PLACAR

Livre de lesões, Raducanu volta a vencer após 10 meses

Foto: ASB Classic

Auckland (Nova Zelândia) – A rodada de estreia no WTA 250 de Auckland foi especial para Emma Raducanu, que conseguiu nesta terça-feira sua primeira vitória em dez meses. Convidada para o torneio na Nova Zelândia, a britânica venceu a romena vinda do quali Elena Gabriela Ruse, 134ª do ranking, e enfrentará a ucraniana Elina Svitolina, 25ª do mundo, pelas oitavas de final na próxima quinta-feira.

Campeã do US Open em 2021 e ex-número 10 do mundo, Raducanu estava sem jogar desde abril do ano passado, em Stuttgart, e aparece atualmente apenas no 301º lugar do ranking. A britânica de 21 anos passou por três cirurgias, nas duas mãos e também no tornozelo esquerdo, que lesionou justamente na edição passada de Auckland.

A vitória mais recente de Raducanu havia sido contra Bia Haddad Maia na terceira rodada de Indian Wells, antes de cair para Iga Swiatek na fase seguinte. Depois, caiu na estreia de outros dois torneios, superada por Bianca Andreescu em Miami e Jelena Ostapenko em Stuttgart. Na época das operações, ela explicou que vinha jogando com dor há bastante tempo e que, por isso, também teve que reduzir a carga de treinos. Ela afirmava ter uma “lesão recorrente no osso de ambas as mãos”.

+ Clique aqui e siga o Canal do TenisBrasil no whatsapp

“É difícil voltar depois de tanto tempo, mas sou muito grata por estar saudável e livre de lesões. É um sentimento incrível. Estou muito feliz por voltar ao circuito e começar a temporada. Muito obrigada a todos que ficaram assistindo, mesmo já estando tarde e frio. Tive muitos altos e baixos e é sempre difícil jogar contra a Gabi”, disse Raducanu na entrevista em quadra.

Depois de um primeiro set em que não enfrentou break-points e conseguiu uma quebra já na reta final da parcial, Raducanu encontrou maior resistência na sequência da partida. Ruse largou com 3/0 no segundo set e esteve o tempo todo à frente no placar, ainda que a parcial tenha tido mais quatro quebras. A romena chegou a liderar por 5/2, perdeu a chance de sacar para o set, mas voltaria a quebrar logo depois.

No terceiro set, foi Raducanu quem abriu 5/2. Ela teve dois match-points e sacou duas vezes para o jogo, mas foi quebrada nas duas vezes. Depois, voltou a quebrar e definiu a partida em sua quarta oportunidade.

Leia mais:

Raducanu se sente otimista na volta ao circuito

3 Comentários
Oldest
Newest Most Voted
Inline Feedbacks
Ver todos os comentários
Andre Borges
Andre Borges
1 mês atrás

Vixe a Elena Ruse começou mal o ano

Jorge Luiz
Jorge Luiz
1 mês atrás

Pra mim é a mais bela entre todas as tenistas, não sei se voltará a ganhar um GS

Osvaldo
Osvaldo
1 mês atrás

linda mulher

PUBLICIDADE

VÍDEOS

Karlovic oficializa aposentadoria e recebe homenagem da ATP

O melhor duelo entre Djokovic e Murray? Reveja Qatar em 2017

PUBLICIDADE