PLACAR

Jarry também vence e Chile coloca dois nas quartas pela 1ª vez

Nicolas Jarry (Foto: Giorgio Maiozzi/FITP)

Roma (Itália) – O desempenho dos tenistas chilenos no Masters 1000 de Roma está sendo invejável e pela primeira vez na história dois tenistas do país chegam juntos às quartas de final de um evento deste nível. Depois de Alejandro Tabilo carimbar seu passaporte, nesta terça-feira, foi a vez de Nicolas Jarry fazer o mesmo ao bater o quali francês Alexandre Muller com parciais de 7/5 e 6/3.

Jarry chegou às quartas de final de um Masters 1000 pela terceira vez na carreira, a primeira vez no saibro. Ele já havia conseguido isso em Xangai 2023, perdendo para Grigor Dimitrov, e Miami 2024, superado por Daniil Medvedev). O chileno busca uma semi inédita contra o vencedor do confronto entre o grego Stefanos Tsitsipas e o australiano Alex de Minaur

Terceiro jogador de seu país com mais quartas neste nível, ao lado de Cristian Garin, Jarry fica atrás apenas de Marcelo Ríos (19) e Fernando González (13). “Estou muito feliz com a forma como joguei, com a forma como estive, foi um dos meus melhores jogos em muito tempo”, destacou o chileno na entrevista em quadra logo após a partida.

“Estou feliz com a forma como joguei, o meu estado de espírito reflete tudo o que trabalhei, por isso é mais motivador continuar neste caminho. Precisei passar por algumas batalhas pessoais, estou muito feliz e agora vamos comemorar”, acrescentou Jarry, que teve um grande desempenho com o saque, vencendo 72% dos pontos disputados, 15 deles em aces.

Agressivo, o chileno teve quase três vezes mais bolas vencedoras que Muller, com 35 contra apenas 12 do rival francês. Apesar disso, o número de erros não forçados ficou sob controle, anotando apenas três a mais do que o rival (19 a 16). Nos break-points, Jarry converteu três dos nove que teve a seu favor e salvou dois dos três que encarou contra.

2 Comentários
Oldest
Newest Most Voted
Inline Feedbacks
Ver todos os comentários
Refaelov
Refaelov
13 dias atrás

Grande momento dos nossos vizinhos, 2 top 30 e agora 2 quadrifinalistas num msm Masters 1000, Jarry aliás é o único sul-americano a chegar nessa fase num Masters em mais de uma oportunidade nessa temporada..

Ramiro Cora
Ramiro Cora
13 dias atrás

Pois é… pra as quartas o Chile salvou à América do Sul (nenhum argentino, nenhum brasileiro)…Para aprender a ser um pouco mais humildes, diminuir ilusões exageradas e reconhecer, e si possível até valorar, virtudes dos nossos vizinhos.
E aprender, tbm, a respeitar o ranking (Jarry 22º e Tabilo 28º, Zhang 42º) que não é um determinante absoluto, mas é uma referência importante e merecida.

PUBLICIDADE

VÍDEOS

Agassi recorda trajetória de drama e sucesso em Roland Garros

Os melhores lances de Iga Swiatek rumo ao tri no Foro Italico

PUBLICIDADE