PLACAR

Iga vence 12 games seguidos, arrasa espanhola e encara Bia

Foto: Jimmie48/WTA

Madri (Espanha) –  A polonesa Iga Swiatek mais uma vez não deu chances a uma adversária, derrotando nesta segunda-feira a tenista da casa Sara Sorribes, pelas oitavas de final no WTA 1000 de Madri, com o arrasador placar final de 6/1 e 6/0. A líder do ranking venceu 12 games seguidos e precisou de apenas 67 minutos para bater a espanhola pela quarta vez em quatro duelos

Nas quartas de final, a polonesa enfrentará pela quarta vez na carreira a paulista Beatriz Haddad Maia, que mais cedo manteve a invencibilidade contra a grega Maria Sakkari e a venceu pela quarta vez em quatro jogos. Iga e Bia mediram forças três vezes até então, a canhota brasileira levou a melhor em Toronto (2022), mas perdeu em Roland Garros (2023) e na United Cup (2024).

Também de forma rápida veio a vitória da tunisiana Ons Jabeur sobre a letã Jelena Ostapenko, que precisou dos mesmos 67 minutos para ser encerrada com o placar final de 6/0 e 6/4 para a cabeça de chave número 8. Jabeur espera a vencedora do duelo norte-americano entre Coco Gauff e Madison Keys para saber quem será sua rival nas quartas e pode cruzar com Bia ou Iga nas semifinais.

Domínio de Swiatek do começo ao fim

Embora tenha começado a partida sendo quebrada logo no primeiro game, Swiatek foi dominante no set inicial e não deu mais chances para a rival espanhola. Depois de sair atrás, a polonesa pressionou Sorribes e anotou três quebras consecutivas para vencer os próximos seis games da disputa, enfrentando um pouco mais de dificuldade apenas nos dois últimos.

A líder do ranking só foi ter um pouco mais de dificuldade nos dos últimos games, em que enfrentou maior resistência na hora de fechar. No sexto, ela precisou de três break-points para bater o saque de Sorribes pela terceira vez e na sequência foram necessários quatro set-points para conseguir fechar.

Polonesa anota 80º “pneu” da carreira

Para frustração da torcida da casa, Swiatek manteve o ritmo avassalador na segunda parcial e foi acumulando ainda mais games em série. Depois dos seis seguidos no set anterior, foram seis seis no segundo, chegando ao total de 12, em uma conta que terminou com mais um “pneu” anotado pela polonesa em sua carreira. Ao vencer mais um game por 6/0, ela chegou à incrível marca de 80 na carreira.

Os números da partida mostram o tamanho da superioridade de Iga, perdeu apenas 11 pontos com o saque, vencendo 71% das bolas disputadas, e teve aproveitamento ainda melhor devolvendo, com 73% dos pontos vencidos. Sorribes conseguiu levar a melhor apenas em 10 trocas de bola no seu serviço, encarou nove break-points e foi quebrada seis vezes.

18 Comentários
Oldest
Newest Most Voted
Inline Feedbacks
Ver todos os comentários
Marcus Martins
Marcus Martins
29 dias atrás

Aff que atropelamento. Só um milagre a Bia ganhar da Iga no saibro.

Última edição 29 dias atrás by Marcus Martins
Paulo A.
Paulo A.
28 dias atrás
Responder para  Marcus Martins

Credo, se a Iga jogar assim contra a Bia vai ser outro atropelo…

Fukuha
Fukuha
29 dias atrás

Comentei com o mestre Dalcim, a Iga tá voando, então o percentual de 1 saque da Bia será primordial, se jogar com o 2 saque, suas chances serão mínimas diante das mudanças de direção da polonesa, já que a mobilidade da Bia ser muito inferior.
Então resta a Bia 1 saque e ir pras bolas antes da polonesa.
Creio que seja isto né Dalcim?

José Nilton Dalcim
Admin
29 dias atrás
Responder para  Fukuha

Basicamente, isso.

