PLACAR

Jabeur e Wozniacki estreiam muito bem, Kerber é eliminada

Foto: AELTC

Londres (Inglaterra) – Finalista nas duas últimas edições de Wimbledon, Ons Jabeur estreou muito bem no Grand Slam londrino. A tunisiana superou nesta terça-feira a japonesa Moyuka Uchijima, 68ª do ranking, por 6/3 e 6/1 em apenas 55 minutos de partida.

Número 10 do mundo aos 29 anos, Jabeur disputou dois torneios preparatórios na grama e chegou às quartas tanto em Nottingham quanto em Berlim. Ela se retirou do torneio mais recente, num duelo contra Coco Gauff há dez dias, por ter ficado doente durante a semana de competição.

A adversária de Jabeur na segunda rodada será a norte-americana Robin Montgomery, canhota de 19 anos e 161ª do ranking, que venceu a australiana Olivia Gadecki por duplo 6/4. Montgomery veio do quali em Wimbledon e já venceu quatro jogos no torneio.

Quem também venceu com tranquilidade foi a ex-líder do ranking Caroline Wozniacki, de volta à chave de Wimbledon depois de cinco temporadas. A dinamarquesa de 33 anos superou a norte-americana Alycia Parks por 6/2 e 6/0 em apenas 53 minutos de jogo. Mãe de dois filhos, ela ficou três anos e meio sem competir profissionalmente e esteve na edição passada de Wimbledon como comentarista de TV e para jogar o torneio de Lendas.

Wozniacki jogou treze edições de Wimbledon entre 2007 e 2019 e caiu seis vezes nas oitavas. Ela está voltando ao top 100 nesta semana, depois de ter alcançado na última semana as quartas de final do WTA 500 de Bad Homburg, onde venceu Elina Svitolina e Veronika Kudermetova. Agora ocupando o 91º lugar do ranking, ela enfrenta a canadense Leylah Fernandez, que bateu a italiana Lucia Bronzetti por 6/4 e 6/3.

Campeã em 2018, Kerber não passa da estreia

Quem não teve a mesma sorte foi Angelique Kerber, que também retorna ao circuito após a maternidade. A alemã de 36 anos e campeã de Wimbledon em 2018 perdeu para a cazaque Yulia Putintseva, 35ª do mundo e recente vencedora do WTA de Birmingham, por 7/5 e 6/3. Putintseva enfrenta a tcheca Katerina Siniakova, que bateu a canadense Marina Stakusic por 6/4 e 6/2.

Diferente do que aconteceu com Wozniacki ou outras mães do circuito, como Naomi Osaka e Elina Svitolina, a alemã tem encontrado mais dificuldades nesse ano de retorno e ocupa hoje o 221º lugar. Ainda assim, venceu duas top 20 em Indian Wells.

Já a partida entre a norte-americana Danielle Collins, número 11 do mundo, e a dinamarquesa Clara Tauson, 66ª do ranking, foi interrompida por falta de luz natural quando Collins vencia por 6/3 e 4/4. O jogo será retomado na quarta-feira, não antes de 8h30 (de Brasília) e a vencedora enfrenta a húngara Dalma Galfi, que bateu a egípcia Mayar Sherif por 6/1 e 6/2.

PUBLICIDADE

VÍDEOS

Wimbledon seleciona os melhores backhands de 1 mão

Os históricos duelos entre Serena e Venus em Wimbledon

PUBLICIDADE