PLACAR

Granollers e Zeballos decidem Roma contra Arevalo e Pavic

Foto: Corinne Dubreuil/ATP Tour

Roma (Itália) – O sábado foi de definição dos finalistas de duplas no Masters 1000 de Roma. Atuais número 1 do mundo, o argentino Horacio Zeballos e o espanhol Marcel Granollers fizeram valer o favoritismo e garantiram um lugar na decisão ao bater o cazaque Alexander Bublik e o norte-americano Ben Shelton em sets diretos, com duplo 6/4 anotado em 1h11 de partida.

Em uma partida equilibrada, o entrosamento de Granollers e Zeballos fez a diferença, principalmente nos pontos importantes. Eles conseguiram aproveitar dois dos cinco break-points que tiveram a seu favor, um em cada set, e salvaram as três chances de quebra cedidas a Bublik e Shelton.

A dupla cabeça de chave 1 no Foro Itálico também mostrou grande desempenho com o saque, principalmente nos pontos disputados com a segunda bola, conseguindo o incrível aproveitamento de 86%, com apenas dois pontos perdidos. No geral, ele tiveram 77% de aproveitamento no serviço contra 66% dos adversários, que anotaram mais aces (6 a 1) e também mais duplas faltas (2 a 0).

Maior final para Arevalo e Pavic

Os oponentes do argentino e do espanhol na decisão serão o salvadorenho Marcelo Arevalo e o croata Mate Pavic, que farão a maior final da carreira jogando juntos. Eles precisaram de 1h21 para acabar com a festa da torcida da casa, eliminando os italianos Simone Bolelli e Andrea Vavassori em sets diretos, com parciais de 6/2 e 7/6 (7-5).

Ex-número 1 do mundo, Pavic tem 36 títulos de duplas, o mais recente deles ao lado de Arevalo no começo do ano em Hong Kong. Ele já venceu cinco Masters 1000, quatro com o compatriota Nikola Mektic e um com o mineiro Bruno Soares. Já o salvadorenho tem 10 títulos de duplas, o maior deles no Masters 1000 canadense do ano passado.

PUBLICIDADE

VÍDEOS

Toda a comemoração de Alcaraz na conquista de Roland Garros

Jannik Sinner é o 29º homem a liderar o ranking profissional

PUBLICIDADE