PLACAR

Iga e Sabalenka disputam ponta rodada a rodada

Foto: Pete Staples/USTA

Nova York (EUA) – Mais uma vez a bielorrussa Aryna Sabalenka tem a chance de alcançar a ponta do ranking pela primeira vez. Atual número 2 do mundo, ela vai entrar no US Open como virtual líder do ranking, já que defende semi, enquanto a polonesa Iga Swiatek, que atualmente comanda a WTA, tem que defender 2.000 pontos do título conquistado no ano passado.

Porém, a diferença entre as duas na disputa em Flushing Meadows é mínima e basicamente abre uma corrida direta pelo número 1, na qual quem for mais longe sairá de Nova York no topo do ranking feminino. Ambas dependem apenas de si para isso, já que a campeã irá garantir a liderança independente do resultado da adversária. Se ambas perderem na mesma fase, Sabalenka assume a liderança.

As demais tenistas não ameaçam as duas primeiras, nem mesmo a norte-americana Jessica Pegula, que está em terceiro e mesmo se for campeã e Swiatek e Sabalenka caiam na estreia, não terá pontuação suficiente para ultrapassá-las. Ela tem que se preocupar com a cazaque Elena Rybakina, que não defende nada e tem tudo para deixar a tenista da casa para trás na WTA.

Vice-campeã no ano passado, a tunisiana Ons Jabeur tem o top 5 em risco e deve ser ultrapassada pela tenista da casa Coco Gauff, que vive grande momento no circuito. Para não perder a quinta colocação, ela tem que ir longe no US Open e torcer para que a norte-americana também não consiga uma grande campanha na competição.

PUBLICIDADE

VÍDEOS

Bopanna entra para a história do tênis aos 43 anos

A emoção de Hsieh e Mertens com o novo título de Slam

PUBLICIDADE