é que tá ensinando voleio a Zverev? Marcelo Melo? Pelo amor de Deus!!! Tantos erros infantis!!!

Marcos Souza
Marcos Souza
1 mês atrás

Que pena do alemão, vai sofrer muito por essa derrota embora tenha quase certeza que ele não venceria o Sinner que pra mim continua como favorito contra o Russo mas não tanto como seria contra o Zverev

Fabio
Fabio
1 mês atrás

Esse Zé… sempre dando ratas !

PUBLICIDADE

VÍDEOS

Karlovic oficializa aposentadoria e recebe homenagem da ATP

O melhor duelo entre Djokovic e Murray? Reveja Qatar em 2017

PUBLICIDADE