PLACAR

Italiano surpreende Fritz na estreia e desafia Shelton

Matteo Arnaldi (Foto: Abierto Mexicano de Tenis)

Acapulco (México) – Cabeça de chave número 4 no ATP 500 de Acapulco, o norte-americano Taylor Fritz não conseguiu sequer passar da estreia. Nesta segunda-feira, ele foi surpreendido pelo italiano Matteo Arnaldi, de 23 anos e atual 42 do mundo, que levou a melhor em batalha de três sets e 2h35, anotando parciais de 6/4, 4/6 e 6/3.

Fritz não teve um grande dia com o saque, venceu 58% dos pontos e enfrentou 15 break-points, sofrendo quatro quebras. O norte-americano cometeu os mesmos 16 erros não forçados de Arnaldi, mas anotou 17 bolas vencedoras a menos que o algoz italiano.

Na segunda rodada, Arnaldi terá outro norte-americano pela frente, desta vez desafiando Ben Shelton, que teve bastante trabalho na estreia e precisou buscar a virada para cima do britânico Daniel Evans em uma partida definida no tiebreak do terceiro set, gastando 2h44 para superar a primeira rodada em Acapulco com o placar final de 2/6, 7/5 e 7/6 (7-5).

Outro italiano que tirou um nome bastante conhecido na estreia foi Flavio Cobolli, que após passar pelo quali eliminou o canadense Félix Auger-Aliassime de virada, com parciais de 2/6, 6/3 e 6/2. Na próxima rodada, ele terá pela frente o vencedor do confronto entre o grego Stefanos Tsitsipas, quinto favorito, e o russo Roman Safiullin.

Sétimo mais bem cotado, o norte-americano Tommy Paul foi outro favorito surpreendido logo de cara, perdendo para o britânico Jack Draper com parciais de 6/0 e 6/4. O britânico de 22 anos e atual 50 do mundo enfrentará na próxima fase o lucky-loser japonês Yoshihito Nishioka, que virou para cima do português Nuno Borges com parciais de 3/6, 6/2 e 6/4.

Virada também sofreu o argentino Diego Schwartzman, que saiu na frente de Miomir Kecmanovic, mas depois perdeu o segundo e o terceiro sets para o sérvio, que fechou o jogo com 4/6, 6/3 e 6/1. Kecmanovic tem tudo para encarar o cabeça de chave 1 Alexander Zverev, mas para isso o alemão precisa confirmar o favoritismo contra o compatriota Daniel Altmaier.

Em um dia de eliminações de favoritos e nomes conhecidos, o australiano Alex de Minaur conseguiu escapar da zebra e bateu o japonês Taro Daniel com tranquilos 6/2 e 6/2. Seu próximo rival será o austríaco Sebastian Ofner, que protagonizou mais uma virada, uma das mais duras do dia, batendo o convidado da casa Ernesto Escobedo com o placar de 6/7 (7-9), 6/4 e 7/6 (7-4).

 

PUBLICIDADE

VÍDEOS

Veja os melhores lances da rápida final masculina de Miami

Collins segura os nervos e bate Rybakina: veja o melhor da final

PUBLICIDADE