PLACAR

ITF comemora crescimento geral na Copa Davis

Londres (Inglaterra) – Um emocionante fim de semana de abertura da Copa Davis de 2023 foi apreciado por um número significativo de torcedores, tanto online quanto em estádios em todo o mundo nos dias 3, 4 e 5 de fevereiro.

Doze times saíram vitoriosos das eliminatórias em casa e fora de casa e a ITF relatou um crescimento considerável na audiência online da competição.

Entre segunda-feira, 30 de janeiro, e segunda-feira, 6 de fevereiro, as visualizações de página no Daviscup.com aumentaram 13% em relação ao ano anterior, para 2,6 milhões.

Nas mídias sociais, houve um aumento de 19% no engajamento com postagens nas contas oficiais da Copa Davis no Twitter, Instagram e Facebook e um recorde de 4,7 milhões de visualizações de vídeos nesses canais – um aumento de 23% em 2022.

Além disso, diversas plataformas de apostas esportivas que dedicam espaço ao tênis registraram um aumento expressivo na procura por jogos da Copa Davis, principalmente os que envolveram as grandes estrelas do circuito, reforçando o interesse pela competição.

As 12 eliminatórias em casa e fora foram disputadas diante de um total de 65.572 pessoas no fim de semana – um aumento de 10% no número de público em relação à mesma fase da edição de 2022.

A Finlândia, que se classificou para a Fase de Grupos pela primeira vez em sua história com uma vitória sensacional por 3 a 1 sobre a Argentina em Espoo, registrou um público diário recorde de 5.200 em 5 de fevereiro e um recorde histórico de 9.500 nos dois dias de concorrência.

Chile e Suécia estão entre os que também conquistaram a vitória por um número considerável de seguidores em casa, enquanto a Holanda superou a Eslováquia para o deleite da multidão quase lotada em Groningen. A Grã-Bretanha também teve que superar o forte apoio doméstico para triunfar na Colômbia.

“O primeiro fim de semana de jogos demonstrou o quão especial a Copa Davis é para as nações do tênis, jogadores e fãs de todo o mundo. Seja torcendo por sua equipe para a vitória em locais em todo o mundo, assistindo na televisão ou interagindo conosco nas mídias sociais, os fãs de tênis mostraram mais uma vez o quão popular é este torneio. Fomos presenteados com um tênis incrível e atmosferas elétricas”, afirmou David Haggerty, presidente da ITF. “O foco da ITF agora se volta para entregar uma emocionante fase de grupos nas quatro cidades-sede em setembro, antes de retornar a Málaga para outra espetacular Final 8 em novembro”.

Entre os tenistas, também houve reações positivas. “É uma sensação absolutamente incrível. Foram dias loucos com o apoio insano de todas as pessoas que vieram e nos assistiram jogar. Não é sempre que venho à Dinamarca para jogar”, afirmou Holger Rune. “Vamos nos lembrar deste confronto (contra o Equador) para sempre. Espero que em alguns anos possamos jogar em grandes estádios em Atenas. Queremos jogar aqui uma final da Copa Davis. Acredito que se acontecer, será inesquecível”, comemorou Stefanos Tsitsipas. “Adoro jogar pela Suíça e estarei sempre disponível para a Davis”, garantiu Stan Wawrinka. “Há uma atmosfera na Copa Davis que você normalmente não experimenta no cricuito”, definiu Alexander Zverev.

As 12 nações vencedoras nas eliminatórias avançam para a fase de grupos das finais da Copa Davis de 12 a 17 de setembro, onde se juntarão a Canadá, campeão de 2022, Austrália, vice, e aos convidados Itália e Espanha. A fase de grupos será realizada em quatro locais, com oito times avançando para o mata-mata de quartas de final, marcado para Málaga, de 21 a 26 de novembro.

PUBLICIDADE

VÍDEOS

Karlovic oficializa aposentadoria e recebe homenagem da ATP

O melhor duelo entre Djokovic e Murray? Reveja Qatar em 2017

PUBLICIDADE