Leonardo
Leonardo
28 dias atrás
Responder para  Fukuha

Fukuha, mais que o saque, o fator que pode ajudar a Bia é a agressividade. Swiatek tem dificuldades quando a adversaria “solta o braço”. Por exemplo, perdeu todas para a Ostapenko, que basicamente só tem pancadaria, mas quando está entrando é um tormento. Outra pedra no sapato da Swiatek é a Rybakina que é outra com golpes planos muito fortes. Bia quando ganhou dela também estava soltando o braço. Se for na habilidade contra a Iga, ela te engole, tem que bater na bola mais forte que ela. Em Dubai lembro que a Anna Kalinskaya, tenista de pouca expressão, seguiu essa estrategia, empurrando Iga para o fundo e soltando o braço. É claro que é dificil fazer isso e manter a regulatoridade. Mas Bia já fez uma vez, dá para repetir

Sérgio Ribeiro
Sérgio Ribeiro
28 dias atrás
Responder para  Leonardo

Incrível a mania de h2h nos comentários. Sabalenka nunca perdeu de Ostapenko e em NOVE perdeu SEIS para Swiatek. A N 1 já vem melhorando o Serviço e a meu ver , é favorita contra qualquer uma em Madri. Abs!

Leonardo
Leonardo
28 dias atrás
Responder para  Sérgio Ribeiro

Sergio, o que é que tem Sabalenka a ver com a historia? A proposito, eu somente usei o H2H para exemplificar. Mas é só observar a Swiatek jogando contra uma jogadra que tem bola pesada, e que está conseguindo manter a regularidade com o peso, e voce vai ver a dificuldade. Swiatek tem muita velocidade de perna e joga muito bem no contra ataque, mas se acostumou a não precisar de muita variação como slice, curtas, então quando uma jogadora empurra ela para o fundo com eficiencia, complica muito o jogo dela. E não disse em nenhum momento que Swiatek não é favorita, mencionei o que a Bia pode usar como arma, porque já fez uma vez.

Sérgio Ribeiro
Sérgio Ribeiro
28 dias atrás
Responder para  Leonardo

O que tem a ver Sabalenka com a tua estória ? . Bate muito forte na bolinha ( muito pesada ) e empurra TODAS lá pra trás. Simples assim…rs . Abs !

O realista
O realista
29 dias atrás

Acho que é um jogo bom pra Bia. Swiatek é favorita, claro. Mas:
– A Bia joga mais solta quando não tem responsabilidade.
– A polonesa tem alguma dificuldade com o jogo da Bia.
– Não é o melhor piso da polaca e funciona bem pra Bia. A Swiatek é mais forte nos pisos de Roma e RG
Mas se a partida fosse antes da BJK que a Bia deu uma animada, a Swiatek meteria um 6×0, 6×1

Última edição 29 dias atrás by O realista
João Sawao ando
João Sawao ando
29 dias atrás

Foi um massacre

Lucas
Lucas
29 dias atrás

Bia tem que se inspirar no que a Alexandrova fez com a Iga em Miami, lá ela fez o tipo de jogo que a polonesa não gosta e venceu com autoridade.

Federer eterno GOAT
Federer eterno GOAT
28 dias atrás

em breve mais um atropelamento…

Joabe
Joabe
28 dias atrás
Responder para  Federer eterno GOAT

Sempre acredito, tudo é possível

Oscar
Oscar
28 dias atrás

Formalmente, uma bicicleta é 6×0 e 6×0, mas essa foi uma bicicleta “moral”.

Carlos Alberto Ribeiro da Silva
Carlos Alberto Ribeiro da Silva
28 dias atrás

Mais um pneu pra conta da Iga. E tem gente que diz que ela não tem técnica. E a Sara Sorribes havia ganho da Victoria Azarenka na rodada anterior.

YAN, O GÊNIO DO TÊNIS DE MESA KKKKKKKK
YAN, O GÊNIO DO TÊNIS DE MESA KKKKKKKK
28 dias atrás

MELHOR JOGADORA DE TODOS OS TEMPOS A IGA, MUITA CONSISTÊNCIA NO SAIBRO, VAI GANHAR 50 GRAND SLAMS ANTES DOS 30 KKKKKKK

YAN, O GÊNIO DO TÊNIS DE MESA KKKKKKKK
YAN, O GÊNIO DO TÊNIS DE MESA KKKKKKKK
28 dias atrás

E PRA QUEM RECLAMAR DO CAPS, EU TENHO DIFICULDADE EM ENXERGAR LETRAS PEQUENAS, POR ISSO ESCREVO ASSIM, OK ?!

Edward
Edward
28 dias atrás

OKAY !!

PUBLICIDADE

VÍDEOS

Agassi recorda trajetória de drama e sucesso em Roland Garros

Os melhores lances de Iga Swiatek rumo ao tri no Foro Italico

PUBLICIDADE