PLACAR

Krejcikova deixa porta aberta para retorno com Siniakova

Foto: Kopatsch/Sato/Sidorjak

Abu Dhabi (Emirados Árabes) – Uma das duplas mais fortes do tênis feminino nos últimos anos, as tchecas Barbora Krejcikova e Katerina Siniakova se separaram e não estão jogando mais juntas. Porém, se depender apenas de Krejcikova, a volta pode acontecer. Em entrevista ao The National, ela revelou que foi Siniakova quem decidiu terminar e disse que “adoraria” retomar a dupla para as Olimpíadas.

“No ano passado, quando estávamos nos separando, ela me disse que queria seguir uma direção diferente. Essa decisão (de se separar) foi de Katerina, não realmente minha, eu adoraria jogar com ela e adoraria competir nas Olimpíadas com ela”, contou Krejcikova, atual 12ª colocada no ranking de simples e 24ª nas duplas.

“Então, cabe mais a ela realmente se aproximar de mim e falar comigo sobre isso, para ver como ela se sente. Estou muito aberta a nos reunirmos e jogarmos as Olimpíadas juntas, mas agora é mais por conta dela”, acrescentou a tcheca que ao lado da compatriota conquistou a medalha de ouro nos Jogos de Tóquio e sete títulos de Grand Slam, dois deles em Roland Garros.

Krejcikova sabe que além da vontade de Siniakova, tem também a forte concorrência tcheca para buscar classificação para Paris 2024. No momento, o país tem quatro top 20 em simples e três top 30 nas duplas.

“Eu adoraria me classificar, adoraria fazer parte da equipe, jogar simples e duplas e, se tiver oportunidade, adoraria jogar mistas. Mas por outro lado, a República Checa é uma nação muito forte, especialmente no tênis feminino. Ainda há um longo caminho a percorrer, mas definitivamente quero fazer de tudo para me classificar e competir nas Olimpíadas”, finalizou.

PUBLICIDADE

VÍDEOS

Alcaraz e Murray: treino entre campeões em Queen's

Os melhores lances da campeã Boulter na grama de Nottingham

PUBLICIDADE