PLACAR

Wild destaca apoio da torcida e enfrenta português em Miami

Foto: Juarez Santos

Miami (EUA) – A torcida brasileira que costuma aparecer nas quadras do Hard Rock Stadium, onde acontece Masters 1000 de Miami, foi fator importante para a vitória do paranaense Thiago Wild nesta terça-feira, batendo o francês Hugo Grenier com parciais de 6/3 e 6/4 pela última rodada do quali. Com o resultado, o paranaense se garantiu na chave principal do torneio.

“Outro jogador experiente, outro jogo duro. Tinha muito vento hoje, mas eu destaco a minha paciência nesta partida para aguardar o momento certo de quebrar e sair com a vitória em dois sets”, analisou Wild, que após derrotar o bósnio Damir Dzumhur na primeira rodada, agora venceu Grenier, de 27 anos e atual 137 do mundo.

Realmente a paciência foi uma das marcas do número 1 do Brasil na partida, com apenas cinco erros não forçados, menos do que a metade dos 13 de Grenier. Wild também se mostrou firme com o saque, vencendo 72% dos pontos disputados, e decisivo nos pontos importantes, converteu dois dos quatro break-points que teve e salvou os dois que enfrentou. Ele também fez mais winners que o francês, 18 a 16.

+ Clique aqui e siga o Canal do TenisBrasil no WhatsApp

“Ele tem um bom saque, mas procurei me achar na devolução e administrei isso, fiquei firme na partida e não dei muitas chances para ele. E mais uma vez a torcida me ajudou muito. Obrigado por todo mundo que veio me incentivar”, afirmou o paranaense de 24 anos e atual 76º do mundo.

Estreia na chave principal contra Nuno Borges
A estreia de Wild na chave principal já acontece nesta quarta-feira contra o português Nuno Borges, 61º do ranking e vindo de título no challenger de Phoenix no último fim de semana. O confronto entre eles é inédito no circuito e acontece por volta das 15h (de Brasília) na quadra 5. O vencedor desafia o norte-americano Taylor Fritz, cabeça 12 do torneio, na segunda rodada.

25 Comentários
Oldest
Newest Most Voted
Inline Feedbacks
Ver todos os comentários
O realista
O realista
1 mês atrás

O cabelo de boneca vai ter engolir o Wildão da massa

Casagrande
Casagrande
1 mês atrás
Responder para  O realista

Ficou doído de tanto dar bola fora, né, Alcoolzão em Gel!

Marcio
Marcio
1 mês atrás
Responder para  O realista

Quem é o cabelo de boneca ?

Gustavo
Gustavo
1 mês atrás
Responder para  Marcio

Nem pergunta. Pelo amor de Deus

Álvaro Canto de Campos
Álvaro Canto de Campos
1 mês atrás
Responder para  Marcio

Faz parte do passado, felizmente!

O realista
O realista
1 mês atrás
Responder para  Marcio

Era um comentador do antigo site que tem cabelo de boneca.
Ele desprezou o Wild quando ele estava com problemas pessoais e disse que nunca mais torceria para ele. Foi só ele voltar ao caminho da vitória e ele voltou a idolatrar o wild.

Scott
Scott
1 mês atrás
Responder para  O realista

O cabelo de boneca foi visto enfiando a viola no saco. Go Wild!!!

F.F.
F.F.
1 mês atrás

Esse tem café no bule
O resto è balela

Lucas Miranda Faria
1 mês atrás

Boa sorte, Thiago!!!!!

DJ ives
DJ ives
1 mês atrás

Batendo em todo mundo que aparece perto dele.

Daniel
Daniel
1 mês atrás

Pra cima deles Thiago

JONY MARCIO SANTOS
JONY MARCIO SANTOS
1 mês atrás

Português Nuno Borges na estreia e, vencendo, Taylor Fritz. Partir pra cima.

