PLACAR

Ingrid Martins é finalista de duplas no WTA 125 de Parma

Ingrid Martins (Foto: Luiz Cândido/CBT)

Parma (Itália) – Terceira melhor brasileira no ranking de duplas, ocupando o 57º lugar, Ingrid Martins garantiu vaga na final do WTA 125 de Parma, em quadras de saibro na Itália. A carioca de 27 anos e a parceira francesa Elixane Lechemia, 82ª do ranking, são as cabeças de chave 2 e venceram nesta sexta-feira a tcheca Jesika Maleckova e a suíça Conny Perrin por 6/7 (5-7), 6/1 e 10-8.

Ingrid e Lechemia entraram diretamente nas quartas de final do torneio e venceram na estreia a holandesa Isabelle Haverlag e a mexicana Renata Zarazua por 6/3 e 6/4. As adversárias na decisão serão a cazaque Anna Danilina e a russa Irina Khromacheva, principais cabeças de chave. O torneio dá 125 pontos na WTA para as campeãs e 81 para as vices. Ingrid está ganhando cinco posições no ranking e pode voltar ao top 50 se for campeã.

“Foi um dia longo, demorou muito pra gente jogar. Feliz por estar na final. Iríamos jogar na quadra central, mas o poste da rede quebrou no aquecimento, movemos para outra quadra, mas foi bom que nos adaptamos às condições”, relatou Ingrid após a partida. “Elas jogaram bem, mas o foco principal foi fazer nosso jogo agressivo. Fomos bem no segundo set e finalizamos bem no match-tiebreak. Fomos corajosas e vamos com tudo pra final”.

+ Clique aqui e siga o Canal do TenisBrasil no WhatsApp

Esta é a primeira final da temporada para Ingrid, que tinha apenas três vitórias no ano antes dessa boa semana em Parma. A brasileira tem atuado com diferentes parceiras no circuito e jogará em Rabat e Roland Garros nas próximas semanas ao lado da britânica Olivia Nicholls, 73ª colocada no ranking. A carioca tem um título de WTA 250 na grama de Bad Homburg no ano passado e foi vice em Rabat. Em torneios 125, venceu no saibro de Montevidéu ao lado de Luísa Stefani em 2022.

Final de Candiotto é interrompida na Espanha

A definição das campeãs de duplas do ITF W35 de Monzon, em quadras duras na Espanha, acontecerá apenas no sábado, data em que será realizado o match-tiebreak da final. A jovem paulista Ana Candiotto, de 20 anos, disputa o torneio ao lado da francesa Tiphanie Lemaitre. Elas haviam perdido o primeiro set para a austríaca Tamira Paszek, ex-top 30, e a suíça Valentina Ryser por 6/2 e vencido o segundo por 6/0.

Após duas interrupções por chuva, a direção do torneio decidiu que a partida só continuará no sábado. Candiotto ocupa o 313º lugar do ranking de duplas na WTA e tem como melhor marca da carreira a 299ª posição. Ela tem nove títulos no circuito profissional de duplas da Federação Internacional e tenta vencer seu primeiro torneio no ano.

Luiza Fullana cai nas quartas na Tunísia

A brasiliense de 23 anos Luiza Fullana caiu nas oitavas de final do ITF W15 de Monastir, em quadras duras na Tunísia. Ela foi superada nesta sexta-feira pela egípcia Lamis Abdel Aziz, cabeça 2 do torneio e 579ª do ranking, que marcou um duplo 6/4 em partida com 2h20 de duração.

Vinda do circuito universitário norte-americano, Fullana está apenas duas posições abaixo do melhor ranking da carreira. Mas os pontos conquistados nesta semana só entram no ranking de 27 de maio. Ela chegou às quartas de final de um torneio pela primeira vez na temporada.

1 Comentário
Oldest
Newest Most Voted
Inline Feedbacks
Ver todos os comentários
Paulo Costa
Paulo Costa
1 mês atrás

O jogo da Ingrid não aparece na programação

PUBLICIDADE

VÍDEOS

Alcaraz e Murray: treino entre campeões em Queen's

Os melhores lances da campeã Boulter na grama de Nottingham

PUBLICIDADE