PLACAR

Guto passa por 47º e vai enfrentar melhor do mundo

Guto Miguel (Foto: Marcello Zambrana/DGW)

Paris (França) – Convidado da organização por ter vencido a seletiva sul-americana, o goiano Luis Guto Miguel começou bem sua primeira participação no torneio juvenil de um Grand Slam. Na estreia desta segunda-feira em Roland Garros, ele superou jogo enrolado com o britânico Benjamin Gusic Wan, atual 47º do ranking internacional, e marcou 6/4, 4/6 e 6/3.

Apesar da estatura inferior, o jovem britânico tem 16 anos e bons resultados nesta temporada. Foi campeão do J200 de Aldershot, em seu país, e finalista do J300 de Pequim e do J200 de Nonthaburi, na Tailândia, mesmo local onde fez semi de um J300. No ano passado, conquistou dois J100.

O grande desafio do brasileiro agora será o número 1 do mundo, o japonês Rei Sakamoto, que também ocupa o 992º posto entre os profissionais. Campeão juvenil do Australian Open em janeiro, ele superou o sueco William Vinciguerra, por 6/4 e 7/6 (9-7).

“É uma sensação muito boa vencer aqui em Roland Garros. Foi um jogo de altos e baixos, mas depois de perder o segundo set consegui voltar para jogo e garantir minha primeira vitória aqui”, disse Guto, que treina em Brasília com os técnicos Santos Dumont e Henrique Grangeiro. Ele também projetou o duelo com Sakamoto: “Vou jogar solto, sem pressão, a responsabilidade é dele em quadra”.

Jogo de muitas alternâncias

Guto disputou poucas competições juvenis válidas pelo ranking de 18 anos e por isso aparece apenas no 204º posto. Entre seus quatro torneios, fez oitavas em Porto Alegre e parou na segunda rodada do Banana Bowl. Já teve oportunidade em dois challengers profissionais, ainda aos 14 anos, e foi superado nas estreias de Porto Alegre e Santos há poucas semanas.

Na partida desta segunda-feira, começou muito melhor, com bom saque e uso de seu pesado forehand. Abriu rapidamente 4/1 sobre o britânico, mas pouco a pouco Wan se adaptou melhor ao piso e conseguiu reagir. Com 5/4, no entanto, o brasileiro devolveu com qualidade e bolas muito profundas, fechando a série.

O domínio se manteve no segundo set, quando Guto novamente obteve quebra precoce. Com variações bem aplicadas de curtinhas e subidas à rede, abriu outra vez 4/1, mas assim como aconteceu antes deixou a vantagem escapar e o adversário venceu todos os cinco games seguintes. Na altura do nono game, o brasileiro pediu atendimento para a coxa esquerda, chegando a sacar por baixo no game final.

Dificuldades físicas

A situação parecida complicada, quando os dois trocaram quebras e Wan abriu 2/1 com saque. Então foi sua vez de sentir a parte física, com aparente cãibra na coxa direita. Parou o jogo até receber atendimento, o que provocou reclamações do brasileiro, e daí em diante caiu de rendimento, tentando encurtar pontos com muitas curtinhas e bolas arriscadas. Guto manteve a serenidade, correu atrás de todas as bolas.

Guto também sentia dificuldade para sacar mais forte e, com 4/2, cedeu mais um game de serviço e prolongou o drama. Wan no entanto sofreu a quarta quebra no set, com claras dificuldades de deslocamento, e Guto enfim confirmou o serviço e a dura vitória.

6 Comentários
Oldest
Newest Most Voted
Inline Feedbacks
Ver todos os comentários
Leonel
Leonel
15 dias atrás

Ganhou pelo carisma. Tem técnica e mental forte. Já a Nauhany muito nervosa. Mal cabia nas pernas. Nauhany precisa se soltar. Jogar toda responsabilidade do outro lado pq ela tem apenas 14 anos. Era jogo para brincar de ser feliz. Travadíssima. Ainda não preocupa mas tem que ficar de olho no emocional.

Guilherme E.S. Ribeiro
Guilherme E.S. Ribeiro
15 dias atrás

Boa vitória do Guto, contra um TOP 50 juvenil. Agora, tanto ele quanto o Gustavo terão jogos quase impossíveis na segunda rodada. Guto pega o número 1 Rei Sakamoto e Gustavo pega o tcheco Petr Brunclik, nº13 do ranking juvenil. Bora deixar tudo na quadra e ver o que dá.

Marcelo Calmon
Marcelo Calmon
15 dias atrás

Estava com o jogo fácil para fazer 2 x 0. Começou a estourar bolas e perdeu a cabeça. Um pouco nervoso, normal para estreia. Precisa melhorar o saque também.
Mas mereceu ganhar. Bola muito mais pesada que a do inglês.
Agora o nr 1 pela frente. Jogar relaxado e aproveitar a oportunidade.

Eduardo
Eduardo
14 dias atrás

Guto brigou com seu emocional hj, dá pra jogar bem mais se estiver tranquilo. Coisas da idade, absolutamente normal. Contra o japonês, precisa jogar solto, é franco atirador. Detalhe, poderia ter sido ainda pior se pegasse o austríaco cabeça 2, que vem enfileirando vitórias em challengers.

Adalberto
Adalberto
14 dias atrás

Uma raridade de conterrâneo de Goiás mandando bem no tênis!
Os mininos daquí só pensam em formar dupla caipira, kkk..
VQV Guto!

Maurício
Maurício
14 dias atrás

Baita vitória do Guto, ele precisa melhorar urgente o saque. Na parte técnica é o que deixa muito a desejar, o mental quando está atrás tmb não é bom. É treinar, treinar para evoluir. Tem um bom futuro pela frente.

PUBLICIDADE

VÍDEOS

Alcaraz e Murray: treino entre campeões em Queen's

Os melhores lances da campeã Boulter na grama de Nottingham

PUBLICIDADE