Marcelo Brunca
Marcelo Brunca
1 mês atrás
Responder para  JONY MARCIO SANTOS

Bom sorteio..
Fritz é chorão e não gosta do nível do mar

Refaelov
Refaelov
1 mês atrás
Responder para  JONY MARCIO SANTOS

Sorteio n colaborou mto.. torcer pro Portuga sentir a sequência de jogos em Phoenix..

Trampe
Trampe
1 mês atrás
Responder para  JONY MARCIO SANTOS

Wild tem total condição de ganhar do português. Já do americano não sei, o Fritz é top 15 e está jogando em casa, vai ser uma dureza mesmo se ele não gosta do nível do mar. Passando pode pegar Draper ou Jarry, em Masters 1000 não tem muito jogo fácil mesmo, é bom pro Wild ganhar musculatura. Daqui a pouco ele acostuma a jogar contra os top 50 e seu nível se eleva.

Última edição 1 mês atrás by Trampe
Paulo
Paulo
1 mês atrás
Responder para  Trampe

Fritz perdeu um set pro Karue Sell semana passada no treino. 6×2 tá no YouTube. Não tá lá essas coca cola toda n.

Scott
Scott
1 mês atrás

Eu avisei que só ele tinha condições. Não adianta se iludir. Wild é o que temos para este nível de torneio. Quem não aceita essa realidade, que se descabele.

Refaelov
Refaelov
1 mês atrás

Sorteio n foi dos melhores, Borges vive o melhor momento da carreira, vem de caneco em Phoenix batendo o Berretini e fez Oitavas no AOpen esse ano e, msm uma eventual segunda rodada, será bem indigesta, Fritz vem numa retomada nesse ano(levantou um caneco em Delray Beach) e costumeiramente vai bem nesses Masters na América do Norte(fez pelo menos Oitavas nas últimas 3 edições em Miami)..

Trampe
Trampe
1 mês atrás
Responder para  Refaelov

Podia ter sido melhor, podia ter sido pior. A verdade é que Masters 1000 é difícil, na 2a rodada você vai ter que pegar um dos 32 cabeças de chave e se você não jogar esse jogo com um nível de top 20, a chance de ser eliminado é enorme. Masters 1000 é um torneio onde você só se dá bem se tiver um nível de elite, ou seja, é um divisor entre homens e meninos.

Última edição 1 mês atrás by Trampe
Haroldo Guimarães
Haroldo Guimarães
1 mês atrás

Parabens Wild, mas ainda esta devendo uma boa sequencia… esperar pra ver.

Osvaldinho Coplepot Lara
Osvaldinho Coplepot Lara
1 mês atrás

pra frente Wild! na torcida sempre.

Leonel
Leonel
1 mês atrás

Não queiram o Wild ganhar master 1000 ok? Ganhar do Borges tá dentro equiparado porém passar pelo fritz vai ter que jogar no nível que jogou contra o Rublev. Apesar que Wild cresce contra adversários top 20. Bora lá vencer o portuga.

Rogério
Rogério
1 mês atrás

A fase do português é ótima! Mas o Wild tb está jogando muito firme. Deverá ser um jogão.

Antônio Luiz Júnior
Antônio Luiz Júnior
1 mês atrás

Thiago Wild ratifica a condição de melhor tenista brasileiro em atividade. Quando não tem os seus chiliques em quadra, é um jogador muito forte. Me parece que quer deixar para trás os erros do passado. Tem tênis para ser Top 50.

Hyrata Abe
1 mês atrás

Sempre lembro do livro do Guga em que ele narra treinos antes do primeiro título de Roland Garros. Ele diz que um certo momento a bola começou entrar e não parou mais. Acho que os jogadores tem esse momento em que o corpo realiza golpes e se estabelece um nível mais alto. Quem toca instrumento sabe do que estou falando. Torço pra que isso aconteça com o Wild! Joga muito!

PUBLICIDADE

VÍDEOS

Veja como foi a espetacular vitória de Fonseca sobre Sonego

Nadal pode ter feito seu último jogo oficial em Barcelona

PUBLICIDADE