PLACAR

Leander Paes será incluído no Hall da Fama do Tênis

Foto: Andrew Eichenholz/ATP Tour

Newport (EUA) – Ex-número 1 do mundo de duplas, o indiano Leander Paes se tornará o primeiro tenista de seu país a integrar o Hall da Fama do Tênis Internacional. A entrega da honraria acontecerá em cerimônia na cidade norte-americana de Newport no dia 20 de julho de 2024.

Além do jogador, também serão homenageados o locutor esportivo indiano Vijay Amritraj e o renomado jornalista e historiador esportivo britânico Richard Evans, incluídos na categoria ‘Colaborador’. Com isso, Paes e Amritraj serão os primeiros asiáticos a serem eleitos em suas respectivas áreas.

Hoje com 50 anos de idade, Leander Paes esteve no circuito por quase três décadas completas, iniciando a carreira em 1991 e abandonando as quadras apenas em 2020, com quase 47 anos. Como duplista, conquistou 18 títulos de Grand Slam, sendo oito na chave masculina e outros dez nas mistas, levantando troféus nos quatro maiores torneios do calendário. Ao todo, liderou o ranking da especialidade por 37 semanas, permaneceu outras 462 no top 10 e foi campeão 55 vezes.

Já como jogador de simples, ele teve como melhor marca a 73ª posição do ranking em agosto de 1998 e seu principal feito foi a conquista da medalha de bronze nos Jogos Olímpicos de Atlanta-1996, derrotando por 2 sets a 0 o brasileiro Fernando Meligeni na disputa pelo terceiro lugar. Com sete participações olímpicas, ele é o tenista que mais vezes disputou o evento. Paes também é o recordista de vitórias em partidas de duplas na Copa Davis, com 45 triunfos em 58 jogos.

“Foi uma honra para minha vida jogar pelo meu país por mais de três décadas em um esporte que me deu e me ensinou tudo. Este reconhecimento é de fato o maior elogio para todo tenista. A entrada no Hall da Fama do Tênis Internacional não pertence apenas a mim, mas aos nossos mais de um bilhão de indianos. Receber esta honra culmina uma jornada profissional para toda a vida, apoiando-se nos ombros de grandes nomes e dando o tom para outros jovens na Ásia e em todo o mundo”, agradeceu o ex-profissional.

PUBLICIDADE

VÍDEOS

Bopanna entra para a história do tênis aos 43 anos

A emoção de Hsieh e Mertens com o novo título de Slam

PUBLICIDADE