PLACAR

Kerber vence a primeira em Indian Wells, Bia enfrenta eslovaca

Angelique Kerber (Foto: Hannah Foslien/BNP Paribas Open)

Indian Wells (EUA) – No jogo que abriu as disputas no estádio principal do WTA 1000 de Indian Wells, a ex-número 1 do mundo Angelique Kerber estreou com vitória na competição. A experiente alemã de 36 anos superou nesta quarta-feira a croata Petra Martic, 58ª do ranking, por 6/3 e 6/4 em 1h29 de partida.

Vencedora de três títulos de Grand Slam e finalista de Indian Wells em 2019, Kerber está de volta ao circuito após o nascimento da filha, Liana, em fevereiro do ano passado. A alemã retornou às competições em janeiro após mais de um ano sem jogar e atuou na United Cup, no Australian Open e também em Linz. A vitória desta quarta-feira foi apenas a segunda na temporada.

“Tentei me mover bem e colocar o máximo de bolas em quadra. É sempre difícil quando você não tem muitas partidas disputadas nos últimos meses, mas tentei curtir o momento e pensar em um ponto de cada vez”, disse Kerber na entrevista em quadra. A alemã também deixou uma mensagem para a filha: “É uma loucura pensar no quanto esse ano passou rápido. A mensagem que eu deixo para ela é siga seu coração, faça o que ama e sonhe grande”.

Kerber se aproveitou do fato de Martic ser uma jogadora sem tanto peso de bola para ganhar ritmo ao longo da partida e entrar mais nos ralis, sustentando sua vantagem mesmo com alguns momentos de oscilação. Ela enfrenta na segunda rodada a letã Jelena Ostapenko, número 10 do mundo. A alemã lidera o histórico contra Ostapenko por 2 a 1. “É ótimo voltar à quadra e jogar diante desse público de novo. É por isso que eu amo jogar tênis e que me fez voltar aqui a Indian Wells”.

Bia enfrentará tenista vinda do quali
Também está definida a adversária de estreia de Beatriz Haddad Maia no WTA 1000 de Indian Wells. A número 1 do Brasil e 13ª do mundo estreia contra a eslovaca Rebecca Sramkova, 127ª do ranking e vinda do quali, que venceu a chinesa Yafan Wang, por 6/4 e 6/0. Bia lidera o histórico por 3 a 1, com jogos disputados entre 2014 e 2021, por torneios menores entre ITFs e qualis de WTA.

A paulistana de 27 anos também busca interromper uma sequência negativa, após eliminações precoces em Doha, Dubai e San Diego. Bia faz sua quinta participação em Indian Wells, com destaque para uma campanha desde o quali até as oitavas de final em 2021, ano em que o torneio foi realizado excepcionalmente em outubro, por causa da pandemia. Ano passado, a brasileira caiu na terceira rodada, superada pela britânica Emma Raducanu.

Paolini e Potapova também conhecem rivais
Ainda nesta quarta-feira, a alemã Tatjana Maria bateu a holandesa Arantxa Rus por 7/6 (7-5) e 6/2 para garantir duelo com a italiana Jasmine Paolini, 14ª do ranking e campeã do WTA 1000 de Dubai. Já a tcheca Marie Bouzkova marcou um duplo 6/1 contra a espanhola Sara Sorribes e enfrenta a russa Anastasia Potapova, cabeça 28.

Leia mais:

Kerber ainda tenta se acostumar com sua nova realidade

Bia busca recuperação em Indian Wells e será cabeça 12

4 Comentários
Oldest
Newest Most Voted
Inline Feedbacks
Ver todos os comentários
Guilherme ES Ribeiro
Guilherme ES Ribeiro
1 mês atrás

Boa Bia quebrar essa sequência de derrotas. Adversária perfeita para isso

Leonel
Leonel
1 mês atrás

A Bia que tanto admiramos faz nossos jogos serem para cardíacos.(Perigo sempre) porém virou o jeito Bia de ganhar(sofrendo) QQ jogo padrão 3 sets com direito a tue break. O dia que ela aprender a matar muitos jogos em 2×0 ela vai vencer um Slam. Precisa parar de fazer maratonas jogos longos onde num torneio 1000 ou Slam vai cansar se chegar numa semifinal ou final.

Roberto
Roberto
1 mês atrás
Responder para  Leonel

Jogo em dia alternado. Não creio que canse. É variar mais e concentrar num bom saque.

trackback

[…] na temporada antes desse bom início de campanha em Indian Wells. A experiente alemã de 36 anos havia derrotado a croata Petra Martic na estreia. Ela não vencia uma tenista do top 10 desde fevereiro de […]

PUBLICIDADE

VÍDEOS

Veja como foi a espetacular vitória de Fonseca sobre Sonego

Nadal pode ter feito seu último jogo oficial em Barcelona

PUBLICIDADE